segunda-feira, 7 de abril de 2008

PONTE DE SOR: PEQUENA LUZ PARA OS TRABALHADORES DA DELPHI?

Multinacional norte-americana Tenneco quer comprar Delphi de Ponte de Sor



O futuro dos quase 500 trabalhadores da unidade da Delphi em Ponte de Sor, Portalegre, pode afinal vir a ser mais risonho do que era esperado quando, na sexta-feira, foi confirmado o fecho da fábrica no primeiro trimestre de 2009.


O Jornal de Negócios apurou que a multinacional americana Tenneco está interessada em comprar as instalações da Delphi em Ponte de Sor, depois de no início de Março ter acordado a compra de vários activos, nos EUA, da empresa norte-americana.

A Tenneco - um dos líderes mundiais no design, produção e venda de controladores de emissões, no valor de cerca de 3,9 mil milhões de euros (6,2 mil milhões de dólares à cotação de sexta-feira), e 21 mil empregados - não é, no entanto, a única potencial compradora.
Na corrida há ainda duas empressas portuguesas, tal como afirmou o presidente da AICEP, Basílio Horta, confirmando a notícia avançada pelo Jornal de Negócios Online na sexta-feira à tarde.

Tânia Ferreira
Rui Neves
Miguel Prado


Etiquetas: , , ,

30 Comments:

At 7 de abril de 2008 às 12:35, Anonymous Anónimo said...

Taveira Pinto costuma gabar-se de ser o grande responsável pela vinda de várias empresas para Ponte de Sor. Veremos se agora também se gaba desta ter-se ido embora.
Porque se quer ficar com os louros das coisas que correm bem, também tem de ficar quando as coisas correm mal.
Ou é como o Governo: quando a economia cresce, é mérito do Governo; quando à recessão, a culpa é da conjuntura internacional.

 
At 7 de abril de 2008 às 13:56, Blogger miguel said...

caro anónimo..

numa noticia desta natureza devia era enaltecer a possibilidade de uma solução para este problema, em vez de estar com comentários impróprios, visto estar a esquecer o factor social e humano dos trabalhadores da delphi e de toda a economia do concelho de Ponte de Sôr e da região envolvente....

 
At 7 de abril de 2008 às 14:02, Anonymous Anónimo said...

"Taveira Pinto costuma gabar-se de ser o grande responsável pela vinda de várias empresas para Ponte de Sor. Veremos se agora também se gaba desta ter-se ido embora.
Porque se quer ficar com os louros das coisas que correm bem, também tem de ficar quando as coisas correm mal.
Ou é como o Governo: quando a economia cresce, é mérito do Governo; quando à recessão, a culpa é da conjuntura internacional."
"Segunda-feira, Abril 07, 2008 12:35:00 PM"


você só pode ser uma pessoa muito inculta e má...

Ao escrever um comentário deste tipo!

...no comments...

Foi a 1ª Vez que escrevi algo aqui, mas pessoas como o sr/sra, bem, obrigado por existir.

 
At 7 de abril de 2008 às 14:43, Anonymous João Silva said...

Caros Conterrâneos,
esperamos que o negócio anunciado com "TENNECO" se possa concretizar,(que não seja uma falsa balela, como aquele que foi anunciado pelo senhor ministro da economia Manuel Pinto, para a "DELPHI" da Guarda há um ano atráz) a bem dos trabalhadores da "DELPHI" e do concelho de Ponte de Sor.
Ficaremos todos a ganhar.

 
At 7 de abril de 2008 às 15:04, Anonymous Anónimo said...

