terça-feira, 5 de outubro de 2010

5 DE OUTUBRO


Antero

Etiquetas:

20 Comments:

At 5 de outubro de 2010 às 22:24, Anonymous Anónimo said...

Inauguração de uma Escola nova e reinauguração de outra recuperada hoje em Ponte de Sor. Se isto não é obra feita, venham daí os pseudo comentadores largar veneno.

 
At 6 de outubro de 2010 às 01:24, Anonymous Anónimo said...

Escola nova onde não há capacidade para colocar todos os alunos.
Bela escola sim senhor....

 
At 6 de outubro de 2010 às 15:08, Anonymous Anónimo said...

O centenário da republica foi comemorado com pompa e circunstancia.
Há cem anos atras, havia três classes sociais, o povo, o clero (igreja), e os ricos, com títulos, ou sem eles.
Os ideais republicanos, como foram apresentados, eram o ideal, progresso, instrução primaria para todos, igualdade entre homens e mulheres, o fim das mordomias da igreja e uma redistribuirão das riquezas nacionais.
Tudo muito bonito tudo muito prosaico, mas a realidade veio a ser outra. Houve coisas que foram feitas, mas passado pouco tempo estava tudo na mesma ou pior!
Passados cem anos, temos uma fotocopia muito parecida, só não é igual porque a fotocopiadora evoluiu. Temos os Srs. Cavacos, temos os Srs. Socrates e os Srs. Pintos, sim são estes agora que nos governam.
Como há cem anos, continuamos a ter uma cultura de vassalagem, pedinchice, medo de questionar, para não perder direitos supostamente adquiridos.
Conterrâneos uma escola inaugurada acho muito bem, não fizeram mais que a sua obrigação e o seu dever, foram eleitos para isso mesmo.
Agora quando esses mesmos dinheiros públicos, são gastos em viagens inúteis e obscenas, ai deveríamos pedir responsabilidades. Pedimos?
Não!
Somos todos demasiado subservientes para denunciar, para questionar.
Ao ponto que chegou o meu, o nosso concelho e o nosso Portugal.

Mestre Lopes

 
At 6 de outubro de 2010 às 15:31, Anonymous Anónimo said...

Boa tardes.
Alguns comentadores, ou são burros ou são cegos. A situação actual do País é na verdade dificil, mas com um pouco de lembrança, recordar-se-ão que a cedência do Sócrates a alguns que se dizem professores foi o inicio da derrapagem, sendo o unico beneficiário directo, o mário nogueira, para ocupar o tacho do carvalho da silva, e isto com o apoio de alguns professores que militam na direita. Depois surgiu a contestação dos policias, que quem conhece bem, uma maioria, não passam de uns chulos que se aproveitam da situação para sacar mais uns cobres ao simples comerciante. Depois vêm as forças armadas (oficiais e alguns pançudos dos sorjas) que não prescidem dos muitos previlégios que possuem, como cantinas, hospitais (um para cada ramo das forças armadas), as promoções por antiguidade e não por competência (como acontecia com os ditos professores). São os submarinos do paneleiro do Paulo Portas. Quanto à cidade de Ponte de Sor, são cegos ou burros os que não verificaram o desenvolvimento nas vias de comunicação, no parque desportivo, nos parques de lazer, nas Escolas, na limpeza das ruas, etc, etc, etc.

Mestre Lápis

 
At 6 de outubro de 2010 às 15:52, Anonymous Filipe said...

Neste nosso concelho de Ponte de Sôr, neste nosso distrito de Portalegre,neste nosso Portugal, vai tudo bem!
Eles, a corja de políticos eleitos, pelo voto dos trolhas, vão ficando mais anafados e mais cheios de dinheiro desviado à custa do do voto esmagador dos trolhas.
A miséria é galopante, mas a corja, diz de barriga cheia, que vai tudo bem!
Eles gastam milhões, em obras, acontecimentos, o desperdício de dinheiros públicos que obrigam ao aumento dos impostos a pagar pelos trolhas, mas vai tudo bem!
Como afirmou um grande senhor, "é o estado a que isto chegou"...

 
At 7 de outubro de 2010 às 16:58, Anonymous Anónimo said...

Foda-se!
Entreguem esta merda de vez aos credores.
A menos que seja para fazer a nova ponte pedonal e comprar mais uns aviões aos sucateiros.

