sexta-feira, 3 de outubro de 2008

FUNDAÇÃO ANTÓNIO PRATES - UMA PARTE ICEBERGUE


UM ANO DEPOIS...

AS BRONCAS SÃO

MAIS QUE MUITAS... [II]


Clique nas imagens
para ler na integra






Ano X, Nº 121
2 de Outubro de 2008




O pontedosor.blog, sabe que está em causa, muitas verbas usadas indevidamente, além destas referidas na reportagem do jornal aponte.

Só para terem uma pequena noção das trafulhices, eis umas de muitas:

Milhares de euros pagos a um dos administradores;

A compra de uma viatura particular, pela Fundação António Prates e que é usada diáriamente
pela antiga proprietária que a vendeu à FAP;

Etiquetas: , , , ,

120 Comments:

At 3 de outubro de 2008 às 21:57, Anonymous Anónimo said...

De facto e uma NERGONHA este *rates vir para o jornal dizer baboseiras, porque nao explica ele o que s epassa em Lisboa com as suas galerias e o tal Centro de copias ??
E o sr Prsidente nao sabia d enada??

 
At 3 de outubro de 2008 às 22:04, Anonymous Anónimo said...

Um dos grandes responsáveis por isto tudo é o pavão do Zé Rafael, que foi o otário que o Prates convenceu em primeiro lugar para depois convencer o Pinto a embarcar nesta merda toda. Como o Pinto só se aconselha com otários o resultado está à vista.

 
At 3 de outubro de 2008 às 22:34, Anonymous Francisco Lopes said...

Não me digam que foi o administrador Agricola que recebeu os milhares de euros?

 
At 3 de outubro de 2008 às 22:43, Anonymous Anónimo said...

É pena o jornal aponte não contar a história das cuecas, como foi comunicada na A.M. .

 
At 3 de outubro de 2008 às 22:46, Anonymous Anónimo said...

Oh Pinto Bugalheira, porque será que as actas das sessões da câmara posteriores a 3 de Setembro de 2008 ainda não estão disponíveis na net?
Estás com medo do quê?

 
At 3 de outubro de 2008 às 23:45, Anonymous Anónimo said...

Toda a malta estava a ver no que isto ia dar.
O Prates é vigarista o Pinto ainda é mais.
Por isso o resultado começa a estar à vista.

 
At 4 de outubro de 2008 às 00:00, Anonymous Anónimo said...

Pintainho lá pagaste o Porsche ao António Prates:
Todos vós xuxalistas da fundação da treta tem mamado na teta da câmara e dos nossos impostos.
Tudo tem roubado.

 
At 4 de outubro de 2008 às 00:27, Anonymous Anónimo said...

Fundação = Eléctrico = Câmara

 
At 4 de outubro de 2008 às 11:09, Anonymous Anónimo said...

Que moralidade e inteligemcia se esperava dum sujeito que foi aos bancos exigir o DR nos cheques??
O Tal ze Raafel tb dev ter omido com o Prates e nao so .
E o Electrico?? onde estao os miudos das camadas mais jovens?
Dirigentes que tem restaurantes onde come a equipa, outros tem casas alugadas sem recibos aos jogadores.
So jogadores d efora a ganharem altos vencimentos e nos a pagar a xulice.
Estrangeiros no Basquete??
E so roubarem, e epois as necessidades nao sao colmatadas

 
At 4 de outubro de 2008 às 11:17, Anonymous Anónimo said...

Não só a fundação ,o dinheiro que está a ser empregue no elétrico . e já agora ande mais um bocadinho e va ver o que os seus comparsas ,nelsom mas esse já fugiu para a hungria, mas estão os outros abelha ,macho armando .não esquecer a esposa do abelha estão a fazer na delphi .Se a nossa terra apareceu na ty com a luta daquela gente ,e o pinto não gostou ,vai aparecer se as coisas continuarem assim por mais tempo ,ainda vai haver desgraça da grossa e depois vai ter que explicar muita coisa a todos nós .

 
At 4 de outubro de 2008 às 11:24, Anonymous Anónimo said...

amaricanos no eletrico e negros boa cá na terra á quem goste de levar no ...... desses gajos ,alem para os lados adelphi

 
At 4 de outubro de 2008 às 12:20, Anonymous Anónimo said...

Pronto... tá o caldo entornado..

 
At 4 de outubro de 2008 às 13:27, Anonymous Manuel Nunes said...

Incompetência e corrupção de mãos dadas.

A incompetência de presidente, vereadores, assessores, directores de departamentos que não tem o mínimo de preparação técnica para lidar com este tipo de actividades.

A corrupção manifestada por protocolos mal elaborados,[mas pagos a advogados/juristas "de prestigio e competência duvidosa" e filiados do partido do poder, irmãos de figuras nacionais "que prestigio nada têm"].

Subsídios atribuídos aos milhões de euros, mas que são desviados dos fins normais e que são aplicados para uso pessoal.

Compras fictícias que tem como único objectivo o enriquecimento ilícito dos intervenientes.

Todos mamam na teta.

Agora, «zangaram-se as comadres, descobre-se as trafulhices»

 
At 4 de outubro de 2008 às 14:51, Anonymous Anónimo said...

O pinto queria uma vieira e mamou com uma cópia de baixa qualidade, está-se mesmo a ver.

 
At 4 de outubro de 2008 às 16:09, Anonymous Rui said...

O António Prates é conhecido no mundo da arte por vender gato por lebre. Ele é especialista em venda de quadros falsos. Na sua sua colecção em exibição aí há vários quadros manhosos, (falsos), estas broncas e outras que estão para rebentar há muito tempo que eram esperadas. Preparem que não são só as contas que não estão bem, há muito mais.

 
At 4 de outubro de 2008 às 16:14, Anonymous Anónimo said...

se querem mostrar indignação não compareçam nos jogos do eléctrico para que os visitantes vejam o fogo de vista que vai nesta terra. Os do Algarve já ficaram a saber o que isto era. Agora era bom que o Benfica também visse.

 
At 4 de outubro de 2008 às 18:49, Anonymous Fátima said...

O Sr. Prates, o Sr. Pinto, o Sr. Pedroso, o Sr. Lino, o Sr. Rafael o Sr. Prates 2 e a Sra. Conceição, são as pessoas que tem de prestar contas ao município e aos seus habitantes, sobre a gestão dos dinheiros públicos recebidos. Todas as Fundações estão obrigadas a publicar as contas, até hoje esta Fundação ainda não publicou nada, deve haver muito a esconder, além daquilo que aqui já foi escrito. Os elementos do Conselho Fiscal desta devem ser uns grandes incompetentes pois até agora não comentaram nada.

 
At 4 de outubro de 2008 às 19:34, Anonymous Anónimo said...

Preparem-se, que a merda ainda não caiu toda no ventilador.

 
At 4 de outubro de 2008 às 19:45, Anonymous Maria José said...

Não caiu, mas vai cair toda.
Conjuntamente com o dr Taveira Pinto e apaniguados...