1º Não conheço nenhuma empresa que tenha vindo para Ponte de Sor por obra e graça do Taveira Pinto. Ele não tem poder nem influência para tal;

2º Se uma empresa desta dimensão quisesse vir para Ponte de Sor, certamente não era com o Taveira Pinto que eles iam falar. Iam falar sim com o ministro da economia e recorriam a instituições como a AICEP, CIP e outras. Se passarem algum cartucho ao Pinto seria na altura de cortar a fitinha como aconteceu com a abertura do Modelo em Ponte de Sor (o Belmiro não precisava do consentimento do Pinto embora este não admita tal coisa);

3º Depois acho que isto não tem nada a ver. O cerne da questão não tem patavina a ver com o Taveira Pinto e quanto menos esta andorinha e os seus pardais se meterem no assunto, melhor. A altura é de negociações e não é tempo de espantalhos a atrapalhar;

4º Espero que este negocio siga em frente ou um outro qualquer ou até mais que um. As instalações são grandes e há muito terreno para ocuparem. Se for mais que uma empresa melhor ainda.

5º Espero que seja compra directa de activos. Tal e qual como disse muitas vezes, muitos do que lá trabalham com o rei na barriga, já estão danados por haver possibilidade de não irem para o desemprego e mamarem uma bruta indemnização.

 
At 7 de abril de 2008 às 21:56, Anonymous Anónimo said...

Quando os potencias compradores da Delphi virem que Ponte de Sor tem uma rede viária vergonhosa de acesso a Espanha ou a Lisboa, batem em retirada.

É URGENTE que o Pinto exija do Governo Socialista um Itenerário Complementar que ligue o Conselho à rede de Auto-Estradas Nacional.

Como é que podemos cativar investimento se estamos a horas de ligação dos canais de escoamento??????

 
At 7 de abril de 2008 às 22:44, Anonymous Anónimo said...

A Tenneco vai comprar a fábrica de ponte de sor,como já comprou a "delphi-Keetering" e a "delphi- Vandália" vai continuar a fabricar apoios de suspensões, vai trazer mais encomendas dos EUA para P.Sor, mas primeiro a direcção da fábrica vai mandar os trabalhadores todos para o olho da rua, mente-lhes que esta vai fechar e dá -lhes uma esmola de 2 meses por cada ano de antiguidade. Depois é so contratar jovens com contratos temporários, a receberem o ordenado mínimo, sem subsídios de férias e de natal, sem férias e quado não houver trabalho vão para a rua sem aviso prévio.este é o futuro da delphi em ponte de sor

 
At 7 de abril de 2008 às 22:50, Anonymous Anónimo said...

este ultimo é parvo. Dois meses é pouco? um mês como manda a lei e mais nada. Gulosos do catano. Deves ser daqueles da Delphi que toda a gente sabe o que querem. Transcrevo o que acabei de escrever num artigo mais recente: ..."ah ah ah ah ah!!!! Estes sindicatos atrapalham-se uns aos outros. Vai ai um imbróglio pouco grande vai. Ainda são esses tipos (essa merda desse Nelson Freitas) que vão arrastar os funcionários para a miséria. Eu não disse nos comentários relativos aos primeiros artigos que a negociação das indemnizações não teriam os mesmos critérios das indemnizações do pessoal que saiu há uns tempos atrás (dois salários por cada ano de trabalho fora alguma outra barbaridade de má gestão que desconheça). "Delphi: Sindicato exige propostas concretas e escritas sobre fecho da fábrica de Ponte de Sor
07 de Abril de 2008, 18:22". Aqui só vi preocupações com indemnizações. No que refere as propostas de negociação para continuar ou substituir a actual produção com a DELPHI ou outra empresa qualquer interessada só metem meia dúzia de palavras para parecer bem. Já há trabalhadores que recusam o valor da indemnização? Pois já se esperava que não fosse do agrado de muitos. Foi um grave erro da administração da Delphi ter dado mais do que a lei exige quando saíram os primeiros trabalhadores por mutuo acordo. Erro porque a maioria dos que ficaram não entendem que o mutuo- acordo é diferente do despedimento colectivo e que as normas especiais que são as do despedimento colectivo não são de mutuo acordo (basicamente a DELPHI não se vê obrigada a aceitar a proposta do sindicato e os trabalhadores vão para a rua quer queiram quer não queiram). Digo-vos que não fico contente por a DELPHI fechar, nem desejo miséria a ninguém. O aspecto de maldade que tenho vindo a demonstrar só se aplica aos abusivos da casa que são muitos e que tinham o descaramento de vir cá para fora a esfregar as mãos e a discriminar o valor que iriam receber ao cêntimo. No caso desta entrevista, não conheço tal casal mas dadas as circunstâncias, é esta gente que precisa de apoio. Não casos como o entrevistado de sábado ao balcão de um bar. Desse não tenho pena. E tenho duvida que nesse caso, o subsídio de desemprego exista se ele se inscrever para tal. Não acreditem outra vez no que vos digo...". O desconhecimento minimo da lei deve-se a esse Nelson de merda