 
At 7 de outubro de 2010 às 17:28, Anonymous Anónimo said...

Não se equeçam de ver amanhã a selecção portuguesa, à moda do Paulo Bento, a ganhar à Noruega, nem que seja por um bacalhau a zero!

 
At 7 de outubro de 2010 às 18:08, Anonymous Anónimo said...

Há alguns dias fomos informados dos novos impostos, do corte em salários e prestações sociais, tudo porque os "mercados", os novos deuses do mundo moderno, assim o exigiam. O País já não aguentava juros mais caros e corriamos o risco de ver aterrar na Portela o FMI. Que medo dissemos todos a tremer.
Agora, é esse mesmo FMI que aí vinha, que nos vem diz que estas medidas tomadas pelo nosso governo nos vai atirar para uma nova recessão e fazer aumentar o desemprego. Mas, pelo menos deveriamos ver os mercados a aplaudir e a baixarem-nos os juros da divida. Deveriamos, mas não vimos, porque agora duvidam da nossa possibilidade de pagar a divida exactamente por estarmos em via de entrar em recessão. Por isso aumentaram-nos ainda mais os juros.
Presos por ter cão e presos por não ter. Como sair deste circulo vicioso? Pessoalmente só vejo uma solução, quebrar o circulo, mudar de sistema. Haja vontade e coragem para isso.

 
At 7 de outubro de 2010 às 18:12, Anonymous J.T. said...

Venham mais cinco
Avionetas
Que eu pago já
velhas, não minto
em breve esticam
e ficam no hangar

Têm má pinta
Sucata pura
a desmantelar
Espada sem cinta
Ninguem Já pode
acreditar!

Não me obriguem
Do livro de cheques
Puxar
Pra sucata
buraco e ferrugem
Pagar

ti-ri-ri-ri-ca
t-ti-ri-ri-ri-ca
ti-ri-ri-ri
Pior que está não fica!

(BIS)

A gente, muda
Pagando sempre mais
Eu bem sei
não pede ajuda
Prefere passar fome?
OK!

A bruxa é dura
Mas foi posta na rua,
E bem!
Mas esta Alçada
É um bluff
Que não engana ninguém...


Não me obriguem
Do livro de cheques
Puxar
Pra sucata
buraco e ferrugem
Pagar


Bem me diziam
Bem me avisavam
Como era a lei
Na minha terra
Quem gasta
mais em armas
É rei...

ti-ri-ri-ri-ca
t-ti-ri-ri-ri-ca
ti-ri-ri-ri
Pior que está não fica!

(para encaixar na música do Zeca Afonso)

 
At 10 de outubro de 2010 às 12:09, Anonymous Anónimo said...

Este governo está com medo, fez á pressa e em cima do colo mais umas medidas com que intuito... Evitar a entrada da FMI em portugal, com todas as consequências que existiria, ou existirá pois a meu ver o FMI é um dado adquirido. tem de acabar as pseudo fundações que apenas e só serve para empregar familiares, amigos e compadres. tem de haver uma redução de Deputados, de secretáerios, assessores. Eu interrógo-me porque ainda não entrou esse dito terror mas que a mim me agrada e muito, não entrou devido a Durão Barroso. Não pelos lidos olhos mas por respeito e tambem porque PORTUGAL não tem nada para dar, nem é um pais influente, apenas a sua costa Maritima tem algum valor mas como estamos sempre, ou quase, de acordo com COTAS PESQUEIRAS deixam-nos passar despercebidos. Meus senhores NÃO SOU INVEJOSO, NEM OLHO PARA O LADO COM DESDEM, APENAS SEI QUE TUDO TEM UM COMEÇO E UM FIM!!!! TODOS NÓS ACABAREMOS RUMO AO INFINITO E REDUZIDOS A PÓ. NÃO GOSTO DAS ESTUPIDAS OPINIÕES DA NOSSA CDU MUNICIPAL QUE TUDO FAZ E NADA CONSEGUE, ACHO RÍDICULO... MAS TAMBEM NÃO GOSTO DO NOSSO PS MUNICIPAL QUE MAIS TRANSPARENCIA PODE MOSTRAR. TENHO PENA DO PSD MUNICIPAL QUE DEIXOU PARTIR UM BOM HOMEM (Sº LIZARDO) ESPERO VÊ-LO NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES (SENDO MILITANTE DO PS) PENSO SER PESSOA COM PERFIL PARA SUCEDER A PRESIDENCIA DA CÂMARA!!!