 
At 4 de outubro de 2008 às 21:02, Anonymous Anónimo said...

Este Pedroso é mesmo em quem eu estou a pensar?

 
At 4 de outubro de 2008 às 21:40, Anonymous Anónimo said...

É o irmão do que estás a pensar.

 
At 4 de outubro de 2008 às 22:36, Anonymous Anónimo said...

98% dos habitantes do conconcelho de Ponte de Sor ainda não visitaram a dita fundação, porque não lhes diz nada.Quem recebeu do António Prates quadros e serigrafias à borla?

 
At 4 de outubro de 2008 às 22:48, Anonymous Anónimo said...

Então, muito me contam vocês, a pan...... vem para o nosso concelho.

 
At 4 de outubro de 2008 às 23:12, Anonymous Anónimo said...

A fundação António Prates é uma entidade tão séria que até os salários dos funcionários estão por pagar, em atraso.

 
At 4 de outubro de 2008 às 23:15, Anonymous MARIA said...

ENTÃO DEZ MIL EUROS POR MES AO FIM DO ANO SÃO CENTO E VINTE MIL EUROS ,NÃO SOU CONTRA A CULTURA, MAS PRIMEIRO DEVIAMOS ARRUMAR O NOSSO CONSELHO ,SABIAM QUE JÁ Á PESSOAS A PASSAR FOME EM PONTE DE SOR .

 
At 4 de outubro de 2008 às 23:17, Anonymous Anónimo said...

Ainda há-de ser essa Adelaide, mulher que só fala de aplicações financeiras,como se fosse algo doutro mundo, que vai fiscalizar as contas da Fundação e do bar do cinema, entregue sem concurso ao João do pavilhão protegido desse comuna/xuxalista Nuno. Se for ela aproveite e fiscalize também se as facturas que a empresa, de que é sócia, cobra à Câmara estão de acordo com os trabalhos realizados.

 
At 5 de outubro de 2008 às 12:41, Anonymous João Luís Rodrigues said...

Essa Adelaide é uma vigarista igual ao Pinto.
Ora vejamos a Adelaide fez um concurso para um ROC para o município, convidou um amigo para concorrer, o João da Pensão, este indicou por mail, quem devia ser convidado para concorrer, para que a empresa que ele faz parte ganhar e os outros perderem.
Vejam bem que a senhora é.
É assim que esta Adelaide com responsável do departamento financeiro do município faz os concursos.
Logo à partida sabe-se quem ganha.
As vigarices são mais que muitas.

 
At 5 de outubro de 2008 às 13:17, Anonymous Anónimo said...

Pois é assim!
Como pode a Fundação António Prates, ter as contas em dia e em ordem quando a CMPS faz todos os dias vigarices nos seus concursos públicos.
Antes de abrir o concurso público já se sabe a quem é adjudicado o mesmo.
É só cambalachos atrás de cambalachos.
A Adelaide e o Normando são os artistas especialistas em fazer os mesmos às ordens do executivo liderado pelo Bugalheira.
Pois é assim!
Porreiro, pá!

 
At 5 de outubro de 2008 às 14:23, Anonymous Anónimo said...

É o que faz o dinheiro e o poder prolongado no tempo. Funcionários corruptos e dirigentes corruptos tratam assim aquilo que é de todos nós.
O nosso dinheiro é gerido de forma imprópria e leva-os a gastar como fosse deles.
Esta gestão apoiada por funcionários desta estripe está podre e necessita de uma varredela para o lixo.
Demitam-se estes corruptos.

 
At 5 de outubro de 2008 às 19:00, Anonymous Anónimo said...

Em Ponte de Sôr os dirigentes do PS que estão na câmara municipal, não tem vergonha nenhuma, cada um deles roupa o que pode, os funcionários da câmara com cargos de pessoal dirigente ajuda a roubalheira, arrecadando mais um pouco. esta cidade está entregue a ladrões encartados.
O pobre que comete um pequeno delito para matar a fome é preso e estes ladrões estão cá fora a roubar cada vez mais.

 
At 5 de outubro de 2008 às 23:04, Anonymous Anónimo said...

A má qualidade dos eleitos do ps, pessoas sem qualquer competencia tecnica, é um convite à ocorrencia de situaçoes como esta da Fundação António Prates. Diga-se de passagem que a escolha das funcionárias admitidas deixou muito a desejar. Na sua grande maioria sem qualquer preparação nem conhecimentos especificos para a função exercida.
algumas dessas pessoas passam horas ao telefone...seria bom que se averiguasse....

 
At 5 de outubro de 2008 às 23:58, Anonymous Anónimo said...

Isto aqui está a cheirar muita mal. Já começou a campanha eletoral ou quê? Agora já se montaram mais uns quantos na Ponte. A Ponte e o Pontedosor. sãos os comunhas, os PPDs e mais alguns gajos das armónicas que estão lixados com o presidente e querem comer mais do que já comem. Deixem-se de merdas. Viva o PS

 
At 6 de outubro de 2008 às 00:12, Anonymous Anónimo said...

Coitadinhos...
A verdade dói muito...
Não é!

 
At 6 de outubro de 2008 às 00:31, Anonymous Anónimo said...

parece que são ignorantes, qual campanha politica ,não se trata de ps ou pcp seja lá do que forem , já basta de tanta aldrabice todos temos o dever e obrigação como portugueses de dizer basta ,o nosso país está a ir por água abaixo e estamos todos calados mas a afinal somos cobardes,aonde está o nobre povo.D. AFONSO HENRIQUES deve estar ás voltas no seu sagrado tumulo por ver em que nos tornamos.

 
At 6 de outubro de 2008 às 11:49, Anonymous Anónimo said...

O Prates até é da terra, enriqueceu... a trabalhar dia e noite..... só descansa para comprar carros.

 
At 6 de outubro de 2008 às 11:53, Anonymous Anónimo said...

A FAP está cá e o que tem seja bom ou não daqui não sai. Só se for para vender e comprarmos casas pa quem não tem.

 
At 6 de outubro de 2008 às 12:06, Anonymous Anónimo said...

Só sabem dizer mal. Não servem para mais nada. Ainda por cima não se percebe nada do que se passa, só bocas. Não difameme quem é sério e sempre o demonstrou o Sr. Rafael é e sempre foi uma pessoa de bem, todos nós vimos como foi o seu trabalho. Não é justo avaliar pessoas por causa das suas amizades.

 
At 6 de outubro de 2008 às 12:09, Anonymous Anónimo said...

Olha que não, o sr dr Taveira Pinto não salvaguardou os interesses municipais, segundo o protocolo assinado por ele o sr António Prates pode levar todas as obras para onde quizer e ainda mais só ele as pode expor.Mais uma vez o sr dr Taveira Pinto, assinou um protocolo da treta igual à fundação da treta.

 
At 6 de outubro de 2008 às 12:11, Anonymous Anónimo said...

