domingo, 2 de novembro de 2008

FUNDAÇÃO ANTÓNIO PRATES - MAIS UMA PARTE ICEBERGUE

MUNICÍPIO DE PONTE DE SÔR

DELIBERA RESCISÃO

DO PROTOCOLO COM A

FUNDAÇÃO ANTÓNIO PRATES






Clique nas imagens
para ler na integra



Etiquetas: , , , ,

59 Comments:

At 2 de novembro de 2008 às 20:46, Anonymous Anónimo said...

Oh Bugalheira!

«Ladrão que rouba a Ladrão, tem 100 anos de perdão»

Porreiro, Pá!

 
At 2 de novembro de 2008 às 21:04, Anonymous Lagóia said...

O sr dr. João Pinto, depois de um ano e três meses finalmente descobriu o que este blog e os seus comentadores sempre escreveram sobre as relações mafiosas entre a CMPS e a FAP em que o principal responsável é mesmo o sr. dr. João Pinto, não esquecer que foi ele que nomeou à força o sr. dr. Normando para o conselho fiscal da FAP, que foi ele que nomeou o sr. dr. Álvaro Lino, o sr. dr. José Rafael e a sra. dra. São Rodrigues para administradores da FAP, com ele são a maioria do conselho de administração.
O António Prates só tem o irmão João Prates e o sr. dr. João Pedroso (irmão do sr. dr. Paulo Pedroso).
O sr. dr. João Pinto não mudou o estado a que a FAP chegou porque não quis, não se arme agora em "puta ofendida", porque sempre teve a maioria no órgão directivo, o conselho de administração da FAP.
O sr. dr. João Pinto tem grandes culpas no cartório nesta situação toda, desde das contas, ao não funcionamento, etc.

 
At 2 de novembro de 2008 às 21:23, Anonymous José Lopes A.V. Mendes said...

Amigo Lagóia tu através do teu comentário já destes algumas pistas sobre as responsabilidades do Pinto Bugalheira mais novo na questão Câmara Municipal de Ponte de Sôr/Fundação António Prates, mas há mais, que faz a contabilidade da Fundação António Prates é uma firma não de Ponte de Sôr, mas sim de Gavião em que o TOC é grande amigo do Pinto Bugalheira mais novo, que faz também a contabilidade do Eléctrico, (não há firmas em Ponte de Sôr/ligações socialistas?).
O ROC da Fundação António Prates é a mesma firma e o mesmo ROC da Câmara Municipal de Ponte de Sôr, o João "Pensionista", (aquele que concorreu a convite do Pinto, através da Adelaide e que indicou por mail quem deviam convidar, para a firma dele ganhar).
É assim!!!

 
At 2 de novembro de 2008 às 22:23, Anonymous Anónimo said...

João Valério Contabilidade e Sreviços, LDA

Responsável Técnico: João José Correia Valério · Técnico Oficial de Contas n.º 20285 da Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas

Capital Social €5.000,00 · Sociedade Comercial por Quotas, Matricula n.º 38 C. R. C. Gavião · NIPC 503739774

CLIENTES

Associação de Municípios do Norte Alentejano

Bombeiros Municipais de Gavião

Cabeleireira Nanda

Casa Covão da Abitureira

Carlos Martins de Matos - Electricista

Clube Trilho

Eléctrico Futebol Clube de Ponte de Sôr

Escola Tecnológica, Artística e Profissional de Nisa

Fundação António Prates

Gravilha & Abreu, L.da

Micasa - Mobílias - Abrantes

Sede: Rua Nova de S. João, n.º 6 · 6040-124 Gavião · Tel. 241638323 · Fax: 241638324 · e-mail: geral@jvcs.pt

 
At 2 de novembro de 2008 às 22:31, Anonymous DEOLINDA said...

Agora sim, damos a volta a isto!
Agora sim, há pernas para andar!
Agora sim, eu sinto o optimismo!
Vamos em frente, ninguém nos vai parar!

Agora não, que é hora do almoço…
Agora não, que é hora do jantar…
Agora não, que eu acho que não posso…
Amanhã vou trabalhar…

Agora sim, temos a força toda!
Agora sim, há fé neste querer!
Agora sim, só vejo gente boa!
Vamos em frente e havemos vencer!

Agora não, que me dói a barriga…
Agora não, dizem que vai chover…
Agora não, que joga o Benfica…
e eu tenho mais que fazer…

Agora sim, cantamos com vontade!
Agora sim, eu sinto a união!
Agora sim, já ouço a liberdade!
Vamos em frente, é esta a direcção!

Agora não, que falta um impresso…
Agora não, que o meu pai não quer…
Agora não, que há engarrafamentos…
Vão sem mim, que eu vou lá ter…

 
At 3 de novembro de 2008 às 09:59, Anonymous Anónimo said...

muito bem se taveira pinto!

 
At 3 de novembro de 2008 às 10:35, Anonymous Anónimo said...

