sexta-feira, 15 de julho de 2005

MONTARGIL


Sou de Montargil.

Quem olha para a gestão Camarária a partir daqui, ou das Galveias e restantes freguesias, suponho, vê essencialmente isto:


Têm sido feitas coisas em Ponte de Sôr, mas, das freguesias têm basicamente sido levados dinheiros de licenças, contribuições, impostos, multas...

Quem olha de Ponte de Sôr vê também os pormenores, claro, que também não parecem ser muito famosos.

Tudo isto me faz realmente lembrar o Benfica há alguns anos atrás: enquanto um não foi preso ( não se percebe é porque é sempre só um... ), as coisas não começaram a melhorar!

Parabéns pelo Blog,

Joaquim Marques Machoqueira

22 Comments:

At 15 de julho de 2005 às 15:35, Anonymous Anónimo said...

VENHAM À ESCOLA DE PONTE DE SOR!!!!!!!!!!SAÍRAM OS RESULTADOS...VENHAM LÁ ENGOLIR OS SAPOS QUE AQUI VOMITARAM!
ATÉ A LISTA QUE TENTARAM PROMOVER PARA A GESTÃO PERDEU VERGONHOSAMENTE!!!!!!!!!!
AFINAL Ó ZÉ DA PONTE TU QUE VIVES ESCONDIDO:VAI-TE ESCONDER!!!!!!!!!!
LONGE DA REALIDADE COMO ANDAS AINDA ENTRAS EM ÓRBITRA.

 
At 15 de julho de 2005 às 17:18, Blogger Zé da Ponte said...

Em primeiro lugar peço desculpa ao Sr. Joaquim Marques Machoqueira por colocar este comentário no seu post (o qual nada tem a ver com o seu post)

Em segundo lugar vai a resposta para o:

Anónimo:
1-Nos resultados sairam qual foi a percentagem de chumbos a matemática?

2-Quanto à lista que tu dizes que o blogue tentou promover recordo o post de 27 de Abril de 2005 (podes consultar no arquivo, este e todos os outros sobre o mesmo assunto, lembro que o mesmo não é meu, mas de um leitor do blog «Um encarregado de educação que não tem dinheiro para pagar explicações»
"
Quarta-feira, Abril 27, 2005

ELEIÇÕES NA ESCOLA SECUNDÁRIA, OU O QUE FAZ CORRER MOLERO?

Como encarregado de educação tenho-me perguntado qual a razão de um grupo de professores bem formados, quer humana quer cientificamente não surgirem nos lugares de gestão desta escola,nem serem avistados como directores de turma.
Todos em Ponte de Sor sabemos que a escola apresenta problemas, a nível pedagógico, muito graves.
Que fazem os membros deste orgão?
Quem representa e quem é representado pela assembleia de escola?
Com que méritos?
Estarão à procura de promoção social?
Terão dedicação exclusiva à escola?
Serão profissionais de explicações?
Estarão a resolver alguma situação particular ou pessoal?
Sou pai.
Estou preocupado.
Não é esta Escola que Ponte de Sor merece e os exames estão aí.


Um encarregado de educação que não tem dinheiro para pagar explicações"


Deves estar enganado no (número da porta) no blog.

Quanto ao resto nem mereces resposta.

Com os melhores cumprimentos.

Zé da Ponte

 
At 15 de julho de 2005 às 17:29, Anonymous Anónimo said...

pois se votassem nele aí teriam tudo ou talvez tudo.

votos meus só teve uma vez e foi por engano.

um apergunta: porque votam nesse senhor?

é preciso coragem para as coisas que podem serem mudadas,serenidade para as que nao podem e sabedoria para destinguir uma coisa da outra.

 
At 15 de julho de 2005 às 17:37, Anonymous JUM said...

NEGATIVA SÓ EM MATEMÁTICA?

