terça-feira, 17 de janeiro de 2006

ÁGUA DO CONCELHO DE PONTE DE SOR, UM PERIGO PARA A SAÚDE DOS SEUS CONSUMIDORES


ÁGUA CONTAMINADA


Os habitantes do concelho de Ponte de Sor, estão a beber água contaminada. Segundo dados divulgados pelo Instituto Regulador de Águas e Resíduos, a maioria das captações de água do concelho de Ponte de Sor, apresentam elevados teores de contaminação de ARSÉNIO e ALUMÍNIO.
Esta situação já vem de longe, tal como foi notíciado pelo Jornal EXPRESSO do último sábado.
Uma notícia ao nível do nosso desenvolvimento.
Inquinado.

11 Comments:

At 17 de janeiro de 2006 às 10:06, Blogger O PONTESSORENSE said...

CAROS CONCIDADÃOS PONTESSORENSES:

"A VERDADE É COMO O AZEITE..."

"MAIS UMA VEZ A VERDADE VAI DOER MUITO..."

- LEMBRAM-SE QUAL FOI A PRIMEIRA GUERRA QUE O TAVEIRA PINTO FEZ QUANDO FOI ELEITO PARA A CÂMARA MUNICIPAL COMO PRESIDENTE?

- EU AJUDO:

- FOI CONTRA O DR. JOSÉ MANUEL GERALDO GOUVÊA,ENTÃO DELEGADO DE SAÚDE DE PONTE DE SOR, PORQUE ESTE DEMONSTRAVA QUE A ÁGUA FORNECIDA PELA CÂMARA A TODOS NÓS ESTAVA CONTAMINADA.

- PASSADOS ESTES ANOS, A VERDADE JÁ É DO DOMINIO PÚBLICO.

PELA VOSSA SAÚDE NÃO BEBAM ÁGUA DA REDE.

 
At 17 de janeiro de 2006 às 10:09, Anonymous J. Francisco S.H.Mendes said...

«Verdade, mentira, certeza, incerteza...
Aquele cego ali na estrada também conhece estas palavras.
Estou sentado num degrau alto e tenho as mãos apertadas
Sobre o mais alto dos joelhos cruzados.
Bem: verdade, mentira, certeza, incerteza o que são?
O cego pára na estrada,
Desliguei as mãos de cima do joelho
Verdade mentira, certeza, incerteza são as mesmas?
Qualquer cousa mudou numa parte da realidade — os meus joelhos
e as minhas mãos.
Qual é a ciência que tem conhecimento para isto?
O cego continua o seu caminho e eu não faço mais gestos.
Já não é a mesma hora, nem a mesma gente, nem nada igual.
Ser real é isto.»

O grande Alberto Caeiro escreveu este poema.

Não beba água da rede.

 
At 17 de janeiro de 2006 às 10:32, Anonymous Júlio R. Prates said...

Isto é um grande caso de Saúde Pública

-QUADRO LEGAL

O decreto-lei 243.º/2001 estabelece as normas, critérios e objectivos relativos à qualidade da água para consumo humano. Ali se determinam as análises que devem realizar-se, a periodicidade de cada uma e os limites de concentração em relação a determinados parâmetros, sejam microbiológicos, químicos ou indicadores.

Senhor Presidendente da Câmara Municipal de Ponte de Sor, Sr. Delegado de Saúde de Ponte de Sor, Senhores Vereadores do que estão à espera para informar a população.

Senão tomarem uma posição pública sois uns criminosos.

 
At 17 de janeiro de 2006 às 12:45, Anonymous Anónimo said...

E, mais propriamente, onde é que isto acontece: só na sede do concelho, ou noutras freguesias também?
Também acho que a Câmara tem de responder a isto, como o Governo ao facto de há 8 anos a grande maioria dos portugueses que trabalham ter vindo a perder poder de compra, ou, de poder ir construir uma Aeroporto sem lugar para uma terceira pista.
Quanto ao actual Presidente, está à espera do relatório imediato sobre as escutas telefónicas...

Joaquim

 
At 17 de janeiro de 2006 às 12:57, Anonymous Joana Rita said...

Acontece em todas as freguesias do concelho de Ponte de Sôr.

 
At 17 de janeiro de 2006 às 17:47, Anonymous Manuel Carvalho said...

Pois, pois, pois...

Mais uma de muitas!

Este sr. mete àgua inquinada todos os dias do ano.

Pela vossa saúde, não utilizem a água da rede pública, pois a mesma é altamente tóxica.

 
At 17 de janeiro de 2006 às 23:25, Blogger JoaquimMarquesMachoqueira said...

Este assunto é realmente muito sério. Seguramente que, apesar de não termos ouvido nas televisões, já devem ter sido pedidos rigorosos estudos!

 
At 18 de janeiro de 2006 às 00:35, Anonymous Anónimo said...

No anterior mandato, os vereadores da CDU requereram ao presidente da Câmara a cópia das análises à agua de abastecimento público.
Nada foi entregue... Com a arrogância que o caracteriza, fez ouvidos de mercador. Para quê tornar público a decadência da qualidade de vida que o Taveira Pinto confere ao concelho?!
O povo quis assim. E fez muito bem!

Mas não contem comigo para alinhar na conversa:
Buracos financeiros das obras da Fundação António Prates e do Aeródromo;
Desavenças com a Motoravia e o próprio António Prates;
Negociatas imobiliárias com a Subercentro;
Degradação do estado do ambiente por todo o concelho, nomeadamente nas ETARES e na Barragem de Montargil;

Este poder está podre. Mas o povo quis assim. E fez muito bem!

 
At 18 de janeiro de 2006 às 09:14, Anonymous Anónimo said...

Um Bandido
Todo o teu sucesso
não altera o final da história
o epílogo já impresso
reserva-te o lugar da escória

Apontas para os teus tostões
mas roubaste alguns milhões
foi a corrupção na palma de uma mão
um filão a que não disseste não

E num fato bem aprumado
nesse olhar de ostentação
vais-te perder ali bem arrumado
bem dentro de uma prisão

 
At 18 de janeiro de 2006 às 22:58, Anonymous Anónimo said...

Este caso torna-se uma dupla falta de responsabilidade. Como médico, o Senhor Presidente da Câmara tem o duplo dever de zelar pela saúde da população. É pena que assim não aconteça. Que dizer também da continuação da falta de aquecimento nas escolas, de refeitórios sem condições, da panóplia de obras que se reproduzem pelas ruas da cidade nas quais de parte e reparte vezes seguidas no mesmo sítio, se fazem e desfazem passeios, outros que não se fazem e deviam ser feitos. Que lindo que está o acesso à Escola B23,que lindas festivalescas ridículas palmeiras... Um ponto positivo para a zona do skate...

 
At 22 de janeiro de 2006 às 00:09, Anonymous Anónimo said...

Mas podem todos ter certeza absoluta que o Dr. Pinto sabe disto há já muito tempo e nada diz á população. Devia demitir-se se tivesse vergonha na P... da cara. Merece justiça popular este reles ser. A provar-se isto como verdade ele deverá ser considerado criminoso. Merece justiça popular. Abram os olhos.

 

Enviar um comentário

<< Home