O anónimo da 10,23,00 de 2 NOV, não sabe tudo e está muito longe da realidade esse Snr TOC do Gavião o tal Valério, não tem só esses clentes em Ponte de Sor, são muito mais, ele tem compadrio com o Henrique da Caixa Geral Depósitos,tambem é Secretário da Assembleia Municipal, esse gerente é que lhe arranja a clientela e como fazem os projectos para as empresas a mielas, ficam logo com as contabilidades, porque razão o Dr Valério TOC deixou de ser professor, foi por ganhar tão pouco. Por isso não estejam a atacar o Dr Pinto, há aí oportunistas bem pior e andam camuflados. Deixo mais um AVISO ao Dr Pinto, no próximo ano há eleições e como tal, está na hora de começar a correr com a escumalha que o rodeia.

 
At 3 de novembro de 2008 às 10:37, Anonymous Anónimo said...

O baile está armado, vamos ver quanto tempo se arrasta o caso. Vai haver advogados a ganhar milhões de euros para resolver o caso e anos de demandas judiciais.
Vai ser um fartar de vilanagem!

 
At 3 de novembro de 2008 às 10:57, Anonymous Anónimo said...

Meus amigos outro baile vai começar. A actriz da Ribeira das vinhas, apesar de dizer à boca cheia que na camera é só bimbos a começar pelo presidente. parece e segundo o que corre, é verdade. dinheiro da terra para fazer umas peças. O teatro via ser dela e a fundação também. Só que a gora com outro nome. Sai de cena o prates entra em cena a actriz. Parece que a cultura cai bem nos organismo oficiais e o pinto antes de ser paertado contra a aprede, vai sacar da actriz para limpar a imagem e a actriz limpa uns dinheiros à caamera. Mais uma tragédia se adivinha.

 
At 3 de novembro de 2008 às 16:52, Anonymous Anónimo said...

alguem me esxplique porrque é os vereadores do pcp votaram contra?

 
At 3 de novembro de 2008 às 18:14, Anonymous Anónimo said...

Porque votam sempre contra, não são do mesmo partido, são do contra.

 
At 3 de novembro de 2008 às 18:19, Anonymous Anónimo said...

Apesar de tudo, temos de concordar uma coisa. O Dr. Taveira Pinto mostrou coragem a um ano de eleições arrebentar com esta hitória toda. Vamos ver como é que tudo isto acaba e quando.

 
At 3 de novembro de 2008 às 18:24, Anonymous Anónimo said...

Põe nome do Prates na rua, tira nome da rua. As zangas do dr.pinto, saltam as telhas,a ver se não lhe cai nenhuma em cima. Ddr. pinto compre um capacete.

 
At 3 de novembro de 2008 às 19:33, Anonymous Anónimo said...

Pobre Pinto, está, ...

O Vigarista do Prates enganou o Vigarista do Pinto...

Como é possível isto acontecer?

Então o Pinto não é o vice-presidente do conselho de administração da Fundação António Prates?

Então o Pinto e os seus apaniguados não são a maioria do conselho de administração da Fundação António Prates?

Então o apaniguado/lacaio Normando Sérgio não é membro do conselho fiscal da Fundação António Prates?

Então o conselho consultivo da Fundação António Prates não é presidido pelo socialista Mário Soares e tem como vice-presidente o socialista governador civil Jaime Estorninho e a maioria dos seus membros, não são militantes destacados do Partido Socialista?

Pobre Pinto, está f... de todo, os próprios apaniguados, lacaios e camaradas de partido, f... de todo!

 
At 3 de novembro de 2008 às 20:11, Anonymous João Pedro Amante said...

Atendendo a que há anónimos e anónimos e que uns merecem respostas e outros não, deixo aqui o sentido da declaração de voto que os vereadores da CDU na Câmara Municipal proferiram, com duas notas prévias:
- o texto pode não esatr identico ao da acta, porque foi ditado através de um apontamento manuscrito e corrigido no momento;
- a acta a publicar, é natural não conter a totalidade do que realmente se passa nas reuniões, a fase das perguntas e respostas ou os comentários e sugestões, os quais muitas das vezes determinam os sentidos de voto;
- lamentar a desactualização crónica do site do município de Ponte de Sor, porque caso contrário, os que se limitam a dizer "votam sempre contra, não são do mesmo partido, são do contra", neste momento, já estaríam elucidados;

"Embora concordemos com algumas questões da proposta apresentada pelo Sr. Presidente, designadamente no que refere à não apresentação dos respectivos relatórios e contas, assim como orçamentos e planos de actividades, não temos dados suficientes que nos permitam avaliar todos os factos relatados. Assim, lembramos e questionamos:
a) Atendendo às informações oportunamente prestadas à CMPS e AM, que estatutos estão efectivamente em vigor?
b) Quem são os membros dos órgãos sociais referidos, quem fez a sua escolha e quem administra?
c) Porque não se pronunciaram os referidos órgãos sobre a falta dos citados documentos?
d) Tendo o Sr. Presidente, também Vice-Presidente da FAP, conhecimento da falta da apresentação e aprovação dos referidos documentos, porque votou favoravelmente, para além dos 10.000€ mensais, subsídios para actividades isoladas já durante o corrente ano, nomeadamente entre outros, um subsídio para o pagamento de IVA, presente na reunião da CMPS de 10 de Setembro, quando 8 dias depois apresenta uma proposta para solicitar a intervenção da Direcção Geral de Finanças?
e) Com a resolução desta proposta que salvaguardas são apresentadas aos trabalhadores com contratos de trabalho em vigor, a desempenhar funções na FAP?