Não entendo o espanto que por aí vai com o facto de 70% dos alunos do 9.º ano da escolaridade obrigatória terem tido negativa a matemática, admirado ficaria eu se tivesse sucedido o contrário, seria sinal de que sem se ter feito qualquer esforço Portugal teria uma nova geração de portugueses resultantes de um conflito genético.

Não estamos num país que nem sequer é capaz de conhecer um défice orçamental e que há quase uma década que não acerta numa previsão económica? E de que servirá a matemática num país que premeia o expediente?

A verdade é que os 30% que tiveram negativa vão engrossar os licenciados em direito ou em arquitectura que ganharão menos do que uma empregada doméstica, ou engrossarão os quadros de técnicos superiores da Administração pública que serão condenados a viver o resto das suas vidas a serem acusados dos males da sociedade. Dos 30% sairão os engenheiros que construirão as grandes obras promovidas pelos patos bravos que os 70% darão ao país, e com alguma sorte ainda aí encontraremos algum primeiro-ministro ou mesmo um presidente do governo regional da Madeira para nos livrarmos de um Alberto João que teve média de 11 (a mesma de Santana Lopes) e que no primeiro ano mudou-se para a Universidade de Coimbra porque chumbou na de Lisboa.

Que admiração, então o país não tem também negativa rotundas na competência dos governos, na capacidade dos empresários, na eficácia da Administração Fiscal, na qualidade dos serviços médicos, na celeridade da justiça, na competitividade dos exportadores, na honestidade de muitos políticos? Alguém vai decidir dar aulas suplementares a toda esta gente como parece que vai ser feito com a matemática?

E que dizer de uma Manuela Moura Guedes armada em púdica a discutir o tema com um dos alunos dos 70%? Então o país da TVI não é exactamente um reality show permanente da estupidez nacional?

Quando fui professor e perguntei a um aluno porque não estudava ele respondeu-me no seu melhor alentejano:

“Então vô estuda paquê? Omê pai tem dinhêro!”

Pois é, vejam quais são os nossos modelos de sucesso e depois digam-me se estudar é a via do sucesso em Portugal…

 
At 15 de julho de 2005 às 17:39, Anonymous Eduardo Moura said...

Um negócio de burros

Deixemo-nos de preconceitos. Se a regra de ouro do sucesso comercial é apostar no que já vende mais, Portugal devia apostar na asneira. Não há lei alguma que impeça lucros com a burrice e neste domínio o nosso país tem muitas vantagens.
Para quê sofrer a tentar fazer coisas inteligentes, se é muito mais inteligente ser burro?

Em números redondos, vejamos as coisas como elas são e não como gostaríamos que fossem. Das 117 mil crianças que deviam ter frequentado o 9º ano neste ano lectivo, apenas 95 mil o fizeram.

Para os que chegaram ao 9ºano, o Estado investiu qualquer coisa como 30 mil euros (6 mil contos) por cada um ao longo de nove anos. Destes 95 mil inscritos iniciais, 10 mil não tiveram aproveitamento para ir a exame. Dos 85 mil que foram realizar a prova de Matemática, 60 mil chumbaram.

Ou seja, a Fábrica Portugal SA precisou de gastar 3 mil milhões de euros para fabricar 25 mil alunos com nota positiva a Matemática e, neste processo, desperdiçou matéria-prima que dava para fabricar pelo menos mais 90 mil.

Se em Portugal a burrice fosse legitimada, estaríamos diante de um caso de sucesso. Os nossos governantes poderiam dizer que tinham conseguido formar 90 mil burros e que, doravante, fariam todos os possíveis para reduzir o número de aprovados.

Mas como faz parte deste país não assumir as evidências, os nossos governantes preferem continuar a dizer que a Fábrica Portugal SA não teve assim tantos produtos rejeitados. Para isso corrigem os maus resultados dos exames através de uma segunda fórmula de controlo de qualidade, menos exigente, e transformam 25 mil aprovados em 63 mil aprovados. Maravilha. Afinal o sistema só desperdiçou 54 mil crianças.