 
At 11 de outubro de 2010 às 00:02, Anonymous Anónimo said...

De que serve os concursos para a nossa câmara ?
O centro de emprego chama desempregados para se inscrever nos tais concursos como é de lei no artigo 13 mas, o que se está a verificar é que antes de se fazer as provas já se sabe quem fica isto é pura aldrabice não estou contra as pessoas que estão nestes trabalhos a obrigação dos responsáveis deviam era deixar-se destas macacadas porque algum dia alguma das pessoas faz provas melhores e não entra podem-se dar mal.

 
At 11 de outubro de 2010 às 12:01, Anonymous Anónimo said...

Nova letra para o Hino Nacional



> Heróis do mal
> Pobre Povo
> Nação doente
> E mortal
> Expulsai os tubarões
> Exploradores de Portugal
> Entre as burlas
> Sem vergonha
> Ó Pátria
> Cala-lhe a voz
> Dessa corja tão atroz
> Que há-de levar-te à miséria
> P’ra rua, p’ra rua
> Quem te está a aniquilar
> P’ra rua, p’ra rua
> Os que só estão a chular
> Contra os burlões
> Lutar, lutar !

 
At 11 de outubro de 2010 às 14:04, Anonymous J.M.M. said...

A corja socialista e maçónica está a destruir Portugal.
Portugal hoje é um território e não já um Estado.

 
At 11 de outubro de 2010 às 18:20, Anonymous Anónimo said...

Não sendo Socialista, aconselho, no entanto os criticos a mudarem de Pais. Poderão utilizar várias vias, a saber; por estrada poderão ir até á Sibéria, por mar podem ir até ao Farilhão grande e por ar podem viajar até ao polo norte.

 
At 11 de outubro de 2010 às 23:59, Anonymous Anónimo said...

Muito obrigado a estes excelentes governantes de grande visão para o nosso futuro que logo após terem fodido mais uma vez os trolhas, foram a correr comprar uns aviões que estavam a fazer uma falta do caralho para brincar à batalha naval e essas coisas e ninguém lhes aperta os tomates num torno ou lhes enfia um submarino pelo cu acima e isso.., mas cada um safa-se como pode e se não há compras não há comissões ou contrapartidas ou lá o que é.., eu primeiro ainda pensei que hoje seria o primeiro de abril e tal, ou que fizesse parte da rábula das comemorações da república mas pensando bem, é bom que os gajos que fazem de militares num país sem forças armadas estejam preparados para a luta submarina não vão os invejosos aqui do lado atacarem-nos com alguma esquadra de cagalhões.

 
At 12 de outubro de 2010 às 13:26, Anonymous Anónimo said...

Mais uma viagemmmmmmmmm.
Que corra tudo pelo melhor.

 
At 12 de outubro de 2010 às 13:47, Anonymous M. said...

A doença propaga-se, como cancro.
As células más multiplicam-se, imparáveis.
Para se protegerem, matam as células boas,
e viram as defesas do organismo contra o próprio.

O tumor engorda sem parar
e o organismo emagrece sem parar.
A anarquia instalada, e o egoísmo da doença,
deixaram de ser sustentáveis.

A peçonha açambarca todos os recursos.
Cada célula, cada órgão, cada sistema,
tenta sobreviver individualmente.
As funções vitais diminuem, e param.

Os parcos recursos, vitais, são desperdiçados.
Investe-se em maquilhagem, para esconder os sintomas,
e, criminosamente, investe-se na propagação da doença.
O corpo exige transfusões cada vez maiores.

Até quando Portugal, Ponte de Sôr, entregues a tais curandeiros?
Até quando este desgoverno,
este cancro, maligno, nacional?

 
At 13 de outubro de 2010 às 15:19, Anonymous Anónimo said...

http://www.youtube.com/watch?v=wg5SU_bDNsA&annotation_id=annotation_928343&feature=iv

Deviam haver mais politicos destes, principalmente por cá.

 
At 13 de outubro de 2010 às 15:57, Anonymous Anónimo said...

Esta canalha só sabe dizer mal...

 
At 14 de outubro de 2010 às 13:08, Anonymous Anónimo said...

Tu deves viver muito bem?
És roubado todos os dias, mas vives no pais das maravilhas!

 

Enviar um comentário

<< Home