Desde o início deste processo que a CDU apresentou reservas por considerar que os interesses do Município de Ponte de Sor não estavam devidamente salvaguardados. Sendo esta Fundação resultante de um empenho financeiro público que ascende a cerca de 700 mil euros e que foi construída tendo por objectivo inquestionável sedear a FAP, consideramos que perante os factos, este processo não pode deixar de ter responsáveis políticos."

grato pela atenção dispensada,

 
At 3 de novembro de 2008 às 20:24, Anonymous Anónimo said...

Toda a gente via no que isto ia dar. Só mesmo um ceguinho. E a vaidade cega o Pinto. Andou a esbanjar o dinheiro dos contribuintes e a destruir a Avenidade da Liberdade, tornando impossível que Ponte de Sor venha alguma vez a ter alguma ponta por onde se lhe pegue, com a merda desta fundação... Agora só tinha uma coisa a fazer. Era tirar daí as consequências. Pedir desculpa aos pontessorenses pelo dinheiro que esbanjou, meter o rabinho entre as pernas e desaparecer do mapa. Mas para fazer isso era necessário ter vergonha na cara e ser um homenzinho. E infelizmente o Pinto não tem uma coisa, nem é outra.

 
At 3 de novembro de 2008 às 21:08, Anonymous F. M. said...

Esta Fundação António Prates e a sua colecção resulta de anos e anos de venda de "gato por lebre".
Isto é do investimento por um grande número de "patos bravos/compradores de arte a metro" de serigrafias e gravuras editadas pelo Centro português de Serigrafia (CPS), sem controle de tiragem (feito por uma entidade séria e credível).
O investimento feito em bens tangíveis, feito pelos "patos bravos/compradores de arte a metro" no CPS, vai dar o mesmo resultado em tempo de crise, que o caso recente do investimento em produtos de filatelia ( Afinsa e Fórum Filatélico ).
Quando quiserem vender descobrem que os produtos valem zero.
Com o património da Fundação António Prates (FAP), passa-se o mesmo, algumas obras são de quarta escolha, algumas são cópias falsas.
Não houve uma entidade independente que procedesse à avaliação do espólio, por isso o valor da mesma não é real, mas está muito inflacionado.
Quanto ao edifício cedido pelo Município de Ponte de Sôr, para alojar a FAP, era bom que o Município nos elucidasse qual foi o seu custo total, quanto se gastou em trabalhos a mais, em rectificações ao projecto inicial, (porque é que o edifício não está completamente acabado), tem salas que funcionam sem janelas, com iluminação provisória, sem climatização, etc,.
Houve ao longo do tempo erros graves de funcionamento e de gestão da FAP, que tem como principais responsáveis o Conselho de Administração (CA) da FAP, agora o senhor Presidente do Município de Ponte de Sôr não pode afirmar que tudo lhe passava ao lado, pois ele é o vice-presidente do CA da FAP, por inerência de cargo.
Qualquer pessoa via que o "elefante azul dos cadeirões" não funcionava, bastava auferir o número de visitantes que a FAP teve nos dois primeiros meses de funcionamento.
Por conseguinte e como afirma o povo da nossa cidade "a montanha pariu um rato" só que desta vez o rato é cego e não quer ver.

 
At 3 de novembro de 2008 às 21:08, Anonymous Anónimo said...

Então e que tal, as contas do ELÉCTRICO, também subsidiado mensalmente pelo Município com milhares de contos.Como serão justificadas, por exemplo, as despesas com o arrendamento de casas onde se encontram hospedados jogadores do Eléctrico,sendo que algumas delas pertencem a um dirigente do Clube e a um funcionário camarário.

 
At 3 de novembro de 2008 às 21:32, Anonymous Anónimo said...

Claro! O patrão do Eléctrico é o mesmo da Fundação, só que o dinheiro é dos munícipes.

 
At 3 de novembro de 2008 às 22:02, Anonymous Anónimo said...

O Patrão é o mesmo, sim.
O Contabilista é o mesmo, sim.
O Dinheiro é que é nosso.

 
At 3 de novembro de 2008 às 22:18, Anonymous Ana Rita said...

O António Leonardo é que os define bem:
..."todos aqueles que estão fartos de viver com a cabeça baixa e a mão estendida à espera da rodela de chouriço com que o poder socialista costuma comprar os votos dos pobres. Todos nós sabemos que os socialistas só dão uma rodela de chouriço a quem lhes der uma vara de porcos."