E depois ainda, como pelos lados do Ministério da Educação também não se sabe aritmética, escrevem-se comunicados assim: «Os resultados finais dos exames nacionais do 9º ano de escolaridade, que se realizaram este ano lectivo nas disciplinas de Língua Portuguesa e de Matemática, registaram, de uma forma geral, taxas de aprovação em consonância com as classificações de frequência.» Como se 79% de aprovados na frequência escolar de Matemática fosse consonante com 29% de aprovados no exame.

 
At 15 de julho de 2005 às 17:48, Anonymous Anónimo said...

Concursos Públicos
Já aqui fio referidos os concursos públicos da Câmara Municipal de Ponte de Sor

Que eventualmente sejam motivo de pouca transparência. Eu vou mais longe não tenho dúvidas nenhumas que sim, são pouco transparentes como também sou parentório em afirmar que pugnam pela ilegalidade pelo menos desde o dia 03 de Outubro de 2003, data de entrada em vigor do Dec. Lei 78/2003. Passo A explicar:
De acordo com o Dec. Lei nº78/2003, foi criada a BEP (Bolsa de Emprego Público) da qual existem várias formalidades que os Organismos Públicos tem obrigatoriamente cumprir, nomeadamente inscrever e publicitar os concursos na página on-line da BEP.
Até hoje ainda não vi nenhum anúncio de concurso publicitado na referida página. Aqui deixo link para os Srs. Leitores analisarem melhor. http://www.dgap.gov.pt/3rjur/circulares/2003/Orientacao-tecnica-VF.htm
A Câmara Municipal de Ponte de Sor tem de ser interpelada por esta questão.
Estão ou não a agir de acordo com aplicação do Dec.Lei nº78/2003 e com as orientações técnicas emanadas da Direcção Geral da Administração Pública?
Já agora, será que é legal abriR concurso público para um monitor de natação, cujo um dos requisitos exigidos era curso de Engª Mecânica e que por acaso o único candidato ao lugar tinha essa habilitação!!!!!
Tanta ilegalidade
Um socialista

 
At 15 de julho de 2005 às 18:36, Anonymous Anónimo said...

Há certos comentários que definem só por si o estado de sanidade mental do seu autor. É verdade que a escola secundária teve, este ano, nalgumas disciplinas resultados excelentes, o que prova quão injustas foram certas críticas aqui nos comentários deste blogue a certos professores... E se é verdade que os bons professores se medem pelos resultados que os seus alunos obtêm nos exames nacionais, há pessoas que escrevem neste blogue que vão ter de alterar os seus critérios se quiserem continuar a agredir certas professores. Quanto às eleições para a escola secundária, também não vi que este blogue tivesse favorecido qualquer candidatura. O que qualquer pessoa inteligente e sensata não poderá deixar de considerar é que a escola secundária teve este ano a sorte de ter duas excelentes listas a concorrerem ao conselho directivo. E se a lista do actual conselho directivo venceu com indiscutível mérito, também é verdade que a lista derrotada obteve um resultado bastante honroso.

 
At 15 de julho de 2005 às 19:02, Anonymous Anónimo said...

O que é que a direcção da Escola Secundária tem a ver com os resultados dos exames nacionais? São eles que os fazem? Ou são os alunos? É a direcção responsável pelos maus resultados? Ou são os alunos? Não me venham com as tretas da exclusão ou da falta de dinheiro para pagar a explicadores. Eu também não andei em explicações de matemática e não foi isso que me impediu de tirar boa nota no exame de matemática. Estão sempre a arranjar desculpas para o óbvio: as pessoas ou são burras, ou são preguiçosas ou não têm métodos de estudo. Isso depende de cada um, não é preciso orientação de nada, aprende-se com os nossos erros. Tudo o que vai além disto é uma desculpa para os psicólogos arranjarem emprego a arranjarem justificações ridículas para o falhanço da matemática em Portugal.