Tão ladrão é o que vai à horta como o que fica à porta.
No caso do Agricola, o ditado popular aplica-se mesmo.
Percebeu?
Ou quer um desenho!

 
At 6 de outubro de 2008 às 12:46, Anonymous Anónimo said...

Há muitos anos que vejo o sr. Prates chegar de porsche, ainda não se falava de fundação nenhuma e ele já andada em carros caros. É vaidoso, por se ter feito rico acha que somos pacóvios. Mas o Dr. Pinto não é parvo nenhum e vai tirar tudo a limpo.

 
At 6 de outubro de 2008 às 12:48, Anonymous Anónimo said...

Qual protocolo, alguém sabe do que sa trata?

 
At 6 de outubro de 2008 às 12:57, Anonymous Anónimo said...

É assim:
Para aquele que não sabe o que é o protocolo:
-para a instalação da FAP, o municipio assinou com a mesma um protocolo de instalação no edificio que é propriedade da CMPS;
-esse protocolo segundo o sr dr Taveira Pinto assegurava todos os direitos ao municipio.
-vereficou agora o sr dr Taveira Pinto que o referido protocolo não assegurava nenhuns direitos à CMPS, mas sim ao sr. Prates é que tinha todos os direitos e a CMPS não tinha nenhuns, contrariamente ao que o sr. dr. Taveira Pinto tinha sempre afirmado que a CMPS tinha sobre a mesma todos os direitos assegurados.
É assim!

 
At 6 de outubro de 2008 às 12:59, Anonymous Anónimo said...

Será que o Bugalheira assinou um protocolo na dupla de presidente do municipio e de vice-presidente do conselho de administração da fundação António Prtes?

 
At 6 de outubro de 2008 às 13:18, Anonymous Maria A. said...

Se o Pinto tiver coragem publica o protocolo assinado entre a Câmara Municipal de Ponte de Sôr e a Fundação António Prates na página da net do município. Como fez com o do Eléctrico.

 
At 6 de outubro de 2008 às 15:14, Anonymous Anónimo said...

QUEM SERÁ: O administrador que recebeu da Fundação António Prates milhares de euros?
António Prates?
Taveira Pinto?
Álvaro Lino?
João Pedroso?
José Rafael?
João Prates?
Conceição Rodrigues?

 
At 6 de outubro de 2008 às 18:30, Anonymous Anónimo said...

Das pessoas que se conhecem cá da terra não acredito, não se pode meter tuda a gente no mesmo saco o acordeonista enganou toda gente e agora quero ver como vão limpar a m. que fez

 
At 6 de outubro de 2008 às 18:33, Anonymous Anónimo said...

aponte nunca deve ter vendido tanto, só com histórias destas é que se safa, até aposto que vai haver novela e esperamos pelo episódio seguinte. Isto promete.

 
At 6 de outubro de 2008 às 19:38, Anonymous Anónimo said...

Por trinta dinheiros apenas
vendeu Judas o Messias.
Por quantias mais pequenas
O Pinto e apaniguados vendem-se todos os dias.

 
At 6 de outubro de 2008 às 19:47, Anonymous Anónimo said...

O sr. Pinto ainda está na Câmara Municipal de Ponte de Sôr, e o sr. António Prates, o sr. Pinto, o sr. Álvaro Lino, o sr. João Pedroso (irmão do deputado Paulo Pedroso...), o sr. José Rafael, o sr. João Prates ( irmão do António Prates e a sra. Conceição Rodrigues ainda está no Conselho de Administração da F.A.P..
Não será por muito tempo.
O inferno está aí, e veio para ficar...

 
At 6 de outubro de 2008 às 21:39, Anonymous Anónimo said...

A podridão da política tudo abafa.
Não esquecer o que se tem passado com o processo Casa Pia.
Se eu fosse dirigente partidário faria tudo o que estivesse ao meu alcance para que indivíduos envolvidos directa ou indirectamente em casos de pedofilia não pudessem sequer aceder a cargos públicos.
Neste país podre, batem-se palmas e pagam-se indminizações.

 
At 6 de outubro de 2008 às 23:14, Anonymous Anónimo said...

Oh gente, mas ainda não perceberam que não está para aqui chamado a Pedófilia????? Metem tudo no mesmo saco!

 
At 6 de outubro de 2008 às 23:47, Anonymous Anónimo said...

Estão implicados no processo da Casa Pia até ponta dos cabelos.Depois armam-de em virgens ofendidas. São todos é uns grandes ......
Felizmente que há gente que ainda tem memória.

 
At 7 de outubro de 2008 às 00:05, Anonymous Anónimo said...

Mas a 1ª pessoa a falar na pedofilia neste caso foi o sr Taveira Pinto quando descobriu que a FAP tinha facturas de compra de cuecas.

 
At 7 de outubro de 2008 às 11:43, Anonymous Anónimo said...

«Eles comem tudo e não deixam nada...»

 
At 7 de outubro de 2008 às 13:41, Anonymous Anónimo said...

A fundação está pa ficar com prates ou sem ele se já forem gastos tanto dinheiro agora ficamos com o que tembem e nosso.

 
At 7 de outubro de 2008 às 14:26, Anonymous Anónimo said...

Podem ficar descansados que os armazens ficam.
O resto é do Prates e não da câmara...

 
At 7 de outubro de 2008 às 15:04, Anonymous Anónimo said...

Sai um carro;
Sai uns pares de cuecas;
Sai uns milhares para os administradores;
Sai uns milhares para a renda de casa da diectora;
Sai uns milhares para a luz, para telefone, para pagar letras ao banco;
Não sai nada para pagar os ordenados em atraso;
Eles que esperem!

 
At 7 de outubro de 2008 às 18:58, Anonymous Anónimo said...

A Ponte safa-se com estas estorias contando a verdade e o Ecos com os subsidios do Pinto escondendo a mesma.

 
At 7 de outubro de 2008 às 19:42, Anonymous L. said...

As vantagens da "crise"
De repente deixou de haver assaltos ...

O rectângulo é o melhor dos mundos...

Só a gatunagem oficial cá da cidade é que continua em actividade...

 
At 7 de outubro de 2008 às 19:51, Anonymous Anónimo said...

Oh Pintinho tu saíste cá um grande socialista, mais pareces um gajo da extrema direita, então há ordenados em atraso da fundação da treta e tu não fazes nada para que os trabalhadores da fundação da treta recebam o pilim que lhes devem.

 
At 7 de outubro de 2008 às 19:56, Anonymous Sofia said...

Há algo que vai muito mal, já passou um mês e a última acta publicada no site do município é esta:

"Actas das reuniões da Câmara Municipal de Ponte de Sor

2008
Acta de 3 de Setembro de 2008
03-09-2008 -"

Porque é que isto acontece?
Alguém sabe explicar?

 
At 7 de outubro de 2008 às 23:41, Anonymous João Manuel Guerra said...