 
At 4 de novembro de 2008 às 00:09, Anonymous Anónimo said...

esse henriques também é pouco vigarista e oportunista. Quer poder a força...anda sempre em bicos dos pés no PS para ver se alguem lhe dá atençao mas nao passa de um triste. Ele é so mandar "faiscas" ao cabeça de piao por este, mesmo morando longe de ponte de sor e estando a borrifar-se para Ponte de Sor, ser presidente da assembleia e ele nao passar do secretário. Mas segundo ele os outros é que sao falhados. Também sei que ele, juntamente com outros vigaristas anda a tentar passar a perna a pessoas de bem em Ponte de Sor e não só. Há gerentes bancários que ainda sao boa gente agora este vaidoso, nao sei se anda perto da reforma nem se nao, mas anda virado para outras actividades. Nem o pessoal da caixa pode com ele. E aqueles que lhe sao superiores na Caixa conhecem-no por ser um "cagao" que nao lhe cabe uma palha no cu. Quanto a esse compadrio com o valerio e muitas outras pessoas que ele conhece e donde saca algum, nao duvido nada que assim seja, pois essa é apenas uma entre muitas das faces deste merdas.

 
At 4 de novembro de 2008 às 10:51, Anonymous Anónimo said...

É inacreditável como é que uma pessoa que foi eleita pelo Povo faz tanta merda. Eu não tinha tanta lata. Por isso é que eles estão colados ao poder. Só fazem merda, como o dinheiro não é deles gastam como lhes apetece. Estragam terras e ainda se passeiam pelas ruas que lata. Espero que o próximo golpe ; que já tem a conivencia do Bugalheira, seja dado pela actriz que anda a farejar dinheiro. Talvez aí o povo abra os olhoas e corra com o Bugalheira.

 
At 4 de novembro de 2008 às 13:52, Anonymous Anónimo said...

jóão pedro Amante, tens a certeza do que dizes que a fundação custou 700.000 euros? De qualquer maneira já foi bom esclarecer alguma coisa, pouca, mas já é melhor assim.

 
At 4 de novembro de 2008 às 14:05, Anonymous Anónimo said...

e o que vão lá por? teatro?

 
At 4 de novembro de 2008 às 16:38, Anonymous Anónimo said...

... a espaço deixado pela funcação, pode ser ocupado pelo pintainho, la ir-se entreter com umas putas...

 
At 4 de novembro de 2008 às 17:16, Anonymous Anónimo said...

António Prates contra-ataca.
Não percam as próximas noticias.

 
At 4 de novembro de 2008 às 17:25, Anonymous Anónimo said...

Para o anónimo de terça feira - 4.38.00 PM.
Já comecei a tratar de arranjar pessoal para ocupar as instalações para a actividade que o amigo sugeriu, mas acontece que a sua mulher e a sua mãe não estão disponiveis para esse fim, pois já se encontram ocupadas com outros clientes.
"Quem diz aquilo que quer, ouve aquilo que não gosta"

 
At 4 de novembro de 2008 às 17:48, Anonymous Anónimo said...

ò Pinto NOJENTO!!!Nem devias responder a nada pá..não tens vergonha..Muito menos ainda ofenderes outras pessoas...Desaparece daqui....

 
At 4 de novembro de 2008 às 18:08, Anonymous Anónimo said...

Mas afinal o Pinto tenta já arranjar substituto e calar a lingua do povo com a actriz da ribeira das vinhas. Aposto que já lhe ofereceu dinheiro (nosso dinheiro) o cineteatro (o joazinho a educadora ligia já não vão comer nada) e também lhe proteu a fundação, afinal evora e lisboa vai gostar de ouvir os nomes da actriz e ainda das residências. Tenho pena que ainda nenhum jornal nacional se tenha debruçado sobre ste asssunto. Portugal ia gostar de saber o que esta camera ps anda fazer. Tem tudo do melhor: um Presidente putanheiro e vígaro, obraqs de arte falasa ou não e uma actriz com o marido que veio para a ponte de s or para sacar. JORNAIS NACIONAIS NÂO PERCAM ESTA NOVELA DO BUGALHEIRA

 
At 4 de novembro de 2008 às 19:10, Anonymous Anónimo said...

Ainda bem que falam aqui no Joaozinho Mirolha...Então não é este Individuo que está desde que o Cine Teatro está a funcionar, a explorar o Bar, sem pagar qualquer tipo de renda?? e nas horas em que trabalha??recebe o ordenado da Camara e trabalha para ele?? - Os Srs. Vereadores da Oposição teem de perguntar ao Bugalheira, como fizeram com a Afundação...Perguntar-lhe pelas receitas e despesas do Cine-Teatro(facturas das rendas do Bar,energia,telefone (que tambem devem haver muitas ERÒTICAS)-TUDO A CAMARA A PAGAR E O JOAOZINHO A FACTURAR - ESTÁ LINDO Ó PINTO BUGALHEIRA -

 
At 4 de novembro de 2008 às 19:20, Anonymous Anónimo said...

Então ò Bugalheira TONTO/LADRÂO :Qual é o nome que agora queres por na Rua que tinha no nome do Prates Acordeanista ???não passas de um miudo...O outro fodeu-te até ao nó agora tens atitudes destas parvas...os nomes das ruas devem ser de pessoas importantes,sábias..é o mque o Prates é...Fodeu um Pinto Bugalheira....
Mas continua a ser fodido ainda por mais outros artistas...se tivesses um pouco de Homem(Tu não passas de um miudo)desaparecias JÀ....

 
At 4 de novembro de 2008 às 19:39, Anonymous Anónimo said...

