sábado, 24 de fevereiro de 2007

HOJE É O "SOL" QUE FALA NO ASSUNTO


Clique na imagem para ampliar
In: Semanário "SOL"
João Morgado
Página 31
Edição nº 24
24 de Fevereiro de 2007
www.sol.pt

Etiquetas: ,

25 Comments:

At 24 de fevereiro de 2007 às 17:36, Anonymous JER said...

A forma como alguns dos nossos políticos do partido do governo de José Sócrates querem combater a corrupção, de que alguns dos seus pares são os grandes incentivadores e beneficiários, lembra-me as coutadas turísticas onde as perdizes são criadas e soltas para que depois uma parte delas seja tranquilamente abatida, a maioria escapa e na próxima época volta-se ao mesmo exercício.

Basta olhar para a generalidade dos casos de corrupção ou para o espectáculo que está a ser dado pela Câmara Municipal de Ponte de Sor para se perceber que é bem mais fácil evitar do que combater.
Se os partidos e governos fossem criteriosos nas escolhas dos responsáveis da Administração Pública ou se os líderes partidários vissem as vitórias como um exercício de democracia e não como algo que se pode conquistar a qualquer custo, haveriam muitos menos corruptos.

No Estado, como nos partidos, a cultura da excelência deu lugar à do compadrio criando um ambiente de subserviência e oportunismo onde sobrevivem os mais oportunistas e corruptos.
É ridículo que sejam os responsáveis por este estado de coisas armarem-se em puritanos no parlamento com propostas generosas de combate à corrupção.

Veja-se o que o PS faz na Câmara Municipal de Ponte de Sor onde procedeu a um verdadeiro assalto com um exército de inúteis que precisa do partido para encontrar emprego.
São vereadores idiotas e assessores inúteis, todos eles pertencentes às clientelas pessoais de Taveira Pinto e do P.S..

Em vez de adoptarem leis para combater a corrupção talvez fosse mais útil que os partidos adoptassem regulamentos internos que evitassem que a sua própria sobrevivência dependesse da corrupção.

 
At 24 de fevereiro de 2007 às 21:33, Anonymous Anónimo said...

2 idiotas: joao pedro amante e morgado. canalhas ranhosos que nao metem medo a ninguem. 1 com cara de quem leva no cu todos os dias e o outro coitadinho, parece 1 triste de tao magrinho que é. Só se deve alimentar a folhas de alface ou alguma erva especial com o tosco do irmao que parece ter saido da selva. Cambada de comunismos estupidos. cresçam!!

 
At 24 de fevereiro de 2007 às 22:22, Anonymous Anónimo said...

Este anormal deve ser da quadrilha, quando nao tem argumentos vao pela lnguagem de analfabeto.

 
At 24 de fevereiro de 2007 às 23:26, Anonymous Francisco Silva said...

O desespero começa a ser enorme para o lado dos defensores do Dr. Pinto.

Como as vigarices e a corrupção é tanta, vão perdendo o tino.

As evidências, cada dia que passa são maiores, eles estão a ficar em pânico.

Este senhor e as suas damas de companhia, estão a ficar em sem argumentos.

 
At 24 de fevereiro de 2007 às 23:41, Anonymous Um Socialista, Republicano e Laico said...

Longe vão tempos que a secção do Partido Socialista de Ponte de Sôr era constituído por homens sérios, honestos, trabalhadores,(velhos republicanos, gente da campanha do Humberto Delgado, homens como o Inácio, o Victor, o Lourenço, o José Fernandes, o José Pedro, José Luís, etc).

Homens que nunca se serviram do PS, para nada, homens que desempenharam os seus cargos em troca de nada.

Hoje a secção é um núcleo dominado pelo corrupto do Pinto e os seus rafeiros, que só sabem servisse a eles à custa dos bens que são de todos.

Ponte de Sor, não podia descer mais baixo, o poder do município está podre:
- Cheio de corruptos e de corrupção.

 
At 25 de fevereiro de 2007 às 00:29, Anonymous Madamme Min said...

