quarta-feira, 27 de abril de 2005

ELEIÇÕES NA ESCOLA SECUNDÁRIA, OU O QUE FAZ CORRER MOLERO?



Como encarregado de educação tenho-me perguntado qual a razão de um grupo de professores bem formados, quer humana quer cientificamente não surgirem nos lugares de gestão desta escola,nem serem avistados como directores de turma.
Todos em Ponte de Sor sabemos que a escola apresenta problemas, a nível pedagógico, muito graves.
Que fazem os membros deste orgão?
Quem representa e quem é representado pela assembleia de escola?
Com que méritos?
Estarão à procura de promoção social?
Terão dedicação exclusiva à escola?
Serão profissionais de explicações?
Estarão a resolver alguma situação particular ou pessoal?
Sou pai.
Estou preocupado.
Não é esta Escola que Ponte de Sor merece e os exames estão aí.


Um encarregado de educação que não tem dinheiro para pagar explicações.

3 Comments:

At 28 de abril de 2005 às 10:05, Anonymous Santana-Maia Leonardo said...

Comentário «Eleições Escola Secundária»

O órgão directivo da escola tem funções mais administrativas do que pedagógicas.
Ora, os exames preparam-se com bons professores e não com presidentes dos conselhos directivos.
Por isso, devia dar graças a Deus por aqueles que, na sua opinião, são os melhores professores da escola não se candidatarem a cargos burocráticos. É um bom sinal. Significa que, para além de serem bons professores, gostam daquilo que fazem.
No entanto, o sucesso nos exames não depende apenas da qualidade dos professores. E até é fácil de perceber porquê. Se quiser estou à sua disposição ou de qualquer outra pessoa para lhe dar essa explicação. Vai ver que é muito fácil de perceber.

Santana-Maia Leonardo

 
At 9 de dezembro de 2008 às 19:49, Anonymous Anónimo said...

a escola da ponte sor só é boa para os amigos de quem lá manda.

 
At 24 de junho de 2009 às 13:43, Anonymous Anónimo said...

Dr. Santana Maia ,
è engraçado o sr. fazer um comentário destes a colegas seus porque o sr. como professor deixa muito a desejar...
Já fui seu aluno.

 

Enviar um comentário

<< Home