Senhores Municepes: Esta informação que aqui está sobre o Joaozinho é mais que verdade (O cine-Teatro é dele, não paga renda nenhuma do BAR que explora,recebe o ordenado da Camara para trabalhar para ele proprio).
Mas tambem temos de ver uma coisa : É este Joaozinho que vai todas as Semanas a Lisboa levar e buscar os filhos dos Bugalheiras (Presidente e Irmão)desde que os Cachopos estão a estudar, no carro dele ... o rapaz tem de ter contrapartidas...Não paga renda do Bar do Cinema,àgua, luz telefone(chamadas eróticas)etc.etc. e já está à muito tempo no topo da carreira, com uma bela categoria, que alguns licenciados nunca chegam a ter um salário igual, e o filho dele está tambem nos Armazens onde é já ele quem manda naquilo quase tudo, pelo menos mé o que o Rapaz diz....
Claro que eram os Bugalheiras quem deviam pagar ao Joaozinho, mas são eles os donos do Conselho - Aguentem-nos já que não os fodem como fez o Prates Acordeonista do Vale de Açor......

 
At 4 de novembro de 2008 às 20:14, Anonymous Anónimo said...

O Joaozinho também bate umas sornas no pavilhão. Há lá uma salinha onde o coitado descansa as pestanas.

 
At 4 de novembro de 2008 às 21:45, Anonymous R.V. said...

"Nós portugueses vivemos em permanente medo, temos medo do presente, sentimos medo de regressar à ditadura do passado, temos medo do que se pode passar do futuro, temos medo do polícia, temos medo do juiz, temos medo do chefe, do ministro e do primeiro-ministro. Vivemos numa sociedade em que o medo se instalou, em que o medo é o principal instrumento dos poderes instituídos, vivemos sob a permanente chantagem exercida pelo medo."

E porque assim será?

No meu ponto de vista isto acontece devido à ineficácia da justiça. Não se pode contar com ela. De que serve uma sentença que aconteça anos depois de decorridos os factos?

Na actual situação, as pessoas estão entregues a si próprias. A melhor forma de não terem problemas é o "respeitinho", o que obviamente nada tem a ver com o respeito.

 
At 4 de novembro de 2008 às 22:30, Anonymous Anónimo said...

Mais para juntar ao icebergue:

- Os funcionários da Fundação António Prates continuam com salários em atraso.

- A Fundação António Prates tem dividas à Segurança Social.

 
At 4 de novembro de 2008 às 23:03, Anonymous Anónimo said...

Minha rica pátria estás a chegar ao fundo ,é triste o que se está a passar ,bravo povo aonde estás?tereies medo ? sereies cobarde? levantai-vos hoje e gritai de novo explendor que queremos para portugal.

 
At 4 de novembro de 2008 às 23:17, Anonymous Manuel P. said...

Pobre concelho o nosso entregue a gente como os Bugalheiras...
Gente corrupta e sem vergonha, ladrões e exploradores da gentes (chulos da pedincha) deste concelho à beira rio nascido.
Nunca valerem nada na vida, sempre foram uns parasitas da sociedade Pontessorense.
Desde que foram para a Câmara só fizeram m... atrás de m..., mas julgam-se umas grandes personagens.
As broncas são mais que muitas, esta da FAP é mais uma das muitas,...
Até quando ?

 
At 5 de novembro de 2008 às 00:05, Anonymous Anónimo said...

os municipes deviam abrir os olhos que estes gajos andam há anos a usar o nosso dinheiro para encherem os bolsos e passear à nossa custa. as negociatas são mais que muitas, desde a fundação ás piscinas ao estádio e outras parecidas

 
At 5 de novembro de 2008 às 11:09, Anonymous Anónimo said...

queremos a espertalhona da actriz da ribeira com nome numa rua já. porque a negociata já está a andar

 
At 5 de novembro de 2008 às 11:21, Anonymous Anónimo said...

esta camara é uma vergonha, mas a culpa e nossa, podem tar a ir-nos ao cu que nos deixamos, e a fundaçao antonio prates, e o joazinho do pavilhao e encher-se, é o electrico, porque nao observam as contas do electrico?o bugalheira deposita la o dinheiro a tempo e horas e eles as vezes nao pagam aos jogadores a horas?
hummm...e ao ruy oliveira nem pagaram os subsidios de ferias a k tinha direito!ao joao prates enganaran-no, ao vierinha nao pagaram o ultimo mes, pa onde vai esse dinheiro que é nosso

 
At 5 de novembro de 2008 às 13:17, Anonymous Anónimo said...