....que pobreza de espírito, esse vómito/comentário q um ressabiado qualquer escolheu para falar de 2 rapazes (e um ausente que n tem nada a ver com isto!), que bem ou mal fazem por lutar contra os poderes instalados, as nódoas que povoam e corroem este miserável burgo...é mais fácil ladrares umas mentiras no teu vocabulário buçal, não é?....que pobreza

 
At 25 de fevereiro de 2007 às 11:02, Anonymous Anónimo said...

há confusão na capoeira do GALO pinto ... salve-se quem puder

 
At 25 de fevereiro de 2007 às 12:18, Anonymous Anónimo said...

Será que O Pintinho e o Gatinho(Carita)ainda voltam a Ponte de Sor?? Seria melhor ficarem lá na Itália onde estão a passar Férias já à uma SEMANA À CUSTA DOS NOSSOA IMPOSTOS-A AUTÁRQUICA COM TAXA MAIS ALTA DO PAÍS.

 
At 25 de fevereiro de 2007 às 16:18, Anonymous Anónimo said...

Realmente está no "Sol" mas tal como outros políticos, os políticos de Ponte de Sor, também estão ao Sol. Porque não fazem chegar a questão às televisões? Falta de provas? Incapacidade de dar relevo ao assunto?

 
At 25 de fevereiro de 2007 às 22:26, Anonymous Anónimo said...

Onde é que andam as provas? nao têm! Quem é que leva a serio estes bastardos filhos da puta? quem me diz a mim se nao foi um destes bastardos a fazerem os telefonemas as escondidas só para foder o pinto? eh pah nao convencem ninguem.

 
At 25 de fevereiro de 2007 às 22:54, Anonymous Anónimo said...

Abre os olhos...

Porque é que o Pinto tem medo de mostrar as facturas?

 
At 25 de fevereiro de 2007 às 22:57, Anonymous J.L. said...

Qual a ligação entre estas empresas e pessoas?

- Solago - Investimentos Turísticos, Lda.;

- Hersal - Investimentos Turísticos S.A.;

- Grupo Carlos Saraiva;

- José Eduardo dos Santos;

- João José de Carvalho Taveira Pinto;

- José Socrates Carvalho Pinto de Sousa;

- Sonae;

- Orbitur;

 
At 25 de fevereiro de 2007 às 23:03, Anonymous Anónimo said...

O CHUCHALISTA

Não são carne, nem peixe, os chuchalistas,
São vírus parasita do sistema
Que tem no compadrio único lema
E se propaga célere nas listas

São mestres do disfarce e vigaristas,
De todas as campanhas são o tema,
Poluem um partido, entram no esquema,
Conhecem do poder todas as pistas.

Exímio defensor do capital,
Tem um perfil e pose democrata
Quando prega o amor ao social.

Ó chuchalista fino e de gravata,
Pra pregares aos pobres a moral,
Precisas de ter mesmo muita lata!

SL

 
At 26 de fevereiro de 2007 às 14:48, Anonymous Anónimo said...

Olha que dois! Realmente estes dois senhores são um exemplo para o concelho.. o paizinho do Amante só fez merda e encheu os bolsos de dinheiro à custa das aldrabices e da "gestão danosa" que agora filho iluminado, qual guerreiro vem tentar limpar a merda de imagem que o pai deixou... Em relação ao outro nem sei o que diga,... é comuna e basta!

 
At 26 de fevereiro de 2007 às 16:34, Anonymous João Luís Rodrigues said...

Pobres coitados estes xuxalistas de trazer por casa .
Cães de fila do vigarista e corrupto que é o bugalheira, é tempo de despertarem e olhar para as trafulhices que o vosso chefe tem feito ao longo do tempo que está na CMPS.
Basta ver as grandes obras, rotundas, fundações, estádio, campo de aviação, etc., e ver quanto dinheiro foi lá enterrado em trabalhos as mais, perdão, quando desse dinheiro foi parar às mãos do bugalheira e dos seus cães de fila.

 
At 26 de fevereiro de 2007 às 18:53, Blogger Pedro Manuel said...

"O pior analfabeto é o analfabeto político..."
Bertolt Brecht

Tenho um amigo intermitente, como a vida. E às vezes diz-me coisas que eu já sei, ainda assim fico a navegar nelas, a ponto de as mergulhar e caçar algo.

Esse algo remete para uma questão: como se faz um político em Ponte de Sôr?

- Que palavras, eficácia e autoridade são necessárias para fazer essa massa de potência política e pô-la em marcha e amanhã

- no município de Ponte de Sôr, numa distrital partidária, noutro qualquer órgão ou organização, pretende fazer política.