 
At 15 de julho de 2005 às 20:13, Anonymous Joaquim M. Machoqueira said...

A minha participação no Blog era(é) para ajudar ao bem estar e à justiça.
Continuo convencido de que Montargil, no que às receitas e despesas se refere , não tem sido tratada com justiça por Ponte de Sôr. Aliás, há cerca de ano e meio tentei arranjar números sobre receitas da Câmara por freguesias, mas, nada consegui. Por que terá sido?
De qualquer modo no que ao mérito da construção da Escola e do alcatroamento de alguns caminhos diz respeito, obrigado a todos os Matusarenses que ajudaram.
Tudo isto se aplica aliás a nível nacional, em que, desde o 25/Abril/1974, em minha opinião, só os primeiros governos de Cavaco e de Guterres nos trataram bem e com justiça.

 
At 16 de julho de 2005 às 10:02, Anonymous Montar Gil said...

MONTARGIL:

Escola Pré-Primária fechada pelo Dr.Pinto;

Biblioteca fechada pelo Dr.Pinto;

Campo de Futebol extinto pelo Dr.Pinto;

Barragem poluida por descargas ilegais da Câmara presidida pelo Dr.Pinto;

Entulheiras por todo lado permitidas pelo Dr.Pinto;

Loteamentos e licenças de contrução com pedidos de contrapartidas para o Dr. Pinto.

E muito mais do mesmo.

É assim que a Câmara Municipal de Ponte de Sor, trata a polpulação da Freguesia de Montargil.

 
At 16 de julho de 2005 às 19:36, Anonymous Anónimo said...

Montar Gil, Montargis ( do condado de Henrique de Borgonha, pai de D. Afonso Henriques ), Monte Argil… Força MONTARGIL!

Não será muito diferente comunicarmos por Blog ou outro meio de comunicação nossos ou, pelos de outrem. Diferente será isolarmo-nos ou comunicarmos mais ou menos, melhor ou pior. De qualquer modo, é no equilíbrio e no apreço de uns pelos outros que está a virtude.

“ A vida é um jogo”, escreveu Edgar Morin. Jogo que pode ser mais ou menos interessante, bem ou mal jogado, de resultados felizes ou infelizes. Neste jogo, vamos conhecendo e vamo-nos dando a conhecer (todos somos iguais e diferentes), até mesmo o anónimo continuado deixando de o ser. A propósito, fui eu que escrevi as palavras sobre a insanidade do maniqueísmo, que é, citando por exemplo o Dicionário Universal da Língua Portuguesa: “ doutrina de Manes (215-275) segundo a qual o Universo foi criado e é dominado por dois princípios opostos e irreconciliáveis, o do bem e o do mal “. Há também a doutrina que ensina existir uma guerra entre o bem e o mal, a qual o bem vencerá. Não se sabe é quando! E, há ainda a teoria, ver, p. e., “O Método”, de Edgar Morin, que defende a reconciliação, neste caso do bem e do mal, do que só aparentemente é irreconciliável.

Continuo a pensar que este Blog é bom e útil. Com espírito de humor até. Apesar de só os resultados serem definitivos. E, percebo que o primeiro comentário ao texto sobre MONTARGIL tenha sido um desabafo sobre questões da Escola e de Matemática (podia ser de Português também). Realmente, é impressionante que a Matemática mais complicada, ao fim de tantos anos, apesar de existir a Física também, por exemplo, continue só basicamente a servir de ginástica mental. Ou, por vezes, nem isso! A verdade é que não podemos continuar a desligar nem letras, nem números ( e as melhores teorias sobre eles nem são nas Escolas que se aprendem! ), nem ciências, nem política, nem música, nem desporto, nem nada da Realidade, passada, futura e presente nem das nossas famílias, terras e nações, nem das dos demais. Mas, isso continua a acontecer demasiadas vezes!