27500 (coisa menos coisa) fora pedidos extra por mes nao chega ao electrico para pagar as contas? Peçam ao pinto para rever o orçamento: 50.000euros/mes ja chega? Va aproveitem que nesta terra é o vale tudo. Parece que nesta terra gostam que lhes enfiem o dedo no proido mais que uma vez. A mim enfiou-me uma vez mas ja nao o faz mais. Pelo menos se depender de mim pois ate sou pessoa para desenhar uma ganhada junto ao nome do Pinto no boletim de voto. Sei que corro o risco do voto ser nulo. Mas nesta terra é melhor ficar privado de coisas essenciais em prol dos jogos (derrotas atras de derrotas para nao quererem andar em bico dos pés) da merda do electrico. Chegamos a um cafe, é so pessoal possuído a falar das contrataçoes do electrico. Nesta terra anda tudo apanhado. A gestao destes merdas do PS e da administraçao do electrico é o "circo nosso de cada dia". Posso estar enganado mas acho que o pinto fez a propria cama com esta distribuiçao de verbas de gente louca. Nao gosto do PCP nem nunca irei votar em tal partido. Sou PSD e tenho muita pena de nao ter tempo para me dedicar tambem à politica. Mas também tenho consciencia que, apesar de alguns abusos por parte do PCP, é o unico partido com eles no sitio e ninguem melhor que eles para mais uma vez, junto do Ministerio Publico e demais entidades responsaveis, averiguarem as contas da câmara, electrico, fundaçao, caminhar e por incrivel que pareça o que vou dizer, caixa geral de depositos (gerente) e finanças (chefe interino)

 
At 5 de novembro de 2008 às 17:28, Anonymous Anónimo said...

pq achas que o pcp é o unico com eles no sitio? se pudesses ir a uma reunião de camara talvez não tivesses essa opinião

 
At 5 de novembro de 2008 às 19:09, Anonymous Anónimo said...

Sim, podemos dizer que actualmente o nosso Vereador do PSD tambem os tem no sitio, sim senhor,mas é o Eng.Quim Lizardo, porque quando é o Dr.Branco, esse é um apaniguado do pinto Bugalheira...
Para que o PSD venha a ter a Presidencia da Camara, não podemos ter eleitos que estejam com os Bugalheiras pá....
Já fomos mais Vereadores do PSD do que do PS, e isso a muito curto prazo poderá novamente acontecer...No mandato anterior não tinhamos Vereador, agora temos um , provavelmenbte no próximo podemos mter dois ou tres....

 
At 5 de novembro de 2008 às 23:31, Anonymous Anónimo said...

corrijo aquilo que disse anteriormente. O eng Lizardo também está a altura. Podia ter sido melhor em certas materias. Quando foi a questão das águas foi uma verdadeira nulidade para quem deveria estar à vontade na matéria. Mas tiro-lhe o chapeu porque considero, talvez, a pessoa mais competente da politica de ponte de sor. Faz-se rodear muito mal na minha opiniao. O inutil do bragança, sabem se continua a atrapalhar? Espero que volte a candidatar-se mas, por favor, escolha uns melhorzinhos para a sua lista. Desde advogados que por muita sorte nao foram ja parar a cadeia (nao falo do Branco, por quem tenho muita estima), a tipos que nem conhecem e mal ouviram falar daqueles que estao a frente do PS nem sabem como se escreve ponte de sor. E atençao que sou PSD.

 
At 6 de novembro de 2008 às 00:25, Anonymous Anónimo said...

Todos os habitantes deste concelho que sejam honestos tem de ser críticos da gestão do PS no município de Ponte de Sôr. Os habitantes deste concelho estão fartos da gestão ruinosa do Pinto e vigaristas, corruptos, mafiosos e ladrões do Partido Socialista de Ponte de Sôr . A fundação antónio prates é mais um dos negócios destes senhores.

 
At 6 de novembro de 2008 às 00:31, Anonymous Anónimo said...

Tão ladrão é o raposo do António Prates que entra no galinheiro como o pinto Taveira que fica à porta

 
At 6 de novembro de 2008 às 14:04, Anonymous P.C. said...

Por aquilo que soube,qtas pessoas sérias, de elevada integridade moral, intelectual e de competencia nos mais variados sectores foram convidadas e pelos mais variados motivos (fundamentalmente medo de represálias nas suas vidas, pessoais e profissionais) disseram não, a fazerem parte de listas do psd. Alguns à cautela, até foram nas listas do PS.

 
At 6 de novembro de 2008 às 19:41, Anonymous Anónimo said...

É verdade que isso aconteceu aqui em Ponte de Sor :Há muitas pessoas que não aceitam fazer parte das listas por exemplo do PSD,porque no Pinto Bugalheira promete a toda a gente que arranja emprego para(as próprias pessoas,filhos e filhas,esposas e maridos,pais e maes etc.etc.)as pessoas vão na conversa,entram nas listas do PS e até votam nele...Mas isso não acontece só com meis duzia de familias...é com toda a gente que encontra pelas Ruas de todas as Freguesias...Então mas as pessoas não tiveram já tempo mais que bastante para ver que isso é tudo mentira ??? não tiveram emprego nen nunca teêm porque é impossivel o que o homenzinho promete...As pessoas teêm é de abrir os olhos...VOTEM nos outros Partidos!!!!
Os telefones da Camara(fixos e móveis)deviam estar todos sobre escutas...que eram apanhados a telefonar para muitas,muitas.muitas pessoas a fazer estes contactos:(convidar para as listas,prometer emprego.prometer materiais de construção,mobilias,electrodomésticos,bolo rei/cabaz de Natal,etc.etc.etc.)TUDO ISTO NAS HORAS EM QUE ESTÃO A SER PAGOS POR TODOS NOS A UTILIZAR BOS TELEFONES QUE NÃO SÃO DELES.
O Ministério Público devia estar MUITO ATENTO...
Deixo aqui novamente bo alerta: Que ninguém acredite nas promessas dos Bugalheiras é só MENTIRAS...Votem nos outros partidos "Em pessoas SÈRIAS e HONESTAS"
Sou uma pessoa neutra,não estou aí,até sou das idades dos Bugalheiras,até já fui amigo deles,mas reconheço que não mvalem NADA DE NADA - SÃO UNS PARASITAS......

