sábado, 10 de setembro de 2005

ÁGUA UM BEM DE TODOS!


Há uns meses foi distribuida uma informação da Câmara Municipal de Ponte de Sor à população apelando ao corte dos gastos supérfluos de água pública.
E muito bem!
Acontece é que ninguém da Câmara Municipal de Ponte de Sor chama a atenção ao Supermercado Modelo por, diariamente, regar o extenso relvado a horas menos impróprias.
A papa é tanta que provoca um mar de água na estrada nacional, junto ao cruzamento de acesso à estação.


J.P.

19 Comments:

At 10 de setembro de 2005 às 15:59, Anonymous Anónimo said...

E a velha ETAR de Montargil, que alguns dizem que nunca funcionou bem, há que anos a poluir a água da Barragem!

 
At 10 de setembro de 2005 às 16:52, Anonymous Anónimo said...

E o IC13, senhora e senhores, quando está pronto e por onde passa? Não é por mal, mas olhe que que mais alguns caminhos foram alcatroados em Montargil. Também se espera a repavimentação de alguns troços da estrada Infantado, Coruche, Couço, Ponte do Sôr, e, a nova ponte Couço-Santa Justa. Na velha continuam a passar pesados... O que não poderá acontecer-lhe!

 
At 10 de setembro de 2005 às 17:27, Anonymous Salazar said...

Lembrem-se que Ponte de Sor, para alem de não ter uma ETAR dimencionada, tambem deita residuos, para o Rio Sor.
Quanto á água, porque é que ninguem fala nos litros e litros que não foram aproveitados da obra junto á estação de Correios. Estes litros que correram para uma sargeta 24 horas por dia durante varias meses podiam ter regado arvores, lavado ruas, lipo sargetas, ou até mesmo sido utilizados pelos bombeiros. Mas como esta é a nossa terra, liderada por gente que só consegue ver o que lhes é enfiado dentro dos olhos, nada foi feito.

 
At 10 de setembro de 2005 às 18:55, Anonymous Garcia Rocha said...

Bom post. Pertinente. Está aos olhos de todos o desperdício de água para manter a relva imaculadamente verde, como se estivessemos na British Columbia Canadiana. Mas o Modelo é intocável em Ponte de Sor. Terei sido o único que reparei no slogan dos outdoors espalhados por toda a cidade: "A nossa terra está cada vez melhor"? Em pleno período de pré-campanha? Que conveniente...

 
At 10 de setembro de 2005 às 19:23, Anonymous Anónimo said...

Só tenho a assinalar....um bebedouro que se encontra nas piscinas municipais descobertas, esta sempre a correr agua... pra onde isso já nao sei...!!

 
At 10 de setembro de 2005 às 20:25, Anonymous Salazar said...

Alguem me sabe dizer se a fonte da vila ainda está seca? e qual foi a razão de a secarem?

 
At 10 de setembro de 2005 às 20:30, Anonymous Anónimo said...

Se calhar se pudessem cobrar coimas ou multas pela água estragada actuavam... Isto no caso dos particulares, claro. Ou será que podem, e, mesmo assim não actuam?

 
At 11 de setembro de 2005 às 17:01, Anonymous Anónimo said...

“Mas o Modelo é intocável em Ponte de Sor. Terei sido o único que reparei no slogan dos outdoors espalhados por toda a cidade: "A nossa terra está cada vez melhor"? Em pleno período de pré-campanha? Que conveniente...”


Deve acrescentar que esses outdoors, são os que o ps utiliza para as campanhas eleitorais

 
At 11 de setembro de 2005 às 17:12, Anonymous Anónimo said...

Supostamente, o povo somos nós todos, dirigentes, patrões, políticos, artistas, padres, jornalistas, etc., incluídos; porventura os “bloguistas” também. A verdade é que há vários poderes, apesar de em penúltima análise serem só dois: o de construir e o de destruir, e, de, em última análise, existir só Um. E, não digam que isto é só fantasia…
E qual a relação entre conhecimento e cultura e ética (bondade e maldade)?
Há alguns meses, não sei bem se muitos ou poucos, no norte do País, que não é por vezes fácil equilibrar tempo e espaço, a um Presidente de Câmara que se queixava de um Presidente de Junta e a quem sugeriram paciência, que devia ser por causa da cultura, ouvi: “pois, não têm cultura para o bem, mas para o mal não lhes falta”. Uma boa observação esta. Mas, não é bem verdade que a ignorância também não ajuda à bondade?
Por outro lado, sendo o diálogo e a comunicação tão importantes ( Cavaco perdeu para Guterres por causa do diálogo ou falta dele, convém que a memória não seja curta), mas nada sendo sem as Obras, este Blog pode igualmente ser ainda mais relevante, sendo óbvio que as principais figuras políticas do concelho do momento estão participando nele, se não directamente, por certo através de amigos. Que podem, claro, ser mais ou menos amigos. Por exemplo: como posso considerar um grande amigo uma pessoa que duvida de uma coisa que eu digo, só por isso lhe agradar (ou parecer gradar?) pouco? Parece-me que se impõe todavia tanto denúncias de más situações, como louvores das boas correcções, das boas obras.
Também me pergunto várias vezes por que não existem verdadeiro(s) centro(s) políticos, por que tem a alternância de ser sempre entre esquerda e direita, apesar de, na mais velha democracia dos tempos modernos, já existir um partido do centro com grande número de votos. Parece portanto que vamos aprendendo.
Quanto ao interesse local e nacional, ele só pode evidentemente ser o da maioria dos locais e dos nacionais.
Sou dos que acredita não só na Iniciativa privada, de preferência de co-gestão (verdadeira social democracia ou socialismo em liberdade), como no Estado. E, ironia, um ateu pode ser melhor do que um cristão, e, vice-versa, claro.
Desculpem-me se falo mais do sul do concelho, apesar de ultimamente ter ido mais vezes à “capital”, como diz o meu amigo Staline de Jesus, da Moita. Mas, as coisas são como são: um pedaço de terra para cada um. O meu há muito que é em Montargil! Ora, quem não se lembra da “estrada da miséria”, e, que foi com Taveira Pinto, de Galveias, e com dinheiros da CEE e nossos, que ela foi remediada?
Já na Moita, quem “tem” feito as obras têm sido os comunistas. Noutros concelhos têm sido os sociais democratas, e, em menos, os democrata cristãos. Já no País têm sido feitas alternadamente por PSD e PS.
De modo que, para terminar, mais uma pergunta: há em Montargil, no Bairro Pólvora, ou Bairros Novos, uma rua, Encosta da Figueireda, que faz lembrar a melhoradísima estrada da miséria. Quando será melhorada?