Por outro lado, há ainda os demais seres sensitivos (formigas, bactérias e vírus, p. e.). Como podemos tratá-los ignorante e injustamente, tipo matar tudo o que mexe, e, esperar que eles ou uns quaisquer seus parentes por conhecer não nos tratem do mesmo modo?

Até à vista,

Joaquim Marques Machoqueira

 
At 16 de julho de 2005 às 22:36, Anonymous Anónimo said...

De facto, não ter Biblioteca Púbica, onde se possam nomeadamente ler as coisas da Terra ( Arauto, Livros, Documentos Históricos... ) e do Mundo, claro, assim como conviver, é grave. Mas, se alguém fechou, alguém também pode abrir!

Machoqueira

 
At 18 de julho de 2005 às 00:48, Anonymous Anónimo said...

não sei se é este o tipo de turismo pretendido para montargil... mas ao que parece tem a aprovação da camara e do "ambiente"


http://jack.smux.net/archives/2004/05/18/i-am-back-and-still-alive/


anonimo

 
At 19 de julho de 2005 às 09:53, Anonymous Anónimo said...

Já que se falou de Montargil, quero chamar a atenção de quem circula habitualmente na estrada nacional que liga Montargil a Ponte de Sor, para repararem atentamente na deficiente sinalização que aí impera. Quem não se lembra do terrível acidente que ceifou a vida a sete jovens há quase um ano atrás. Nem essa terrível enormidade serviu para que essa lomba, que quando se entra na curva se assemelha a uma recta, fosse devidamente sinalizada. Este é o exemplo mais premente, até porque lá se encontram as sete cruzes... mas muitos outros há facilmente observáveis...A quem de direito que se digne tomar medidas.

 
At 19 de julho de 2005 às 16:06, Anonymous Anónimo said...

Efectivamente ninguém nem nada devia morrer antes de tempo
( conhecia um dos jovens )...
A questão é: será que alguém partiu antes do tempo por nossa causa?
Continuemos pois a preocupar-nos uns com os outros, não doentiamente, e certamente que as coisas melhorarão.

 
At 19 de julho de 2005 às 17:41, Anonymous Um montargilense said...

Mon targil está quase a sair de cena.

Estão todos bem?

 
At 19 de julho de 2005 às 19:01, Anonymous Anónimo said...

Desde quando é que olhar atentamente o que nos rodeia e verificar erros visíveis e fáceis de melhorar se considera olhar doentiamente?? Francamente...

 
At 19 de julho de 2005 às 19:13, Anonymous Anónimo said...

Não queria ofender.

Por outro lado, todos vamos ter de morrer um dia...

 
At 19 de julho de 2005 às 19:57, Anonymous Joaquim said...

E é assim, agora para comunicar temos de ir à procura de Montargil...
Mas, antes assim do que nada.
Além de uma alimentação mais saudável, o que não quer dizer sem sabor,tenho descoberto que faz todo o sentido a reencarnação. Coisa em que aliás acreditam muitos judeus ainda hoje e todos os budistas, e, em que acreditavam os judeus primitivos.
Agora o descanso eterno é que não faz sentido nenhum.
Segundo esta teoria pois,qualquer bebé pode ser o nosso avô,mãe, filha... os quais procuramos tratar ainda melhor do que eles nos trataram.

 
At 20 de julho de 2005 às 20:14, Anonymous Anónimo said...

VOTEM MAIS NO PINTO, VOTEM QUE É PARA ELE ACABAR COM O QUE AINDA RESTA DAS FREGUESIAS DITAS DA CDU.

 
At 20 de julho de 2005 às 20:42, Anonymous Anónimo said...

Realmente, do modo como o actual governo nos tem tratado, em Outubro temos de ir todos votar contra eles!

 
At 22 de abril de 2010 às 23:05, Anonymous Anónimo said...

alguem sabe se o sr. presidente da camara ainda ta de folga das suas funções de gamanço e desvios da autarquia, ou o buraco cada vez ta maior?

 

Enviar um comentário

<< Home