 
At 6 de novembro de 2008 às 23:24, Anonymous Anónimo said...

http://www.tvnet.pt/noticias/video_detalhes.php?id=36400 em Ponte de sor não ha disto. Viva a barrasquice que esta a acontecer em Ponte de Sor com o electrico

 
At 7 de novembro de 2008 às 09:55, Anonymous Anónimo said...

mas o que se passa com o electrico?

 
At 7 de novembro de 2008 às 13:49, Anonymous Anónimo said...

AINDA PERGUNTA? DEVE SER DAQUELES QUE ADORA QUE LHE VAO AO...

 
At 7 de novembro de 2008 às 14:17, Anonymous Anónimo said...

PARA O COMENTADOR DE 7 DA 1.49 H POR CAUSA DE GENTE ASSIM, QUE NÃO CONSEGUR FALAR SEM DIZER ASNEIRAS, É QUE NÃO ANDAMOS PRA FRENTE.SE ALGUÉM PERGUNTA, E SE TU SABES O QUE SE PASSA, PORQUE NÃO DIZES, EM VEZ DE FAZER FICURAS TRISTES?

 
At 7 de novembro de 2008 às 18:59, Anonymous J.U.M. said...

Os políticos não gostam de blogues, as recentes declarações de António Costa não me surpreendera, nem mesmo as de Pacheco Pereira, ele próprio um blogger conhecido. Aliás, o poder não gosta de blogues, não admira que o Procurador-Geral tenha dito numa entrevista que tinha dado instruções à sua assessora de imprensa para não dizer o que se escreve nos blogues.

Não admira que os políticos desprezem os blogues, a não ser os que são escritos por alguns notáveis. Na verdade os políticos portugueses têm o maior desprezo pelas opiniões dos eleitores, preocupam-se com os votos e, antes das eleições, com as intenções de voto das sondagens, mas nunca vi um político do poder interrogar-se sobre o que pensam ou opinam os portugueses.

O incómodo que os blogues provocam nalguns políticos lembra-me o tempo em que ajuntamentos de três pessoas equivaliam a uma manifestação. Se o cidadão anónimo se limita a expressar a sua opinião ao vizinho, ao colega de trabalho ou ao companheiro da bica está bem, mas se lhe ocorrer fazer chegar essa opinião a umas dezenas, centenas ou mesmo milhares de pessoas isso incomoda os políticos. Começa-se logo a questionar quem é tal pessoa e se o blogger quiser continuar anónimo como sempre foi na vida anda muito boa gente a tentar identificá-lo.

O blogger não só é indisciplinado e pensa de forma livre como não está ao alcance das máquinas partidárias, ainda por cima diz o que pensa de um político sem lhe pedir para se pronunciar. Ao contrário do blogger, o jornalista está sempre ao alcance do assessor de imprensa (que em regra é um jornalista) o que permite aos políticos amaciar ou mesmo impedir que saiam muitas notícias. Além disso há sempre uns beberetes onde os políticos criam intimidades com jornalistas e articulista.

O que os políticos odeiam nos blogues não são os disparates que às vezes vemos, nem são esses blogger que os políticos mais temem. O que eles receiam mesmo é a opinião livre, aquilo a que eles não estão nada habituados é que o cidadão comum faça chegar a sua opinião a outros cidadãos comuns, sem que essa opinião seja filtrada pelos assessores.

Em suma, o que os políticos detestam mesmo é que os cidadãos tenham opiniões e que, ainda por cima, se consigam fazer ouvir.

 
At 8 de novembro de 2008 às 15:37, Anonymous COMENTADOR DE 7 DA 1.49 H said...

A questão é que o eléctrico está em contra-ciclo com a realidade do desporto praticado nas cidades idênticas a Ponte de Sor (parece que nesta terra ninguém vê a liga dos últimos), está em contra-ciclo com a própria cidade que não rejubila prosperidade e é uma instituição sustentada por dinheiros públicos (fora um ou outro patrocinador, e tenho a certeza que o patrocínio do CS é uma contrapartida aos investimentos que ele está a fazer no concelho e não parte da sua própria iniciativa, o que é ridículo). Quanto é que a câmara dá exactamente ao eléctrico por mês? Fora o orçamento anual, o investimento das cadernetas foi todo de quem? O investimento em festas a favor do eléctrico foi pago por quem? A compra dos equipamentos foi pago por quem? Já se questionaram porque é que estão a perder sócios? Já pensaram porque é que há cada vez menos gente a pagar as quotas ao eléctrico? Perguntem aos que deixaram de pagar as quotas, a razão que os levou a fazer isso. Eu deixei de pagar. Perguntem em quanto estão a ser “chulados” pela câmara em impostos para serem revertidos a instituições cujas gerências sempre estiveram envoltos num sentimento de duvida e credibilidade (a FAP e o eléctrico em particular).