Como querem que a Fundação António Prates funcione bem com um subsidio mensal tão baixo (10.000,00 €/mês), nem sequer dá para comprar um quadro, muito menos uma escultura,
quanto mais ter uma programação para 6 meses.É triste dizer-vos isto mas a Cultura, já lá vai o tempo que era de borla.

 
At 8 de outubro de 2008 às 12:30, Anonymous Anónimo said...

Para grandes males, só grandes remédios, isto já não vai lá com aspirinas.
O município de Ponte de Sôr, se quer a FAP, tem de investir, mas ao investir terá de assegurar os direitos de Ponte de Sôr, muita coisa terá de mudar, porque há erros graves estruturais, para terem só uma noção, basta ver o consumo energético do edifício em iluminação e climatização resultados de um projecto que não é racional, toda a iluminação tem de ser substituída por leds, colocar painéis solares para climatização, etc.
No fundo fechar, fazer obras, durante este tempo organizar e programar e depois sim abrir com actividades, funcionários com salários em dia e acabar com as mordomias existentes.

 
At 8 de outubro de 2008 às 14:21, Anonymous Anónimo said...

Estive a ver o blogue do tonho e fiquei a pensar se isto não tem a ver com a nossa terra http://sol.sapo.pt/blogs/contracorrente/archive/2008/10/01/OS-CLUBES-E-A-SUA-VOCA_C700C300_O.aspx

 
At 8 de outubro de 2008 às 16:23, Anonymous Anónimo said...

Dois do problemas da Fundação é que o Prates está falido, e a directora não trabalha, o resto vem por acréscimo, e nesta terra infelizmente continua a ser o bota abaixo. Foi a zona ribeirinha, as piscinas, o estádio, o eléctrico. E este blog reflecte bem o estado de espírito de muitos que para aqui lançam bojardas. Não fazem nada, só sabem é falar mal. Ganhem vergonha na cara

 
At 8 de outubro de 2008 às 18:27, Anonymous Anónimo said...

Realamente o taveira é um chico esperto. manda na fundação. está a par de tudo e depois para se limpar, as eleições estão à porta manda investigar como se não soubesse nada. Ele pode ir enganar outros porque na ponte de sor todos o conhecem e sabem que é um manhoso. Na camara sabe-se que ele até prometeu à actriz da ribeira das vinhas a fundação

 
At 8 de outubro de 2008 às 19:33, Anonymous João Manuel Guerra said...

Caro anónimo de hoje que publicou às 16:23:00, o seu comentário,

Já fizeste alguma coisa pela terra que te atura todos os dias?

Gosta de exprimir o teu ponto de vista, mas ficas zangado, quando os outros comentadores, exprimem as suas opiniões.
Um conselho de borla, aprende a viver com opiniões diferentes da tua, ou então não faças comentários como fizeste.

 
At 8 de outubro de 2008 às 19:45, Anonymous Anónimo said...

Sr Joao Manuel Guerra as Fundacoes como a do srPrates servem para o dito nao pagar impostos e os 10.00 vao para o bolsito dele.

 
At 8 de outubro de 2008 às 20:16, Anonymous João Manuel Guerra said...

Não são € 10.00, são simplesmente € 10.000,00, é tudo uma questão de zeros. O "Elefante Azul" foi mal parido apesar da gestação se prolongar por uns bons anos e não por nove meses.
A culpa é de uma só pessoa, que tem a mania que é esperto, mas que é burro todos os dias, cujo o nome, é João José de Carvalho Taveira Pinto, que em todo o processo sob sua administração meteu água atrás de água, basta ver o projecto de recuperação do "Elefante Azul", que tem erros construtivos e de funcionamento que estão à vista, o já celebre protocolo assinado entre o município de Ponte de Sôr e a dita fundação onde o João José de Carvalho Taveira Pinto e os seus compinchas do PS, então em maioria absoluta, nos órgãos sociais da fundação, está visto e segundo o mesmo responsável municipal, o mesmo não assegura os interesses dos habitantes deste concelho.
Será que quer perceber bem o que se passa?
Ou quer mais umas explicações?
O tempo em que os gloriosos malucos da cultura trabalhavam de borla, já lá vai há muito tempo.

O anónimo que escreveu o comentário a seguir ao meu primeiro de ontem, dá muitas pistas sobre a solução para doença:

«Para grandes males, só grandes remédios, isto já não vai lá com aspirinas.
O município de Ponte de Sôr, se quer a FAP, tem de investir, mas ao investir terá de assegurar os direitos de Ponte de Sôr, muita coisa terá de mudar, porque há erros graves estruturais, para terem só uma noção, basta ver o consumo energético do edifício em iluminação e climatização resultados de um projecto que não é racional, toda a iluminação tem de ser substituída por leds, colocar painéis solares para climatização, etc.
No fundo fechar, fazer obras, durante este tempo organizar e programar e depois sim abrir com actividades, funcionários com salários em dia e acabar com as mordomias existentes.»

 
At 8 de outubro de 2008 às 21:08, Anonymous Sofia said...

Desculpem lá que eu seja uma chata...
Mas porque é que as actas da Câmara Municipal, não estão todas publicadas no site da CMPS?

«Actas das reuniões da Câmara Municipal de Ponte de Sor

2008
Acta de 3 de Setembro de 2008
03-09-2008 - download em PDF
Acta de 27 de Agosto de 2008
27-08-2008 - download em PDF
Acta de 20 de Agosto de 2008
20-08-2008 - download em PDF
Acta de 13 de Agosto de 2008
13-08-2008 - download em PDF
Acta de 6 de Agosto de 2008
06-08-2008 - download em PDF
Acta de 30 de Julho de 2008
30-07-2008 - download em PDF
Acta de 23 de Julho de 2008
23-07-2008 - download em PDF
Acta de 16 de Julho de 2008
16-07-2008 - download em PDF
Acta de 28 de Maio de 2008
28-05-2008 - download em PDF
Acta de 21 de Maio de 2008
21-05-2008 - download em PDF
Acta de 14 de Maio de 2008
14-05-2008 - download em PDF
Acta de 7 de Maio de 2008
07-05-2008 - download em PDF
Acta de 30 de Abril de 2008
30-04-2008 - download em PDF
Acta de 23 de Abril de 2008
23-04-2008 - download em PDF
Acta de 16 de Abril de 2008
16-04-2008 - download em PDF
Acta de 9 de Abril de 2008
09-04-2008 - download em PDF
Acta de 26 de Março de 2008
26-03-2008 - download em PDF
Acta de 19 de Março de 2008
19-03-2008 - download em PDF
Acta de 12 de Março de 2008
12-03-2008 - download em PDF
Acta de 5 de Março de 2008
05-03-2008 - download em PDF
Acta de 27 de Fevereiro de 2008
27-02-2008 - download em PDF
Acta de 20 de Fevereiro de 2008
20-02-2008 - download em PDF
Acta de 13 de Fevereiro de 2008
13-02-2008 - download em PDF
Acta de 6 de Fevereiro de 2008
06-02-2008 - download em PDF
Acta de 30 de Janeiro de 2008
30-01-2008 - download em PDF
Acta de 23 de Janeiro de 2008
23-01-2008 - download em PDF
Acta de 16 de Janeiro de 2008
16-01-2008 - download em PDF
Acta de 9 de Janeiro de 2008
09-01-2008 - download em PDF
Acta de 2 de Janeiro de 2008
02-01-2008 - download em PDF»

Faltam dois meses.
Porque é que isto acontece?
Alguém sabe explicar?

