segunda-feira, 30 de junho de 2008

HÁ LIVROS DE "M..." E HÁ A "M..." DE UM LIVRO!

Falso, presumo

e de duvidosa e obscura proveniência como tudo de que é feito este menino...


L.

Etiquetas: , ,

7 Comments:

At 30 de junho de 2008 às 19:26, Anonymous F.T. said...

Uma receita já velha:
Com a popularidade em baixa, nada como uns tirinhos para ressuscitar o salvador da pátria.

 
At 30 de junho de 2008 às 19:28, Anonymous Anónimo said...

Depois do "não" da Irlanda as noticias são cada vez melhores:

Sabe-se hoje que a inflação na Zona Euro voltou a agravar-se em Junho para quatro por cento, atingindo o valor recorde desde a criação do espaço do euro, em 1999.
Também hoje, no 24 horas, a subavaliação da inflação portuguesa foi chamada para a primeira página de um jornal nacional.
Sem precisar, o 24 horas fala numa taxa de inflação superior a 5 por cento em Portugal.

 
At 30 de junho de 2008 às 19:38, Anonymous Anónimo said...

EDP Renováveis - Porque só há dividendos em 2012...

Salário Milionário (EDP Renováveis)
EDP Renováveis
Salário da CEO pode superar 1 milhão
Uma remuneração anual fixa de 384 mil euros prevista para 2008, à qual acresce uma contribuição para o plano de pensão e ainda um prémio anual e um prémio plurianual para períodos de três anos, cada um dos quais até uma verba máxima de 100% do salário base.
Uma remuneração anual fixa de 384 mil euros prevista para 2008, à qual acresce uma contribuição para o plano de pensão e ainda um prémio anual e um prémio plurianual para períodos de três anos, cada um dos quais até uma verba máxima de 100% do salário base.


Ou seja, se todos os seus objectivos de desempenho forem cumpridos, Ana Maria Fernandes poderá receber mais de 1,1 milhão de euros no seu primeiro ano como presidente de EDP Renováveis após a entrada da empresa na bolsa. Os valores constam do prospecto de admissão.

NOTA: São quase 2.000 salários mínimos ou seja cerca o trabalho de 143 anos pelo salário mínimo. Como é possível? É pior do que no Futebol.

Assim a EDP faz negócio e, se falha, obriga os clientes a pagarem os erros da sua gestão, como nas dívidas incobráveis que agora quer exigir aos pagadores honestos .

Esta Srª gaja deve ser muito habilidosa e ter feito uns favores especiais ( .... má língua..) aos detentores do Poder. A quem pertence? de quem é amiga?

Mais um «TACHO DOURADO», para membro do clã.

Perceberam porque é que o falso "engenheiro" gosta tantos das renováveis?

 
At 30 de junho de 2008 às 21:29, Anonymous J.Gonçalves said...

A jornalista da Antena 1, Eduarda Maio, escreveu a "biografia autorizada" do secretário-geral do PS e primeiro-ministro, intitulada Sócrates, o Menino de Ouro do PS (Esfera dos Livros).
Quem consegue arrancar uma "biografia" a este homem sem qualidades de maior - ou seja, José Sócrates é apenas mais um dirigente mediano na política do século XXI cheia de dirigentes medianos espalhados por todo o mundo -, merece, só por isso, aplauso.
Se me der na telha - e se alguém me oferecer - lerei o livro com a maior atenção e darei aqui conta dele.
Para já, apenas registo que a obra já propiciou um "momento centrão" a seguir com interesse.
Apresentam a obra os drs. Vitorino, do PS, e Dias Loureiro, do PSD.
Este último, para variar, não apareceu no congresso do partido nem foi visto ou ouvido a apoiar alguém.
Politicamente é uma eminência cinzenta que Cavaco colocou no Conselho de Estado.
De resto, é um puro homem de negócios.
Amigo íntimo de Jorge Coelho - outro ex-membro do CE e outro grande homem de negócios -, Loureiro de certeza que não participa nesta "charla" por gostar de ler.
Num momento de afirmação de uma liderança "nova" no seu partido, Dias Loureiro estaria a tomar por parvos aqueles que vissem nesta apresentação conjunta um gesto inocente.
Como aqui tem sido repetido à exaustão, o regime tem manhas que a razão desconhece.
Apresentar uma biografia de Sócrates não é um acto de cultura. É uma atitude política reveladora. De quê?
De que o regime sobrevive fora do púlpito dos congressos e dos jantares com entusiasmos partidários ensaiados.
À falta de uma elite digna desse nome, existem homenzinhos que, ao longo deste trinta e tal anos, foram tratando da vida dos partidos a que aderiram e, por essa via, tratando da vida deles. O que Vitorino e Loureiro celebram em conjunto (menos do que Sócrates, naturalmente, que a prazo deixará de contar) é essa cumplicidade "regimental" que os une.
Muito depois de Sócrates ou Ferreira Leite desaparecerem de cena, eles continuarão por aí, com estes ou outros nomes.
Porque são eles os verdadeiros meninos de ouro do regime.
Ao pé deles, Sócrates é um mero menino de coro.

 
At 1 de julho de 2008 às 18:10, Anonymous Anónimo said...

Antes o menino guerreiro do que um menino de oiro...

 
At 1 de julho de 2008 às 20:14, Anonymous Anónimo said...

Menino de oiro é mesmo um nome apaneleirado... Mil vezes menino guerreiro.

 
At 2 de julho de 2008 às 16:31, Anonymous Anónimo said...

Cada um tem o " MEIN KAMPF " que merece(para os socialistas que compram diplomas esclareco que era o livro do Hitler

 

Enviar um comentário

<< Home