- Vejamos esse processo: todos nós sabemos que as palavras são terríveis, às vezes geram factos, mas não é qualquer cacique que os gera, precisamente porque não tem a autoridade (não é autor de conhecimento ou dum saber especializado)
- que demora a construir e se perde num ápice.
- Desse modo, todo aquele que pretende gerar um facto, tem óbviamente de procurar ascender aos tais níveis de Autoridade, a fim de que as suas palavras possam ser ouvidas e levadas a sério - encontrando nas populações as respostas aos seus desejos.

- Imaginemos agora que, por exemplo, o actual edil da "Cidade ascende a esse posto de comando em virtude das eleições.

O que é que ele teve de fazer???

Senão pôr macha toda uma tropa fandanga de "brancos e pretos" - que operassem a seu favor, ou seja, aqueles que ele entende poderem vir a ser-lhes útil na escalada das suas ambições até conquistar o poder.

- O político mais não faz, em rigor, do que mover essa massa disforme de gente que enche as salas de conferências e coloniza as ruas em vésperas de campanha eleitoral em prol do tal objectivo: servir o "chico esperto" que pretende organizar o rebanho e ser o seu pastor.
É isto que Taveira Pinto fez em Ponte de Sôr.
Nos outros países a mestela é parecida, mas com algum grau complementar de autoridade e de curriculo por parte dos agentes políticos.

- Tudo o que ele necessita de pensar é que há um lugar vago que ele quer ocupar, tudo o que precisa é afastar os outros que também pretendem esse lugar.
A luta política pela autarquia de Ponte do Sor, por exemplo, reflectiu isso ad nauseum.

Com Taveira Pinto e a sua Cambada de acólitos a ampliar essa naúsea.

Confesso que nunca fui com a cara do doutor, desde aí ainda pior. E cada um tem a cara que tem...
Mas quem percebe um pouco de política, i.é, de comportamento humano, e tem uma cultura média, para não dizer sólida, pensaria imediatamente: este gajo não é boa rés e assim também não vai longe.

- Mas, de facto, o Taveira Pinto foi um pouquinho mais longe e ganhou Ponte de Sôr, mas hoje não passa dum político da Barroqueira, uma espécie de chico "esperto" do município ferido de morte na sua credibilidade (política) e até na sua honorabilidade (pessoal).

- Trocando por miúdos: o crédito eleitoral que o sr Taveira Pinto desfrutava já foi queimado nestes dois últimos takes e do alegado favorecimento pessoal que pode, segundo as leis do tribunal da tutela, conduzir à destituição do actual edil da cidade.

- E porquê???

Por causa das palavras - que não se disseram, ié, a actual insuficiência de autoridade já não consegue ser compensada por um crédito capaz de permitir elevar-se no termómetro político. E contra ele tem também duas armas fatais: a razão e o bom senso.

- Eu no lugar do dr. já teria feito aquele velho número de aflição para ir ao WC e aproveita para me eclipsar à francesa...

- É a este processo, com alvará alí do nosso amigo Bertolt - que aqui designaremos o analfabeto da política - que assenta que nem uma luva a certos "cirugiões dentistas" de cremalheira gripada.

PS- Este comentário é dedicado a todos os "chicos espertos" da política socialista de Ponte de Sôr que dentro e fora do município faz exactamente esse role-playing:
O de serem chicos-espertos - que agora rivalizam em estupidez com os próprios patos-bravos do burgo, os mesmos que têm conta aberta na Audi e na Land Rover e depois declaram apenas o salário mínimo nacional.

A esse fenómeno mitigado de favorecimento, compadrio e corrupção designo de sinistralidade política.

 
At 26 de fevereiro de 2007 às 22:18, Anonymous JAB said...

Ética, corrupção e jornais!
O PGR Pinto Monteiro disse que não há uma «consciência ética forte que censure a corrupção em Portugal, esse é o grande problema. A maior parte dos portugueses durante muito tempo encaravam a corrupção como uma coisa que naturalmente acontecia e que todos faziam». E como se isto já não fosse claro acrescentou que a «corrupção não foi censurada pela consciência moral do povo», dizendo que a sua prática «começa agora a ser censurável graças à comunicação social que trouxe o tema para a praça pública».