Montargilense

 
At 12 de setembro de 2005 às 01:08, Anonymous Espartano said...

A intocabilidade do Modelo é a prova do provincianismo das autoridades de Ponte de Sor...Quando aparece alguém de fora com umas ideias é um Salvador. Espera-se que o Sr. Presidente da Cãmara apareça nas inugurações de todas as mercearias do concelho.

 
At 12 de setembro de 2005 às 01:58, Anonymous Anónimo said...

Mas alguém está convencido de que a vinda do Modelo para a cidade de Ponte de Sor é obra do Taveira Pinto?
Ninguém lhe é capaz de dizer que se cá no burgo não houvesse poderio económico o Belmiro fazia-nos um manguito?

É ele o salvador da pátria?
Foda-se...(desculpem-me a expressão)!

 
At 12 de setembro de 2005 às 03:11, Anonymous Espartano said...

O anonymus talvez não tenha entendido o que o Espartano procurou dizer. É óbvio que Modelos, Lidls; Intermarchés e afins fazem estudos de mercado...Alíás há superfícies desse tipo há anos em todo o distrito até em concelhos com aparentemente pouco poder de compra...O que não há memória é de algum ter sido inaugurado pelo Presidente da Câmara...O que ninguém se lembraria é de considerar uma grande ou média superfície o supra sumo e a prova de grande desenvolvimento...

 
At 12 de setembro de 2005 às 09:08, Anonymous Anónimo said...

È claro que o presidente da câmara não teve qualquer influência na instalação do supermercado Modelo em Ponte de Sor. O Belmiro não é parvo... só para cá veio porque os estudos de mercados indicam que será um bom negócio, pois aqui existe um grande potencial de clientes. O sr. presidente da câmara foi á inaguração dessa superficie porque (como sempre) gosta de transmitir às pessoas a ideia de que é ele o autor dos projectos, quando na realidade se limita a aproveitar o trabalho desenvolvido pelos outros para ser ele a aparecer na "Hora H" a receber os louros de coisas para as quais nunca contribuiu. É só fachada!!! Sr. Presidente faça mais e pose menos para a foto... só lhe fica mal.

 
At 12 de setembro de 2005 às 09:16, Anonymous Anónimo said...

Relativamente à questão da poupança de água gostaria de acrescentar que não vale a pena o sr. presidente e demais responsáveis pela autarquia andarem a apregoar ao povo que a água é um bem essencial e que devemos poupá-la, porque são eles os que menos poupam.

Será que encher a piscina da responsável pela secção de águas com água da rede é poupar água?

Pois pelo que julgo saber foi o que aconteceu na passada semana. O que será mais importante: ter água para beber, tomar banho e outras necessidades fisiológicas ou encher piscinas para 3 pessoas se deleitarem a tomar umas banhocas?

São um espelho do Governo, exigem sacrifícios aos portugueses mas depois são os primeiros a esbanjar e olhem que não é pouco...

 
At 12 de setembro de 2005 às 10:56, Anonymous Anónimo said...

A "senhora" será uma deputada ou ex-deputada?

 
At 12 de setembro de 2005 às 11:45, Anonymous Anónimo said...

A "senhora" que na passada semana encheu a piscina com água da rede é a responsável pela secção de águas da Câmara Municipal de Ponte de Sor.

 
At 12 de setembro de 2005 às 12:09, Anonymous Anónimo said...

E a outra senhora, não é por mal, é a Dra. Leonor Beleza.

 
At 12 de setembro de 2005 às 12:09, Anonymous Anónimo said...

E a outra senhora, não é por mal, é a Dra. Leonor Beleza.

 
At 27 de setembro de 2005 às 19:44, Anonymous Anónimo said...

Cuidado que a proprietária da piscina não gosta de ser cutucada. Ela é importante. Já agora, a piscina faz-se primeiro e legaliza-se depois? Depois de ser falada claro está.k ofensa! A dita senhora ser obrigada a legalizar. Os exemplos vêem de cima.

 

Enviar um comentário

<< Home