 
At 7 de abril de 2008 às 22:51, Anonymous Anónimo said...

Entao jovem para quem 2 meses é pouco. Diga lá qual é a sua proposta?

 
At 8 de abril de 2008 às 19:16, Anonymous Anónimo said...

quando so abre a boca para dizer porcaria mais valia estar calado.espero que nunca passe o mesmo que estas pessoas,, noto ai muita maldade primeiro olhe por si de cima abaixo se for perfeito entao fale' que eu duvido q.ue seja uma pessoa com caracter.ou um grande palerma

 
At 8 de abril de 2008 às 19:42, Anonymous Anónimo said...

CARO AMIGO,AO AMIGA TEM MUITA RAZAO ESTES CUMENTARIOS NAO SAO DE GENTE DA NOSSA TERRA ,POR ISSO FASSAM AS MALAS E VAO EMBORA .SE FORAN DE PONTESSOURENCES SAO UMA NODOA

 
At 8 de abril de 2008 às 22:11, Anonymous Anónimo said...

Sou de Ponte de Sor sim. Só digo o que muitos trabalhadores já tiveram o descaramento de dizer. Que se estavam a cagar porque iriam receber uma brutal indemnização. Acha que tenho pena desses? Estou-me a cagar para eles. Também estou farto de dizer que há lá muito boa gente que merece realmente apoio. Então 3 meses por cada ano de trabalho? Casais a sair com mais de 100 mil euros por mes? Curem-se. E devo ser mais PONTESSORENSE que você que nem isso sabe escrever. Bem vistas as coisas você é analfabeto. "CARO AMIGO,AO AMIGA TEM MUITA RAZAO ESTES CUMENTARIOS NAO SAO DE GENTE DA NOSSA TERRA ,POR ISSO FASSAM AS MALAS E VAO EMBORA .SE FORAN DE PONTESSOURENCES SAO UMA NODOA". Vá aprender a escrever que quase me vomitava a ler o seu comentário. Aproveite o programa de formação do governo.

 
At 8 de abril de 2008 às 23:10, Anonymous Anónimo said...

A delphi comeu a carne aos trabalhadores, agora vai ter que pagar os ossos, 3 meses por cada ano com um valor base mínimo de 1500 euros por mês ou luta. se quiserem pagar o que é de lei fassam um despedimento colectivo e devolvam os biliões que receberam de apoios, que fica-lhes 100 vezes mais caro.no alentejo é assim.

 
At 8 de abril de 2008 às 23:10, Anonymous Anónimo said...

estas com inveja ,fosse para la trabalhar .ainda estas a tempo pare-se que a camara da transporte para castelo branco aproveita e trabalha vinte e tal anos pode ser que apanhes tambem.a leva companhia para ser a dobrar

 
At 9 de abril de 2008 às 23:53, Anonymous Anónimo said...

Até concordo com indemnizações mas desde que sejam sérias...isso dos 3 ordenamos por cada ano de trabalho....esperem lá... anão ser que descontem os meses em que estiveram de ferias e que receberam a dobrar...os feriados os fins de semana..etc etc....e mais ...por mim não teriam direito a subsidio de desemprego nenhum...ou a indemnização ou o subsidio....trabalham 8 meses por ano e recebem 14? acham justo para quem paga???? não estou a falar so da delphi mas da forma como as coisas funcionam...acham que produzem nesses 8 meses pra receberem 14 e ainda terem direitos e direitos e direitos e direitos? nunca se viu um sindicato apoiar um despedimento com justa causa...será que nenhum trabalhador nunca se portou de forma realmente má que justifique um despedimento?????
assim não há pais que cresça...acho muito bem que as pessoas recebam bem mas o problema é da mentalidade dos portugueses...da sua falta de profissionalismo e dedicação ao trabalho...de preservar esse trabalho e não olharem pro patrao sempre como "aquele que anda em bons carros e janta nos melhores restaurantes"...é preciso dar valor e defender o patrão e o seu mérito em criar os vossos empregos e de os manter durante tantos anos...por aqui me fico