Eu fico atónito ao ouvir isto.

Primeiro, porque se quiser fazer uma blague e desconsiderar o argumento, diria que, administrando os tribunais a justiça em nome do povo, o povo de que fala Pinto Monteiro, como ficou aliás na própria Constituição, então, na lógica do dito do PGR, tem sido uma justiça de e para corruptos eticamente inconscientes a que tem havido, o que é um insulto a tudo e a todos, um enrolarem-se as palavras no nó da falta de ideias.

Segundo, e porque não quero fazer blague com uma «boutade» sobre um caso sério, gostaria de sublinhar quanto isto que o PGR disse pode traduzir de arrogância mental e de servilismo face à comunicação social, a ideia de que o mundo começa agora com ele e há que vivê-lo sempre com os olhos nos jornais.

Lembre-se Pinto Monteiro da hipertrofia do Estado, da prepotência do Estado, do arbítrio do Estado, da auto-impunidade do Estado, lembre-se Pinto Monteiro quanto se instalou em Portugal um Estado alçado à custa de oprimir, tirano, e explorar, parasitário, a sociedade civil e talvez entenda o acomodar patrício aos funcionários venais e ao seu poder arbitrário.

Lembre-se Pinto Monteiro quanto custa obter aqui uma certidão, ali uma licença para uma obra, mais adiante uma intervenção cirúrgica para se não morrer e perceberá como se alugam, peitando-os, os que estão do lado de lá do balcão.
Mas lembre-se quanto uma nova vaga de funcionários em muitos serviços trouxe uma nova cultura, uma nova dignidade, uma recusa de gorgetas e gratificações.

Não, senhor PGR, não são os jornais, lamento dizê-lo, onde há jornalistas sérios e impolutos e os não há também, quem fez com que houvesse uma nova ética reprovadora da corrupção. Como em tudo na vida, há o jornalismo do frete, a publicidade fingida de notícia, o escândalo por encomenda, o insulto editorial como via para o sucesso público.

Os jornais denunciaram a corrupção, eis, por ser escândalo, o seu combate por ser notícia!

O que sucede, nesse binómio Justiça/comunicação social, é que hoje a Justiça combate-a, à corrupção, pavoneando-se nos jornais quanto a andar a fazê-lo. É por isso que, tal como no Hamlet, o palco parece a vida, os vivos simples actores.

Enquanto cidadãos, sujeitos aos corruptos e leitores de jornais, cá estamos, senhor PGR, à espera dos resultados para ver se sim, ou se o combate à corrupção, não se tornará, pela ineficácia, num organismo regulador do mercado, ajudando a aumentar o preço.

Em tempos chegou a haver uma Alta Autoridade contra a Corrupção. Em tempos mudou-se o Código Penal, pra combater os corruptos. Em tempos ouvi dizer de um autarca que mandou matar os pombos da praça do seu município porque, quando ele passava, palravam dos beirais, acusadores: corrupto, corrupto, corrupto!

Em tempos já vi que havia gente que pensava que era desta.

 
At 27 de fevereiro de 2007 às 23:19, Anonymous Pinto, Amante pai e filho e cabeça de piao said...

