quarta-feira, 15 de agosto de 2007

O ELEITO

Do varandim saúda a multidão

Que em baixo rejubila coa vitória.

Quantas mentiras! Quanta falsa história!

O preço pra vencer a eleição.




Povo infeliz não vota em quem é são

E o voto da vitória vem da escória.

Povo infeliz de tão fraca memória


De que o poder reflecte a podridão.



No poder, como é fácil esquecer

Tuas promessas cínicas de esquerda

Com que salvaste o coiro de perder.



Mas não estranhes, também, que quem não herda

O prometido te venha dizer:

Raios te partam, mentiroso de merda!

REXISTIR

Etiquetas: , ,

14 Comments:

At 16 de agosto de 2007 às 02:34, Anonymous Anónimo said...

Se bem que também se adapte ao Pinto, este parece mais talhado para o Sócrates. Mas Sócrates e Pinto são afinal duas almas gémeas.

 
At 16 de agosto de 2007 às 16:42, Anonymous M. said...

Não há muito tempo, podia não se concordar com um político, mas respeitava-se o indivíduo. Sobretudo se exercesse um cargo relevante. Podia-se discordar, podia-se não gostar, podia-se criticar, mas fazer juízos de valor ofensivos sobre o seu carácter ou honestidade, não. Seria pouco menos que impensável ofender um ministro ou um deputado, mesmo que fosse dos "outros".
Hoje, o comum dos cidadãos refere-se aos mais altos magistrados da nação com desdém e desprezo, sem qualquer consideração e dizendo tudo o que lhe aprouver sobre o seu comportamento político e cívico (seja ele dos "nossos" ou, sobretudo, dos "outros"). A indignação, a revolta e o ódio levam ao desrespeito total e à ofensa fácil. Muitas vezes, é fácil perceber porquê. Colocando-me no lugar dos políticos (sendo eu uma pessoa séria, honesta, competente e preocupada com os meus semelhantes - passe a imodéstia), tento imaginar o que eles sentirão perante isto? A que atribuirão este profuso sentimento popular de aversão? Não sentirão vontade de fazer um exame de consciência? Não terão vergonha pelo descrédito que a sua classe tem junto da opinião pública? Porque não reagem veementemente contra os políticos que dão azo aos enxovalhos da classe política? Que grau de consideração têm por si próprios? Acharão que mais valem o poder e as benesses que ele dá do que a falta disso ainda que com muita estima popular em cima? Se eu fosse um político como sou cidadão, já teria deixado a actividade ou feito uma revolução para correr com os corruptos e incompetentes!

 
At 16 de agosto de 2007 às 23:47, Anonymous Anónimo said...

Apoiado... mas cocluo co estas citações..
Há duas coisas a que temos de nos habituar, sob pena de acharmos a vida insuportável: são as injúrias do tempo e as injustiças dos homens. (Chambort)

A maldade bebe a maior parte do veneno que produz. Devem ser evitados os tristes de que tudo se queixam. (Séneca)

 
At 17 de agosto de 2007 às 04:50, Anonymous Anónimo said...

Quando a esquerda se converte ao capitalismo, são como os moralistas quando abandonam a moral. Se são mulheres transformam-se numas putas; se são homens, tarnsforma-se nuns devassos.

 
At 17 de agosto de 2007 às 15:08, Anonymous Anónimo said...

Hoje a diferença entre a Esquerda e Direita é a seguinte: a Direita defende o capitalismo e a Esquerda o capitalismo selvagem. É, por isso, natural que os grandes grupos económicos prefiram hoje um Governo de Esquerda do que de Direita.

 
At 17 de agosto de 2007 às 15:12, Anonymous Anónimo said...

Não há maior hipocrisia e cinismo do que encher a boca com os pobrezinhos para ganhar as eleições e depois viver à grande junto dos grandes e à sua conta depois de ganhar as eleições. Falem com um socialista do poder e verão como até já reconhece qualidades no tal Oliveira Salazar.

 
At 17 de agosto de 2007 às 23:39, Anonymous rocky said...

Melhor exemplo do capitalismo selvagem è o presidente da Junta das Galveias que anda de jeep cheroke , è latifundiario, so veste lacoste, e depois diz que é comuna.....
Com papas e bolos se enganam os tolos.

 
At 18 de agosto de 2007 às 13:43, Anonymous Anónimo said...

Os comunistas é que são bons lol... por isso é que continuam no poder!??!!!! Pois é meus amigos, paguem por todo o mal que fizeram. Como voces dizem muito bem: O zé povinho é que decide, e já decidiu hà muito tempo que vocês não valem nada! Aceitem a realidade!

 
At 20 de agosto de 2007 às 02:13, Anonymous Anónimo said...

O zó povinho que lá pôs o Pinto foi o mesmo que lá pôs o zé amante. E alguns dos vereadores socialistas votaram no zé amante.

 
At 20 de agosto de 2007 às 21:14, Anonymous Anónimo said...

pois, viram que erraram e tentaram melhorar!!! lol

 
At 21 de agosto de 2007 às 23:37, Anonymous Anónimo said...

Se os pontessorenses precisaram de 20 anos para abrir os olhos é porque devem ser muito burros. E é dos livros que a estupidez não tem cura. Nunca se viu um burro virar inteligente. Por isso, o mais certo é os pontessorenses terem preferido o Pinto ao ZÉ Amante por ter sido o único candidato que apareceu em Ponte de Sor pior do que este.

 
At 22 de agosto de 2007 às 13:24, Anonymous Anónimo said...

ehhehe, isso não tem nexo nenhum!!! lol

 
At 23 de agosto de 2007 às 01:02, Anonymous Anónimo said...

O que não tem nexo nenhum é uma pessoa com o desequilíbrio mental do Pinto ser presidente do que quer que seja. Basta ler os seus comunicados para ver que o homem não está bom da cabeça...

 
At 23 de agosto de 2007 às 12:01, Anonymous Anónimo said...

voces é q nao andam bons da cabeça invejosos

 

Enviar um comentário

<< Home