 
At 9 de abril de 2008 às 23:55, Anonymous Anónimo said...

isso é bem verdade se formos ao fundo das coisas

 
At 9 de abril de 2008 às 23:59, Anonymous Anónimo said...

por isso é que so se criam em Ponte de Sor e noutras PSores empresas familiares ou de um unico empregado q é o proprio....ninguem quer ter pessoas a trabalhar que assim que passam ao quadro so pensam na hora de sair...nas ferias...em sair mais cedo...em faltar 1 dia e meio todos os meses so pq tem direito mesmo que seja pra ir á feira comprar alfaces...e quando as coisas estão mal pro patrão (não estou a falar da Delphi"...nunca têm pena dele...aí so sabem exigir os seus direitos....

 
At 10 de abril de 2008 às 18:04, Anonymous Anónimo said...

ate estou de acordo nalgumas coisas , mas tambem o nosso patronato tem uma memtalidade de atrasados ,quando um espanhol forma uma empresa e tem lucros quer logo abrir outra ,os portugueses qando abrem uma e tem lucros,compam uma vivenda um jipe e vao de ferias para o brasil.

 
At 10 de abril de 2008 às 18:08, Anonymous Anónimo said...

desculpe pelos erros pois ainda nao domino estas cisas do computador

 
At 11 de abril de 2008 às 21:28, Anonymous Anónimo said...

delphi esta acoagir os trabalhadores com a ajuda de alguns como por exemplo , esperto,jorge marques, e mais grave alguns do sindicato como o Nelson que traiu os seus colegas .mas a mais traidores ,OS COBARDES E OS TAIS QUE NUMCA FIZERAM NADA SO SOUBERAM SER UNS GRANDE XULOS JA FORAM LA LAMBER OS....... PARABENS ca se fazem ca se paga

 
At 11 de abril de 2008 às 21:51, Anonymous Anónimo said...

A verdade tem que ser dita SO falam dos operarios que ganham setecentos euros..QUE ficam ricos ..entao os que nessa empresa ganham mais de dois mil euros e mais, bem mais, que eu nao digo para nao ,terem ataques cardiacos

 
At 12 de abril de 2008 às 01:24, Anonymous Anónimo said...

Meu caro, esses senhores com esses salários que o senhor menciona ja la nao estao. Viram a coisa negra e nao esperaram por negociaçoes de merda que até fazem rir os da Yazaki. Os bons safam-se.

 
At 12 de abril de 2008 às 15:28, Anonymous Anónimo said...

e verdade por acaso e, mas os ratos sao sempre os primeiros a abandonar o barco ,Espero que esses tais consigam viver sem remorsos, e peço a DEUS.que tenham sorte na vida .Mas la diz o ditado a justiça de deus tarda mas nunca falha .

 
At 12 de abril de 2008 às 19:37, Anonymous Anónimo said...