Este João Pedro amante é mesmo um estúpido. A conduta dele deixa muito a desejar. Quando é que ele alguma vez deu alguma opinião sobre alguma coisa que dissesse respeito à cidade em si e nao apenas o seu presidente? Ele só tem ódio. Mais nada. Será porque o paizinho que ainda tem muitas a explicar, nomeadamente o uso pessoal do carro da câmara, com condutor incluído, para os membros da família e amigas laurearem a pevide em Lisboa; os rios de dinheiro para as poucas obras (alcatroamentos, e as vezes nem isso, de merda) que fez, como aquela Avenida da Liberdade que tem o nível da estrada mais alto que o passeio e a estrada da miséria onde foram derramados rios de dinheiro para um simples alisamento. Ou então o assunto muito delicado que ele andou a encobrir quando ele era presidente sobre um senhor que se fosse hoje estava a bater pivias ao bibi na cadeia pela mesma razão. Estou para ver a resposta do Pinto. Se bem o conheço, a resposta vai ser acima do nível das denuncias do senhor joão Pedro amante e Morgado. Aqui não estão assuntos partidários, muito menos assuntos de interesse dos cidadãos. Há muitos anos que se instalou uma guerra entre dois senhores em que um deles passou o testemunho ao filho, no entanto, tenho de dar razão ao Pinto quando ninguém sabe apresentar provas e vêm para os jornais dizer que “Apesar dos insistentes pedidos, a autarquia ainda não forneceu as facturas detalhadas aos vereadores da CDU” mas depois dizem “que asseguram” que algumas chamadas foram feitas do gabinete do presidente. Então em que ficamos?! Asseguram sem nunca terem tido a prova na mão? Onde é que foram buscar a informação sem que tenham sido facultadas as facturas por ordem directa da presidência? Outra das coisas que não percebo é o papel do Zé-Zé. O que é que ele faz na assembleia municipal se aquilo, pelo que dizem, é uma feira autentica? Não consegue por ordem nem facultar informações? Ele por acaso costuma aparecer ou só serve para receber altas entidades do estado para lhes dar palmadinhas nas costas por causa da faculdade de medicina de Lisboa e do instituto cardiovascular de Lisboa (poço de petróleo) e para que não sejam recebidos por badamecos como o Pinto e vereadores? Embora seja um papel bem pensado por parte do pinto para o Ze-Ze ao ponto do então presidente da republica parecer um pobrezinho a lamber as botas ao Zé-Zé (o Jorge Sampaio parecia que andava à busca de consultas grátis no cinema quando cá veio) acho que esse não deve ser o seu principal papel na frente da assembleia. E acho que não anda feito com o pinto mas sim a cagar-se para ele e para todos da politica da Ponte de Sor por ter mais que fazer. Está visto que ainda não se chateou.
Mas fora isso gostava que me explicassem como se faz uma denuncia sobre chamadas eróticas sem nunca terem visto as facturas. Oh senhor arquitecto ao me diga que andou a espreita pelo buraco da fechadura enquanto o pinto estava agarrado ao pífaro com o telefone na mão?!

 
At 27 de fevereiro de 2007 às 23:41, Anonymous Um Socialista, Republicano e Laico said...

Tudo isto porque os Pintos e Compª. são ladrões e corruptos.

 
At 27 de fevereiro de 2007 às 23:51, Anonymous FBS said...

Este último comentário é de alguém que caga de alto, porque tem muitos rabos de palha. è de alguém que opina e sabe tudo mas depois nem votar vai, ou vota nos que ganham. Daí a angústia e o ódio de dizer mal de tudo e de todos.

O Taveira Pinto tem de saber explicar às pessoas que levou à reunião da cãmara algumas facturas daquelas que são objecto da denúncia;
O taveira pinto tem de saber explicar às pessoas como é que adjudica empreitadas com as obras já realizadas
o teveira pinto tem de explicar como é que há derrapagens financeiras em obras como a fundação antónio prates
o taveira pinto tem de explicar muita coisa às pessoas...

Provavelmente, atraves do tribunal, não sei...

Só me resta desejar força ao trabalho do vitor morgado e do pedro amante. estes estão lá a dar a cara, enquanto outros limitam-se a dizer mal à boca pequena e nunca aparecem.

Força!

 
At 28 de fevereiro de 2007 às 01:46, Anonymous Anónimo said...

FORÇA RAPAZES!!!LEMBREM-SE QUE PODERÃO ESTAR A FAZER HISTÓRIA NESTE CONCELHO.AINDA BEM QUE HÁ RAPAZIADA NOVA QUE OS DITADORES NÃO METEM MEDO

 
At 28 de fevereiro de 2007 às 16:53, Anonymous Anónimo said...

ENTÃO Ó ZÉ HOJE FOSTE À CAÇA NÃ0. OU ESTÁS A FUMAR UMA GANZA COM O JOÃO E O VITOR? NO ALENTEJANOS EM PONTE DE SOR É QUE ESTÁ A DAR... ENROLA ENROLA ENROLA E BAZA CARACOL...

 
At 28 de fevereiro de 2007 às 17:09, Blogger Pedro Manuel said...

Este anormal anónimo das 4:53:00 PM, já lhe foi dito por mais que uma vez que anda muito enganado no número da porta.
Por isso a coisa melhor é ganhar juízo e deixar de ofender quem nada tem a ver com pontedosorblogspot.com.
Já que gosta tanto de escrever tente colaborar com o "ecos do prior", pode ser que eles necessitem de colaboradores.