 
At 8 de outubro de 2008 às 21:18, Anonymous Anónimo said...

Assim se vê a transparência desta gestão municipal, que não vale um cêntimo.
Oh, Bugalheira!
Porreiro, pá!

 
At 8 de outubro de 2008 às 22:28, Anonymous Anónimo said...

Transparência?
Honestidade?
Porra, Taveira Pinto, és mesmo vigarista.

 
At 8 de outubro de 2008 às 22:48, Anonymous Anónimo said...

O Zé Rafael não comeu, quem comeu foi o Pinto e o outro vereador que já não é. Vamos ver até onde o Pinto aguenta a afundação . Quanto ao outro vereador agora que fique a olhar para a salva de prata.

 
At 8 de outubro de 2008 às 23:11, Anonymous A.A. said...

Transparencia na câmara? Nest cÂmara, o que parece, é? Todas as noticias publicadas por blogue repspeitantes à camara, são verdade. Somos governados por uma corja de ladroes que para se manterem no poder alimentam outra corja.

 
At 8 de outubro de 2008 às 23:15, Anonymous Anónimo said...

Neste mundo , ou melhor nesta terra há varios tipos de pessoas .Os espertos , os que julgam ser espertinhos ,depois há aqueles que nunca deram a cara para nada estão sempre há espera que outros o façam por eles ,outros que se esqueceram das suas origens e actuem como fossem uns barões da terra ,enfim com estes eu não me preocupo a vida as vezes da cá uma volta´, o que me preocupa é aqueles para atingir os seus objetivos não olhem a meios ,passem por cima de tudo e de todos ,assinam o seu nome na lista do diabo, dão o dito por não dito traiem a sua familia ,os seus colegas ,e principalmente a eles proprios.Será que estamos a caminhar para o fim, eu estou convencido que sim ,o ser humano é tão cruel que destroe a sua própria raça .

 
At 9 de outubro de 2008 às 10:20, Anonymous Anónimo said...

O pavão come e come bem todos os dias. Há sempre alguem que os quer ilibar, quando estão todos metidos todos no mesmo barco.

 
At 9 de outubro de 2008 às 12:37, Anonymous Anónimo said...

aponte só sabe fazer isto, e isto não é nada. Continuamos a saber pouco ou nada. Que protocolo? onde esta ele' o que diz? Não acredito que o Dr.Pinto não defenda os interesses da nossa terra afinal também são os interesses dele. Tanta má lingua e falar sobre o que a gente ainda não sabe o que se passou.

 
At 9 de outubro de 2008 às 12:57, Anonymous Anónimo said...

Mas será que aquela cangalhada toda é do prates e o pinto não percebeu? Afinal quem faz as contas? e quem não paga os salários? Ainda vai tudo parar á actriz da ribeira das vinhas. Depois e que vai ser gasta-lo.

 
At 9 de outubro de 2008 às 13:04, Anonymous Anónimo said...

Com o pessoal da fundação foram as cunhas a entrar é só olhar para elas e ficamos logo a perceber que são muito coltas. Há uma que por ser filha de quem é tinha mesmo que lá estar, e mais nada, não tinha pra onde ir, vai pra fap e está o assunto arrumado.

 
At 9 de outubro de 2008 às 13:11, Anonymous Anónimo said...

Se o pinto mandasse na fundação não precisava da inspecção as contas.Coitados de alguns administradores que se viram metidos nesta alhada por acreditar no Prates.

 
At 9 de outubro de 2008 às 13:24, Anonymous Anónimo said...

A cultura custa dinheiro e a quantia em causa não chega, será para pagar não sei o quê, mas com o tamanho que aquilo tem não me cheira que sirva para muito. Não sabemos porque não vamos a estes lugares, em termos de investimento de industria não é nada.

 
At 9 de outubro de 2008 às 13:45, Anonymous Anónimo said...

Os problemas da Fundação começaram nas obras, o tempo foi tanto que quando acabaram já havia aparelhos que não funcionavam, a empresa contratada fartou-se de vender gato por lebre, alguém fiscalizou? Não sei. Se o Sr.Prates está falido, eu sou marciano. A directora pode não trabalhar mas já várias vezes a vi sair da Fundação muito tarde, e pelo que ouvi dizer não me parece que seja má pessoa. A ver vamos como se vai desembrulhar toda esta história. O que está à vista é a esperteza do Sr.Prates face aos outros componentes da história, (Pinto, Administradores e Directora).

 
At 9 de outubro de 2008 às 15:27, Anonymous M.C. said...

O escândalo com a atribuição pela Câmara de casas em Lisboa não é só o que aconteceu. É pior. É ter acontecido durante tanto tempo, com tantas presidências diferentes e com tantos partidos envolvidos. É ter acontecido na capital do País, sob o olhar da imprensa, sem ninguém ter denunciado uma situação que "só" teve lugar durante 30 anos.

A situação vivida em Lisboa mostra bem que o trabalho a fazer no que toca ao uso e abuso da propriedade pública passa ainda por uma enorme mudança de mentalidades. Em Lisboa, mesmo os partidos supostamente fora do sistema ou a imprensa mais crítica viveram bem com este aspecto do sistema, que foi sendo considerado como normal.

A normalidade com que todos encararam esta situação sugere ainda que o problema não é exclusivo do município de Lisboa. A falta de regras claras e de transparência na atribuição de casas aconteceu em muitos outros municípios. O mais grave é que não é só na atribuição de casas que as cunhas, o tráfico de influência, os conflitos de interesse e a discricionariedade são uma prática corrente. Em muitos municípios, esta forma de actuar estende-se à contratação de pessoal, à atribuição de licenciamentos, à concessão de subsídios e ajudas a associações, às compras de serviços e adjudicação de obras, etc.

O que se passou em Lisboa revela também uma enorme falha nas regras e nas instituições de fiscalização e controle. Quer municipais, quer nacionais.

Em Portugal qualquer centro comercial que promova um concurso para atribuir um carro económico ou um apartamento aos seus clientes abre a tômbola na presença de um elemento do governo civil que fiscaliza, e bem, se as regras anunciadas do concurso são cumpridas. É estranho que, no mesmo país, se atribuam mais de duas mil casas por uma só câmara sem regras definidas e sem qualquer fiscalização, seja de quem for, inclusive do próprio município, onde até há pouco tempo não havia sequer um inventário claro das casas atribuídas e de quem as ocupava.