Mas você é estúpido ou quê? Por terem seguido com as suas vidas sem estarem à espera de tontarias têm de ser discriminados e apelidados de ratos? Qual é o seu problema? O que é que queria que eles fizessem? Remorsos do quê? Remorsos por continuarem com uma vida descansada e não continuarem na DELPHI por mera solidariedade? Esse tipo de solidariedade como deseja não mete o pão na mesa. Então o senhor por ter uma vida miserável tem o direito de obrigar os outros a partilhar esse tipo de vida? Olhe que também não abundo em dinheiro mas tenho noção da decência e concordo e louvo aqueles que não se encostaram à espera de indemnizações milionárias que nunca irão existir como vocês, sem direito, querem. É a vantagem do diploma e do conhecimento que nos dias de hoje também não é dado certo para o sucesso. Mas isso, aliado à experiencia e à boa imagem que transparecem por não irem em cantilenas de sindicatos “bastardos, só para não ter de lhes chamar filhos da puta”, é uma mais valia para continuar uma carreira de sucesso. Acho muito triste que nesta terra não se possa vingar na vida pois é logo de desconfiar. Dor de cotovelo é tão feio. Viva a mediocridade! Viva as indemnizações milionárias e as disparatadas exigências sindicalistas! Terra a quem trabalha!
Estou a espera que o processo negocial se arraste no tempo e estou também à espera que muitas pessoas acabem por desistir por terem oportunidades vantajosas que não irão desperdiçar por mesquinhice. Só espero que essas nobres pessoas, que ao abdicarem de um direito por outro ainda maior, valorizando a sua vida e dando um novo rumo ao futuro dos seus filhos, não sejam enxovalhados como outrora aconteceu.
Espero que, nesse as aspecto de valores, tenha havido progressos.

 
At 12 de abril de 2008 às 22:47, Anonymous Anónimo said...

Primeiro . a minha vida deve ser melhor que a sua de certeza ,trato bem .todos os meus funcionarios , NUNCA LIXEI nenhum. POR ISSO SOU RESPEITADO ,e graças DEUS tenho sorte, a partir de agora vou ter mais cuidado ,nao me apareça aqui alguem com um diploma que tenha trabalhado nessa empresa ,eles estao a vir para norte .livra

 
At 12 de abril de 2008 às 22:54, Anonymous Anónimo said...

Nao seja assim. Nao sabe do que fala. Caso nao saiba, as ultimas encomendas para a DELPHI foram conseguidas por esses tais diplomados que o senhor tanto critica. Podem ser cagões e tudo mais que sei bem de quem está a falar mas a competencia ninguem lhes tira. O problema foi meramente por forças económicas e o virar radical da tecnologia à qual a DELPHI não tinha capacidade de responder

 
At 13 de abril de 2008 às 17:42, Anonymous Anónimo said...

tenham calma .alguns do sindicato ate vao jantar com as partes do outro lado .La para os lados de Abrantes,e porque esta acorrer bem ...e preciso serem espertos ate ai foram descobertos,+

 
At 18 de abril de 2008 às 20:06, Anonymous Anónimo said...

Sou diplomada, pontessorense de fim de semana, e espanto-me sempre que visito esta página. Por um lado, tenho pena de não conseguir emprego na minha terra, mas por outro alegro-me de não conviver com gente mesquinha e INVEJOSA, como aqui o demonstram alguns. Parece-me que só torcem pela desgraça dos trabalhadores da delphi, pq estes vão receber a dita indemnização.
Gostaria de vos abrir os olhos, uma vez que, caso não se lembrem a economia da nossa terra vai sofrer um grande rombo, e se aí pouco já se tem, dps do fecho da Delphi, vai ser lindo!
Pode ser que dps, os Srs que torcem pela desgraça alheia, pensem que talvez deviam ter sido mais contidos com o veneno que espalharam a 4 ventos.
Tenham vergonha, cambada de invejosos!!

 
At 18 de abril de 2008 às 20:12, Anonymous Anónimo said...

Gostaria de deixar aqui um comentário para quem criticou os diplomados que se foram embora tratar de vida:

Estudassem!

Pelo menos teriam outras hipóteses na vida, não sendo linguarudos e mesquinhos com a vida alheia...

 
At 18 de abril de 2008 às 22:13, Anonymous Anónimo said...

vAMOS LA POR ORDEM NISTO,.Claro que tem que haver pessoas com estudos os seus pais fizeram sacrificios muitos deles para os filhos estudar ,e de louvar ,mas nem todos podiam fazer isso ,certo,agora e verdade como em todas as coisas da vida a bom e mau , e tenho quase a certesa ,tirando um ou dois o resto ,minha nossa

 

Enviar um comentário

<< Home