 
At 3 de março de 2007 às 10:07, Anonymous a verdade verdadinha said...

O Pinto nesta altura do campeonato parte com uma desvantagem muito grande. Agora há meios, como a Internet, em que todos podem discutir e dizer o que querem e o que lhes apetece sobre o Pinto.

Podem difamar, caluniar e aporcalhar a conversa, mas o que é verdade é que se no tempo do senhor eng.º José Amante houvesse Internet em que todos tinham a possibilidade de cagar sentenças e houvesse um maior aperto no plano judicial ao nível da corrupção como há agora, o Pinto seria um cordeirinho, um autentico menino de coro no que respeita a trafulhices ao pé do Amante.

Muitos se encheram à custa dele. Muitas construções de prédios e outras coisas foram feitas nesta terra pela porta do cavalo e em acordos com amigalhaços do peito. Vai desde José Amante, a Joaquim da condução, Falca, ao quase servente de pedreiro que hoje brota dinheiro por todos os poros e anda ai a passear ora o jipe Mercedes ora o Toyota velho que faz MU-MU, à custa do dinheiro que fazia parte da remessa do primeiro quadro comunitário. Mas há muitos engalanados pelas ruas da Ponte de Sor que devem favores ilícitos ao Zé Amante.

Gostava de saber onde é que o senhor Ze Amante enterrou o nosso dinheirinho para alem de ajudar os amigalhaços do peito. Ou ele próprio com o prédio, de sua propriedade, de que falavam a algum tempo dizendo que era uma simples propriedade de uma pessoa honesta que tem todo o direito a ter uma propriedade. Ele que explique onde foi buscar dinheiro e em que termos adquiriu o prédio.

E o Joaquim e o Falca que expliquem porque é que quase se mataram um ao outro dentro do carro e o que é que o Amante tinha a ver com isso. Anda nesta terra muita casa e prédio sujos do tempo do senhor Amante. Muitos favores e muitos abusos. Muitos crimes mesmo.

Ou então explique as vezes que mandou alisar a estrada da miséria e porque é que beneficiava tanto com esses sucessivos e caríssimos alisamentos (vejam a informação Municipal que correu as mãos dos pontessorenses a algum tempo sobre este caso pois é toda a verdade).

E a utilização abusiva dos meios da câmara para uso próprio indevido. Era o carro da câmara a passear a primeira-dama do senhor Amante, com chauffeur, a caminho de Lisboa para ela se pentear. Até levava amigas.

O que é que o senhor josé amante fez para alem da comporta defeituosa de nascença? Depois veio dizer que a piscina tinha um furo ou estava rota ou lá o que era.

O que é que ele fez para além de um projecto defeituoso de raiz que é o Pavilhão Novo que só faltava pô-lo mesmo em cima da avenida da Liberdade?

Em falar em Avenida da Liberdade, quem foi o imbecil que mandou por um novo tapete de alcatrão na avenida por cima daquele que já lá estava? Vejo as pessoas a tirar cursos só para estacionar as bicicletas naquela avenida por o passeio estar abaixo do nível da estrada.

Também há ai histórias de terrenos adquiridos por pessoas muito mal contadas.
Enfim, José Amante contabiliza mais podres que o Taveira Pinto e o imbecil do filho segue as pesadas. E não sei quem vai primeiro para a choldra, se o Pinto se o menino Morgado e o senhor João Pedro Amante…vá lá saber-se porquê…

 
At 3 de março de 2007 às 19:22, Anonymous Um Funcionário da Câmara Municipal aposentado said...

O comentador «a verdade verdadinha» por este andar ainda vai buscar coisas dos falecidos presidentes: Manuel Adegas, Cruz Bucho, Goes du Bucage, Manuel Fernandes e Alexandre Cardoso para justificar o injustificável da gestão do Taveira Pinto.
E bom que não repita aquilo que não sabe(só porque lhe contaram), nem viveu nem de longe nem de perto.
Sabe "eu ainda sou do tempo" destes todos e dos da democracia, fiz a minha carreira até à reforma ao serviço do município de Ponte de Sôr, como funcionário, conheci a politica seguida por todos, posso-lhe dizer que o único que foi um grande corrupto chama-se João José de Carvalho Taveira Pinto

 

Enviar um comentário

<< Home