Esta situação tem de mudar, e não se muda com uma caça às bruxas ou com um multiplicar de escândalos por todo o País em ano de eleições autárquicas. Muda-se alterando as regras. Criando regras claras e responsabilidades de fiscalização bem definidas. Altera-se também fomentando uma maior transparência. Se um município atribui casas, contrata alguém, ou concede subsídios ou instalações a determinadas associações, deve definir previamente quais as regras e critérios que vai seguir, avaliando as várias propostas ou concorrentes à luz das mesmas. Estas regras devem ser entregues a uma autoridade fiscalizadora, devem ser anunciadas e disponibilizadas para consulta na Internet. O mesmo processo deverá ser utilizado com a posterior seriação dos candidatos e dos contemplados com as casas, subsídios ou empregos.

Criar regras claras e definir a responsabilidade de uma autoridade fiscalizadora, em cada um dos casos, deve ser uma prioridade. Prioridade para uma sociedade com recursos escassos que não chegam para ajudar todos os que realmente necessitam, e que não devem ser desbaratados a financiar quem não necessita. Prioridade para todos os autarcas deste País que, sendo pessoas sérias, ficam expostos a métodos de decisão que os comprometem. Esta forma de funcionar afasta as pessoas mais sérias da política e isso é um grave problema para o País.

As regras e fiscalização independente não devem ser vistas como uma interferência na autonomia dos municípios. São uma interferência, sim, na discricionariedade de alguns autarcas em tomar decisões de forma pouco transparente. Tal como as empresas cotadas têm de reportar informação à CMVM ou as Universidades têm que seriar as pessoas que contratam ou que admitem para cada curso ou mestrado, os municípios não vão perder a sua independência por aplicarem regras e terem maior transparência.

Uma maior transparência vai contribuir para uma maior racionalidade na utilização dos recursos escassos. Vai limitar a possibilidade de uso de propriedade pública para benefício pessoal ou familiar, dando mais credibilidade à actividade dos municípios. E vai tornar a gestão mais de acordo com as regras democráticas, evitando situações de autarcas que usam os recursos públicos para comprar votos. Os municípios não pertencem aos presidentes, nem aos funcionários que aí trabalham. Pertencem a todos nós. Os eleitores e os contribuintes têm o direito de saber o que aí se anda a fazer.

 
At 9 de outubro de 2008 às 18:35, Anonymous A.A. said...

Concordo intereiramente com este ultimo comentador, embora em abono da verdade, a questão nunca tenha tido a ver com falta de legislação, mesmo a aplicável aos pequenos fornecimentos ou à fiscalização independente. Quando as pessoas se combinam para a practica de uma irregularidade por forma a driblar a lei, parecendo que a mesma foi aplicada, há claramente um problema de mentalidades. Mentalidades de algumas pessoas que na análise de outros assuntos que não tenham a ver com eles parecem ser as pessoas mias sérias deste mundo. Veja-se o caso dos concursos para as chefias na Administração Publica. todos sabemos de muitos casos que parecem sérios, (incluindo os casos caricatos de contratação de juristas) quando na realidade não resistiriam a uma pequena investigação. Veja-se o caso, deste Conselho Fiscal, desta Fundação, do seu Conselho de Administração, tudo pessoas serias, um técnico Oficial de contas com responsabilidade nas mesmas, que nada vê!! uma sociedade Revisora de Contas que nada vê??, Afinal tudo se descobre porque os pequenos, ficaram sem o salário. E afinal como foi a contratação dos pequenos? Um assunto comum desde o principio, a intervenção do Taveira Pinto. Tenham vergonha.

 
At 9 de outubro de 2008 às 19:24, Anonymous L. said...

A grande gamela.
Existe sempre um lugarzinho para proporcionar rendimentos aos incompetentes diligentes funcionários/amigos/"camaradas"...
Nem que seja numa fundação obscura e que na sua existência não conseguiu realizar os seus objectivos.

 
At 9 de outubro de 2008 às 22:42, Anonymous Anónimo said...

Caro anonimo de 9 de outubro 12.57 fala do protocolo,qual' tem que dizer do que fala ,pois eu tenho um dito protocolo célebre que faz correr muita tinta em ponte de sor e os intereçados assinaram e não o leram nem copia teem se for esse dito cujo diga que eu posso transcrever o que tem duvidas, se for o mesmo claro '

 
At 9 de outubro de 2008 às 23:10, Blogger EM PORTALEGRE CIDADE DO ALTO ALENTEJO said...

Boa noite,
Novo blogue da cidade de Portalegre, "Em Portalegre Cidade do Alto Alentejo", visite-nos em:
portalegrecidadedoaltoalentejo.
blogspot.com

 
At 9 de outubro de 2008 às 23:37, Anonymous Anónimo said...

Queremos o protocolo publicado, já!

 
At 10 de outubro de 2008 às 01:37, Anonymous Anónimo said...

lol!

 
At 10 de outubro de 2008 às 06:00, Anonymous apj said...

"É assim:
Para aquele que não sabe o que é o protocolo:
-para a instalação da FAP, o municipio assinou com a mesma um protocolo de instalação no edificio que é propriedade da CMPS;
-esse protocolo segundo o sr dr Taveira Pinto assegurava todos os direitos ao municipio.
-vereficou agora o sr dr Taveira Pinto que o referido protocolo não assegurava nenhuns direitos à CMPS, mas sim ao sr. Prates é que tinha todos os direitos e a CMPS não tinha nenhuns, contrariamente ao que o sr. dr. Taveira Pinto tinha sempre afirmado que a CMPS tinha sobre a mesma todos os direitos assegurados.
É assim!"

podiam-se tirar muitos, achei este o maior.

este é o blog que temos. convenhamos: é raro o comentário não triste... Isto nada os preocupa?

 
At 10 de outubro de 2008 às 09:39, Anonymous João Rodrigues said...

preocupa-me é ter um merdas como presidente de camara que ate consegue que todos assinem sob anonimato.

 
At 10 de outubro de 2008 às 12:24, Anonymous Anónimo said...

Coitadinhos dos xuxalistas, andam muito tristes, verificaram agora que o Pinto os tem enganado todos estes anos.As chapeladas são muitas.Agora aguentem, foram eles que o puseram lá.

 
At 10 de outubro de 2008 às 12:56, Anonymous Anónimo said...

Nesta história há coisas que não batem certo. Não acredito que o Dr.Taveira Pinto se tenha deixado enganar. Afinal a treta está no protocolo, (qué dele?), nas contas(quias?) nos quadros(quanto valem?). Dr. Pinto mostre-nos que sabe velar pelos interesses do nossa e sua autarquia.

 
At 10 de outubro de 2008 às 12:59, Anonymous Anónimo said...

Olha que os comunistas até estão com problemas de pastel no partido. E, o que têm feito por esta zona não tem sido nada de louvavel, tá o Fluviário. Com o que lá gastam, qualquer um o fazia.Tá tudo na mesmma, como a lesma.

 
At 10 de outubro de 2008 às 19:16, Anonymous Anónimo said...

