sexta-feira, 20 de outubro de 2006

NÃO APAGUEM A MEMÓRIA [parte III]

A propósito de um simples entretenimento televisivo que tem por tema a eleição do maior português de todos os tempos, a blogosfera foi inundada por textos com loas ao ditador Salazar.

Não admira.
Trinta e dois anos após o 25 de Abril, para além dos saudosistas, há uma geração que não foi mandada para a guerra colonial, que não sabe o que é um jornal censurado, que não conheceu a polícia política, que nunca viu velhos e crianças de pés descalços.
Para quem não conheceu esse tempo a preto e branco, aconselho vivamente a consulta do álbum de Eduardo Gageiro Lisboa, no Cais da Memória.

Para além do tempo que passa e vai levando consigo a memória viva dos anos de chumbo, Portugal tem tido o cuidado de apagar a sua memória colectiva.
Criou-se mesmo uma mentalidade dominante que classifica como arengas de velhos as referências a um regime que fez de Portugal o país com mais analfabetos de toda a Europa.
Em Espanha, uma ditadura mais feroz ainda teve o cuidado de desenvolver o país.
Mas a ditadura rural de Salazar fez de Portugal um quintalório de vistas curtas.

O elogio de Salazar também não espanta no contexto de uma Europa onde a extrema-direita está em ascensão.
O último número do Correio Internacional ilustra bem como e porquê andam em alta as simpatias por partidos nacionalistas e populistas, alimentadas no caldo de cultura da incompetência, da demagogia, da corrupção em que as democracias se vão deixando cair e nos efeitos socialmente catastróficos das políticas neoliberais.

Mas o mais curioso é que todo este burburinho se levante a propósito de uma votação, pois com Salazar votar era só para alguns em eleições marteladas, como foram as presidenciais de 1958. E, mesmo assim, não fosse o diabo tecê-las, o regime salazarista não descansou enquanto não mandou matar o candidato derrotado pela batota eleitoral.

João P.Guerra

8 Comments:

At 20 de outubro de 2006 às 16:03, Anonymous Anónimo said...

o grande portugues é de certeza o deficit mas para o sr taveira deve ser ele próprio.

já agora o que é que os ecos de sor andam a fazer pela malta??

 
At 20 de outubro de 2006 às 16:06, Anonymous Anónimo said...

para fazerem alguma coisa tinham de aprender a ler e depois a escrever.

 
At 21 de outubro de 2006 às 21:52, Anonymous Anónimo said...

e já agora vosses aprender a ganhar tomates no meio das pernas porque não passam de um bando de maricas que se esconde atraz de um blog de merda...
idiotas...

 
At 21 de outubro de 2006 às 23:58, Anonymous Anónimo said...

mais uma yes man do Pintinho

 
At 22 de outubro de 2006 às 15:53, Anonymous xico said...

At Sábado, Outubro 21, 2006 9:52:08 PM, Anonymous said...
e já agora vosses aprender a ganhar tomates no meio das pernas porque não passam de um bando de maricas que se esconde atraz de um blog de merda...

Este senhor a escrever e mesmo do pior, eu penso que ele devia primeiro ir frequentar a escola primaria, porque de facto o portugês não é o seu forte.
Não hà problema de defender o Sr Presidente, mas ele(Presidente)deve de corar de vergonha ao ver o seu defensor ser tao analfabeto.
É que este senhor BURRO e MALCRIADO er o prototipo daqueles que quando faltam qrgumentos ofendem, ate parece uma pessoa que todos conhecemos na nossa autarquia.
ou será que este analfabeto que nao sabe escrever se esta a candidatar a algum cargo no municipuio??

 
At 22 de outubro de 2006 às 17:50, Anonymous Anónimo said...

Eu não vim aqui ofender niguém e se há alguém aqui que seja burro sois vós certamente... Pois vós é que vindes para um blog ofender pessoas e difamalas... e já agora aprendam a escrever na net.. lol...

 
At 22 de outubro de 2006 às 18:20, Anonymous Anónimo said...

olha já agora o senhor inteligente se quiser dar umas explicações de português está a vontade...
E a mim não me faltam argumentos, a vós é que falta e muito pois na sabem fazer outra coisa se na difamar as pessoas... não passam de um bando de cobardes... e cargos politicos deram voçes no tempo do Zé Amante, que enquanto ele foi presidente a camara estáva transformada num centro de emprego... tenham vergonha... são muito fracos voçes, só os fracos e os vencidos se escondem atráz de coisas deste género... Ao senhor inteligente pesso desculpa se analfabeto tiver dado algum erro... Olhe já agora candidáte-se ao nobel da literatura, ou algo assim especial ou grande... que vergonha... bando de cobardes...

 
At 22 de outubro de 2006 às 23:23, Anonymous Anónimo said...

Vai para escola já!

 

Enviar um comentário

<< Home