sábado, 17 de fevereiro de 2007

OLHE QUE NÃO SENHOR ENGENHEIRO, OLHE QUE NÃO!!!


Se todos os autarcas deste País que estão arguidos fossem suspender o mandato de certeza que o País não estava a funcionar neste momento.

Carmona Rodrigues

FUNCIONAVA, SEM CORRUPTOS E VIGARISTAS.

Etiquetas:

3 Comments:

At 17 de fevereiro de 2007 às 14:22, Anonymous J.G. said...

De arguido em arguido, até à dissolução final.

 
At 17 de fevereiro de 2007 às 14:27, Anonymous Pedro Manuel said...

Fontão suspendeu o mandato Marques Mendes encosta Carmona à parede Marques Mendes retirou ontem a confiança política ao vereador Fontão de Carvalho, e encostou Carmona Rodrigues à parede.
Horas depois, o número dois de Lisboa suspendia o mandato

A expectativa ao longo da tarde de ontem era saber como reagiria Carmona Rodrigues ao ultimato do líder do PSD, estando em aberto todos os cenários, até mesmo o da sua demissão. Embora considere este caso «completamente diferente» daquele que envolve a vereadora Gabriela Seara (que suspendeu o mandato por causa do processo da Bragaparques), Mendes não perdoa a «falta de lealdade política» de Fontão por ter escondido, tanto à direcção do PSD como à distrital de Lisboa, o facto de ter sido constituído arguido há mais de três meses no caso dos prémios atribuídos indevidamente aos administradores da EPUL.
In: Sol

Muito provavelmente, e a avaliar pelo silêncio comprometedor de Luís Marques Mendes, o líder do PSD deve estar à espera que ocorra um terramoto na Capital ou mesmo um Tsunami vindo do rio Tejo - onde Marcelo rebelo de Sousa costuma dar mergulhos em período eleitoral, para tomar decisões com efeitos imediatos no tempo e no espaço.

Dado o laxismo e inércia da São Caetano à Lapa qualquer dia o tsunami cai é na própria liderança do PSD, e Santana Lopes já começou a afiar as facas.
Parece que aqui segue as pisadas do seu irmão-ideológico, Paulinho das feiras, ambos querem o mesmo: derrubar as lideranças que estão e serem eles próprios os novos generais.
Coitados, ainda julgam que a história se repete ou desconhecem que só muito dificilmente se pode voltar a ser feliz onde em tempo isso já sucedeu.

Mas, lá bem no fundo, compreendemos a decisão ao retardador de Marques Mendes, a Capital trata-se do último reduto que ele tem para fazer política e colocar alguns boys & girls que no PSD sazonalmente se encontram desempregados.
Aliás, devemos dizer que quando a autarquia cair, o que deverá estar para breve, o ministro do Trabalho Vieira da Silva - que se cuide, porque o desemprego irá bater nos dois dígitos em Portugal, a avaliar pelo números de cunhas que Carmona meteu na Câmara a pedido do Preto (que é a sua especialidade, cunhas..) e de Marques Mendes.

Por último, fica-se sem saber se a decisão de retirar a confiança política ao sr. Fontão, que é uma verdadeira nulidade política e banalidade intelectual, teve origem na cabecinha de Marques Mendes ou se foi orientação de Paula Teixeira da Cruz.
Inclino-me mais para este opção...

 
At 17 de fevereiro de 2007 às 19:06, Anonymous W. said...

Porra, estamos bem lixados, quando a pouquíssima corrupção que é investigada chega para parar o país.

Imaginem o que seria se lhe juntarmos toda a outra que existe e que nunca chega à justiça.

Que raio de país este.

 

Enviar um comentário

<< Home