M.C. tem razão para fazer é preciso fazer bem e as pequenas aldrabices acabam por tornar-se grandes.É pena que acabe assim mas a fundação parece que ou leva uma grande volta ou o melhor é ir embora com todos como o bacalhau.

 
At 10 de outubro de 2008 às 19:23, Anonymous Anónimo said...

O Sr. Prates que leve o que é dele + a directora e o pinto salta do poleiro.

 
At 10 de outubro de 2008 às 20:09, Anonymous Francisco Lopes said...

A «Fundação António Prates» toda ela é uma grande vigarice.
O Prates e o Pinto são os responsáveis totais pelas aldrabices e vigarices pegadas que a «Fundação António Prates» se tornou.
Já diz a voz da sabedoria popular:
-"Quem nasce torto, nunca se endireita", e pelos vistos é o que se passa na «Fundação António Prates», porque ninguém sabe onde começa a fundação e qual é o papel do município de Ponte de Sôr na dita.
As ilegalidades são mais que muitas, aos longos dos anos:
- encomenda do projecto;
- reconstrução e construção do edificio;
- fornecimento de materiais;
- financiamento;
- desvio de verbas;
- contratações;
- adjudicações;
- fornecimentos de bens;
- amigos que recebem milhões de euros e são administradores;
- compras fictícias;
- facturas falsas;
- apropriações de documentos por administradores;
- falcatruas feitas pelo «Técnico Oficial de Contas»
- falcatruas feitas pelo «Revisor Oficial de Contas»;
- ilegalidades estatuárias;
Todos os órgãos sociais da
«Fundação António Prates» estão metidos nas vigarices.

 
At 10 de outubro de 2008 às 20:37, Anonymous Anónimo said...

O que este blog mostra, é que, mandar abaixo é para valer, o resto o resto são sopas e descanso, que trabalhar, tá quieto, que faz calos.

 
At 10 de outubro de 2008 às 20:51, Anonymous Anónimo said...

Ópa mas eu conheço outro protocolo o tal que os anginhos da delphi assinaram sem ler ,coitados as empragadetas tapavam para não lerem aonde é que se viu uma coisa desta os tolinhos se calhar venderam sabe lá o que ? e não sabem grandes burros , se quizerem eu escrevo os dois primeiros pontos ,são bue de giros , nesta vida só esta garantido é a morte ,tolinhos

 
At 10 de outubro de 2008 às 20:57, Anonymous cinde said...

Agora .. a ponte de sor está cheia de protocolos?? publiquem já isso o da fundação,da delphi essa porcaria cá para fora já

 
At 10 de outubro de 2008 às 23:49, Anonymous Anónimo said...

ao anonimo de
Sexta-feira, Outubro 10, 2008 8:51:00 PM

... vá la, coloca aqui esses 2 pontos.
Já agora, como é que sabes essa cena?
Também assinaste?... ou foste tu k fizeste o protocolo?!
:(

 
At 11 de outubro de 2008 às 14:03, Anonymous Manuel P. said...

O Francisco Lopes do seu comentário de ontem, diz tudo sobre o estado a que Ponte de Sôr, chegou.

 
At 11 de outubro de 2008 às 18:33, Anonymous Anónimo said...

por sorte não trabalho lá ,mas se trabalha-se só se fosse maluquinho é que assinava isso mas só te dou um cheirinho do que estou a falar .,,,,1-Os trabalhadores obrigam-se a manter os actuais niveis de produtividade e absentismo de forma a garantir o pontual cumprimento das obrigações do estabelecimento de ponte de sor para com os seus clientes ,constituindo esta obrigação uma condição da majoração da indemnização a praticar. .......queres mais ? não são os trabalhadores que teem que garantir ,eles só fazem o que lhes mandam ,as direções das empresas é que são responsaveis pelos clientes ,assim isto era a republica das bananas , eu como patrão não consigo satesfazer os meus clientes eles protestem e eu digo ÓPA A CULPA É DOS MEUS FUNCIONARIOS,. bonita desculpa .já agora tudo se sabe neste mundo a verdade é como o azeite vem sempre ao de cima .ate á proxima

 
At 11 de outubro de 2008 às 22:33, Anonymous JAF said...

O Bugalheira como é burrinho todos os dias ainda não percebeu bem qual é o papel do presidente da câmara e qual é o papel do vice-presidente do conselho de administração da fundação António Prates, ao levar as pastas das contas para o cofre da câmara e guardar lá as contas, além de estar a cometer uma ilegalidade municipal, está a comprometer toda a investigação às ditas contas.

 
At 12 de outubro de 2008 às 20:49, Anonymous Maria said...

Quando um pilha galinhas saca um galináceo desses é um ladrão que cometeu um roubo e o colarinho branco que deu uma golpada de milhões é um administrador que cometeu um abuso de confiança

 
At 13 de outubro de 2008 às 11:09, Anonymous Anónimo said...

O pr´´oximo golpe aproxima-se pela mão da actriz da ribeira das vinhas. é um fartote de rir a maneira como a cultura (?) da camara se baba com a actriz. o Bugalheira até se baba. a actriz goza o prato e tenta sacar alguma aos provincianos. Na ponte nada muda enquanto esta corja andar por aí. prates actriz etc etc etc. tou a ver a fundação com monologos gil vicente e projectos para as criancinhas e velhinhos. ganda tanga

 
At 13 de outubro de 2008 às 13:54, Anonymous Anónimo said...

Ainda não percebi onde é que está a comparação com o fluviário de Mora. Fui lá duas vezes, de semana e a um sabado. em ambos os casos havia muita gente. Perguntei em média quantas entradas ocorriam por dia, cerca de 500.

Ainda querem comparar? E não sou da CDU.Sou do PSD. e não pensava diferente se fosse do PS.

 
At 13 de outubro de 2008 às 20:00, Anonymous Anónimo said...

não vamos misturar as coisas, a cultura e sempre bem vinda a ponte de Sôr, agora temos e k ver como são feitos os negócios, a cultura nunca deu dinheiro e certo mas traz outras coisas atrás, como animação no nosso comercio e restauração, se houver uma peça de teatro, que venha pois a nossa cidade bem precisa, senao, lá estamos nos a dizer, aqui não se passa nada, se queremos ver alguma coisa temos que ir a Lisboa, já esta na altura da cultura vir ter connosco, e quem sabe se os nossos jovens poderão aproveitar estas oportunidades. viva ponte de Sôr, viva o nosso concelho. Vamos deixar de lutas fratricida

 
At 13 de outubro de 2008 às 22:05, Anonymous Anónimo said...