Se me perguntarem se achava bem que a câmara deixasse de assumir a sua responsabilidade face à instituição eléctrico, claro que não achava bem. É obrigação da câmara assegurar condições à prática desportiva e o número de praticantes que o eléctrico tem é sinal disso mesmo. Quanto a isso estou plenamente de acordo. Não estou é de acordo que se aplique taxas IMI e IMT máximas (não me venham com a treta desta aplicação se dever ao facto de ser câmara socialista porque há muitas outras câmaras PS, que muito antes de entrarmos em época de eleições nunca aplicaram taxas máximas), com base em avaliações fantasma e destorcidas por excesso face à realidade do valor dos imóveis que, em tempos de crise (principalmente em Ponte de Sor em que se vive um sentimento de angustia de muitas famílias com o encerramento da Delphi que, por efeito dominó, vai criar muitos outros encerramentos e despedimentos) para dar cerca de 150.000,00€/ano ao eléctrico, fora despesas extraordinárias.

Aos fãs do eléctrico que muito respeito, parece que andam vendados pois preferem que vos tirem “o pão da boca” em prol de gastos que em nada dignificam (os resultados assim o demonstram) e melhoram a qualidade de vida do concelho. Mais, acho que não é por diminuírem o orçamento (a meu ver menos de metade seria o ideal) que os jovens deixariam de praticar desporto no eléctrico. Não posso admitir que estes gastos sejam para importação de “estrelas” e para manterem equipas em campeonatos onde não fazem parte. Se quiserem andar em bicos dos pés em ligas superiores façam-no, mas não é a custa do dinheiro dos outros, principalmente à custa daqueles que têm mais que fazer que adorar o eléctrico.

Uma coisa é ter sensibilidade para o facto do desporto ser essencial, outra coisa é estar a alavancar uma instituição com dinheiro publico para se manter em ligas superiores.


Por isso mesmo é que achava muito pertinente, visto que a maior fatia do orçamento do eléctrico deve-se a todos nós, que esta mesma instituição publicasse detalhadamente todas as aplicações que faz (contratações, salários, combustíveis, viagens para as ilhas, estadias dos “jogadores importados” e todos os outros custos).


Agora que este presidente de câmara tem o seu concelho em crise, é que tenho a certeza que ele nunca soube como se deve gerir uma autarquia, ao contrario do que ele diz (acho que ele já disse uma vez que ninguém lhe dizia como era gerir bem um concelho mas esqueceu-se que passou a vida à mercê da maré e que a ele pouco ou nada de útil se deve). Não tem conhecimento como se deve gerir uma câmara em termos financeiros.

Um tipo que teve o descaramento de dizer que o encerramento da maior empregadora do distrito não era um grande drama e ainda por cima quer continuar a aplicar taxas máximas, é porque desconhece as implicações económicas que isso pode gerar (ou estas taxas servem para pagar e manter baixos os juros da construção dos estádios e dos pavilhões para o eléctrico? Está mesmo a ver-se que é isso mas não convém que apareça nas actas das reuniões de câmara). Tem uma cidade completamente paralisada e nem está a ver em que buraco se está a meter quando distribui verbas astronómicas a instituições com o eléctrico à custa de receitas elevadas (Se este presidente tem na sua gestão uma situação financeira saudável ao ponto de estarmos no topo da lista, deverá ter vergonha na cara ao invés de gabar a sua parca capacidade de liderar)

 
At 10 de novembro de 2008 às 17:12, Anonymous Anónimo said...

O gajo que disse que nao era drama eo o gajo eleito para aCamara inteligente que nem uma porta,
Porque sera que ate os tipos do partido nao o querem ver nem pintado

 
At 10 de novembro de 2008 às 17:21, Anonymous Anónimo said...

E não se admirem se, de repente, (e não mais que de repente), o sr. joãozinho do pavilhão aparecer num carro novíssimo e lustroso e o seu filhinho for promovido na sua estonteante carreira dentro da Câmara. Há favores que são muito bem pagos, não haja dúvida!

 
At 10 de novembro de 2008 às 22:31, Anonymous Anónimo said...

então e quando o joãozinho está a mamar horas no pavilhão e ao mesmo tempo a ganhar para soprar num apito como árbtitro de basket... há grandes tachos nesta era dos pintos bugalheira

 
At 18 de novembro de 2008 às 21:29, Anonymous Anónimo said...

Mas ele sopra mesmo num apito verdadeiro ou sopra noutro tipo de apito?
Soprando, soprando lá se safa bem. Até um terreno por meia duzia de tostões conseguiu pa fazer uma vivenda.
Ainda ele não explorou a sua faceta de empresario da TV. Lembro-me perfeitamente de o ver há uns anos, várias vezes num programa do Herman para promover trabalhos de um amigo.
E quem não se lembra de o ver na Avenida da Liberdade com o carro cheio de marmanjos?
De João zarolho passou a sô João, teve sorte e amigos para ajudar.

 

Enviar um comentário

<< Home