A coisa parece que está preta

Para os Pintos

Pintos, Prates,
Lino, Pedroso,
Prates II, Silva e Rodrigues

sobretudo estas coisas todas em língua de
S. Magestade
-o inglês de Libra –
e do livra-te (acrescentamos nós em bom alentejano)

porque estas coisas todas
no esperanto actual se dizem WALL
para rimar com Fall
e o Berlin Wall
não foi mais do que o prenúncio de WALL-
Street
Fall

Estou- me nas tintas para que se desmorone
A fortaleza do dinheiro
- a Wall Street de Nova Iorque –
para que rua
o indigente Palácio da Bolsa de Lisboa

Roque
Amorim
Berardo
Cintra
Azevedo
Não me dizem nada

Abramovich diz-me muito menos
Do que MaiaKowsky
Prefiro de longe
O nosso se calhar teso Herberto Hélder
Ao multimilionário Bill Gates

Ó gente do dinheiro
Não há dollar
Libra euro
Que valha um poema ingénuo do
Mais obscuro e anónimo dos poetas

A vossa fama passa
A vossa ganância de dinheiro morre com o vosso
Último suspiro.

Estão agora à rasca?
Tremem que nem varas verdes
Pela insegurança dos frutos
Das vossas falcatruas?

Tremam pois – a mim pouco me importa
A minha Bolsa de Poetas está segura
Pessoa
Eugénio
Ramos Rosa
Não precisam de injecções de capital

É neles que as minhas
Economias estão depositadas.
Leio-os quando vou para a cama
E adormeço
Como se não devesse nada ao Mundo
E o Mundo
A mim nada me devesse.

E como é bem melhor
Ó fátuos milionários de pechisbeque
Com um “principezinho” levitar
Do que fazer todas as viagens
Que possam estar
Nos teus livros de cheques

 
At 16 de outubro de 2008 às 11:47, Anonymous Anónimo said...

Acho bem que deva haver cultura. mas depende dos moldes. toda a gente sabe que a actriz da ribeira das vinhas anda a ver se mama algum,porque formar pessoas, a orientar acções pouco ou nada se conhece e não me parece que venha para fazer cultura na ponte de sor, parece mais viver no campo fazer umas merdas e continuar a a sacar na ponte de sor. temos de abrir os olhos, já que o Bugalheira só se baba. Estamos fartos de prates e de esperteza saloia, como a da actriz, basta falar com ela para se perceber que anda à mama

 
At 16 de outubro de 2008 às 17:14, Anonymous Anónimo said...

Ja agora quem e a gaja?
Ja fomos comidos pela brasuca da natação
Ja fomos comidos pelo tal Eng geacometi
Ja fomos comidos pelo gabinete de arquitectura de brasucas em Lx
ja fomos comidos pelo Prates das copias
Andamos a ser comidos pela ral igreja vizinha da camara
Ja fomso comidos pela ciganagem
QWue mais falta ainda...........

 
At 17 de outubro de 2008 às 12:52, Anonymous Anónimo said...

A cultura faz falta o que não faz falta é aldrabar a malta.

 
At 17 de outubro de 2008 às 12:54, Anonymous Anónimo said...

É uma actriz das novelas da tvi os pintos babam-se todos até ensopar as camisas. Hiiiiii! Desculpem mas não posso deixar de rir. Cada vez vemos mais deslumbrados.

 
At 17 de outubro de 2008 às 14:54, Anonymous Anónimo said...

Claro que se babam porque ate a altura de passear a custa da Camara o maximo que tinha saido foi a Galveia, sao mesmos ssloios, ainda se fosse uma artista d ejeito agora uma artista d eplasticop que so representam com as pernas pq na cabeça e so vento tal como os manos.
Mas ha males que vem por bem um deixou de ser mau medico e mau dentistas, o outro deixou d eir lecionar aos Forros Arrao onde os putos ja sabiam mais que ele e a esposa ate descansou mais pois nao tem d elhe preparar as liçoes.
OS PUTOS AGRADECEM

 
At 17 de outubro de 2008 às 23:09, Anonymous Anónimo said...

ponte de sor nao passa de uma terra de vigaristas e corruptos: eles sao os manos pintos; directores e antigos sindicalistas da delphi; o dracula; prates; brasucas; advogados corruptos que fazem tudo para entalar os proprios clientes; gerentes bancarios, uns por incopetencia outros porque tambem sao corruptos papagaios; contabilistas; tipos que desfalcam as finanças e sao protegidos pelo partido socialista da terra e do distrito. Em ponte de Sor é so vilões

 
At 17 de outubro de 2008 às 23:14, Anonymous Anónimo said...

Antes de dizerem mal inteirem-se do trabalho já feito pela tal actriz que dá pelo nome de Maria João Luiz.
Toda a gente tem o direito de fazer pela vida. Se os Pintos se babam, comprem-lhes babetes ou tirem lhes o poder. Para isso não é necessária a crítica destrutiva de quem não conhecem.
PS- não sou nem conheço pessoalmente mas conheço muitos deos seus trabalhos e como profissional, é uma das melhores actrizes da actualidade.

 
At 18 de outubro de 2008 às 12:29, Anonymous sonia said...

Essa do gerentes corruptos estou mesmo a ver que se refere ao xuxalista da CGD que nem o proprio partido gosta dele. Esse realmente tem muitos sonhos....

 
At 20 de outubro de 2008 às 11:45, Anonymous Anónimo said...

O penultimo comentária deve ser da educadora de infancia ligia, basta ver como ela anda a tentar cair nas graças da dita actriz, até marosca faz. Sozinha com o bugalheira não conseguiu nada, nem ser vereadora, que era o que ela queria. Agora anda a mudar as fraldas ao filha da dita actriz e a dizer que ela é a melhor. Até pode ser, o que não pode ser é uma esperta a pensar que na ponte sor somos todos otários como o bulgalheira e seus lacaios. Fi

 
At 20 de outubro de 2008 às 12:19, Anonymous Anónimo said...

Essa tal Ligia ate diz que a tralha do Prates e arte, porque ela a arte maior que viu ate hoje deve ter sido os canos de esgoto da rotunda do domingao.
Nao foi essa pseudo intelectual que fez, com dinheiros publicos uma especie de Workshop com umas especies de artistas daquela telenovela de totos dos Morangos??
E preciso ter lata.
Claro que para a presidencia da camara interessa gente desta lambe botas e tao cultos e inteligentes como eles, por isso correram com o Boleu(que szinho trouxe a Cidade dos melhores artistas plasticos deste Pais, ainda hoje nao se sabe porque foi corrido)

 
At 20 de outubro de 2008 às 22:41, Anonymous Anónimo said...

PORRA, PORRA isto esta a ficar muito feio, ataques pessoais não! por favor.
na cultura há quem goste e quem nao goste, mas andar sempre no bota a baixo, isso não.
a democracia e haver dois caminhos e ter liberdade para escolher o qual se quer seguir.
acusa-se taveira pinto de ser arrogante, mal criado, totalitário e de faltar ao respeito as pessoas, mas pelo que vejo há mais pessoas assim.
BASTA já temos um assim, não queremos outro.
por um concelho prospero e virado para o futuro, sem esquecer o passado.
VIVA PONTE DE SOR

 

Enviar um comentário

<< Home