quinta-feira, 29 de setembro de 2005

DEBATE AUTÁRQUICAS NA RÁDIO PORTALEGRE



Taveira Pinto falta ao debate com os outros candidatos.

25 Comments:

At 29 de setembro de 2005 às 22:02, Anonymous Joana Lemos e António Cruz said...

É esta a cultura do Senhor Dr Taveira Pinto!

Tem medo do debate com gente séria e honesta!

No dia 9 de Outubro só nos resta votar no CDS/PP, ou no PPD/PSD, ou na CDU.

A candidatura do PS é mentira.

Vamos de uma vez por todas acabar com o reinado do PS na Câmara Municipal de Ponte de Sor.

Queremos gente educada à frente do município de Ponte de Sor.

 
At 29 de setembro de 2005 às 22:06, Anonymous J. M. Gonçalves said...

O Dr.Taveira Pinto deve estar a jogar à sueca com os apaniguados dele.

 
At 29 de setembro de 2005 às 22:22, Anonymous Martins said...

Ele não foi ao debate porque é um cobarde.

 
At 29 de setembro de 2005 às 22:28, Blogger O PONTESSORENSE said...

O PINTO BUGALHEIRA NÃO FOI AO DEBATE PORQUE SOFRE DE ESQUIZOFRENIA GRAVE

 
At 29 de setembro de 2005 às 22:33, Anonymous Raul Dias said...

A falta de comparência do Dr. Pinto ao debate com os outros candidatos à Câmara Municipal de Ponte de Sor vêm-me à memória este poema do Chico e do Tom:

"Tem certos dias em que eu penso em minha gente
E sinto assim todo o meu peito se apertar
Porque parece que acontece de repente
Como um desejo de eu viver sem me notar

Igual a como quando eu passo no subúrbio
Eu muito bem vindo de trem de algum lugar
E aí me dá uma inveja dessa gente
Que vai em frente sem nem ter com que contar

São casas simples, com cadeiras na calçada
E na fachada escrito em cima que é um lar
Pela varanda, flores tristes e baldias
Como a alegria que não tem onde encostar

E aí me dá uma tristeza no meu peito
Feito um despeito de eu não ter como lutar
E eu que não creio peço a Deus por minha gente
É gente humilde, que vontade de chorar"

Ainda ele diz ser humilde!
Ele é um grande arrogante e mal educado.

 
At 29 de setembro de 2005 às 23:02, Anonymous jpc said...

Vocês acham que o ditador Pinto se digna a ir a outros debates noutras rádios! Não meus caros então ele tem uma rádio e jornais só para ele! Onde está a RTL? Porque não promove este tipo de debate na nossa terra? Porque a RTL é do ditador Pinto.
Amanhã , parece que o estou a ver, logo de manhã chama si os lacaios da imprensa local para contrapor o debate,de certeza com as tais palavras conhecidas"pequenos feios e maus"
O homem é um ditador, livrai-nos destes traidores.Não precisamos gente desta para nos governar.

 
At 29 de setembro de 2005 às 23:10, Anonymous Anónimo said...

Achei o debate fraco. E aqui ficou a prova que o Taveira Pinto nao vale nada

 
At 30 de setembro de 2005 às 01:22, Anonymous UM SOCIALISTA said...

Apesar do debate ter sido fraco em termos de propostas concretas que cada candidatura tem para o concelho de Ponte de Sor, acho também que o modelo utilizado pela rádio Portalegre não favorece o debate político de ideias e propostas.
Os candidatos estão lá para responder às questões que lhe são apresentadas e não para colocar questões.
De qualquer dos modos devemos realçar a elevação e ponderação, com que o debate decorreu, sendo bastante notória a capacidade de argumentação e melhor preparação, relativamente aos outros candidatos do Joaquim Lizardo.
Acho que é o momento certo para poder haver uma mudança significativa nos destinos do Município e na relação deste com as pessoas que como foi amplamente frisado é muito deficiente chegando mesmo a ser conflituosa, arrogante, mal formada e educada, nada democrata e criteriosa segundo padrões políticos.
Não por aquilo que ouvi, mas sobretudo, pelo conhecimento pessoal, o Joaquim Lizardo reúne as condições necessárias para que possa haver uma mudança a vários níveis no Município. Precisamos de dedicação, competência, formação cívica, dinamismo, e sobretudo dialogo com todos aqueles que de uma forma ou outra pretendem dar o seu contributo para melhorar cada vez mais este lugar, independentemente da sua orientação politica.
Podemos e devemo-nos respeitar mutuamente, poderes absolutos emperram a democracia participativa dos cidadãos, lesando o desenvolvimento das cidades e populações.
A ausência do Candidato do PS, no debate revela mais uma vez o seu carácter político pouco sério e desprezível, pois seguramente irá agora convocar a rádio controlada por ele para como é seu apanágio ofender os seus candidatos concorrentes.
Espero sinceramente que os Pontessorenses como população inteligente que é, saiba avaliar o que esta verdadeiramente em jogo dia 9 de Outubro.

UM SOCIALISTA

 
At 30 de setembro de 2005 às 02:37, Anonymous Anónimo said...

O Pinto andou a gastar dinheiro da Câmara em papéis a pedir debates. Mas afinal quando chegou a ora do debate teve medo que lhe espetassem com as facturas pornográficas na cara. O homem é um cobarde como todos os ditadores. Só são fortes quando têm o poder na mão. Cara a cara borram-se todos.

 
At 30 de setembro de 2005 às 09:44, Anonymous Anónimo said...

Este blog, é a coisa mais suja que existe na nossa terra. Pior que isto só o noticías do sor da CDU.
Não digam mais nada do homem. Já disseram tanta coisa, tanta coisa, que daqui para a frente o melhor que têm a fazer é esperar, e sentados, que ele ganhe as eleições no próximo dia 9 e que continue a fazer um concelho para todos. Ganhem tino e não desesperem porque ainda agora a procissão vai no adro. E esperemos que o engenheiro das águas quando vir o resultado das eleições não vá chorar para a RTL ou Rádio Portalegre a dizer que se vai embora para Viseu, como o outro que por cá ainda anda. Tenham calma, ainda falta uma semana de baile corrido!...

 
At 30 de setembro de 2005 às 09:53, Anonymous Joana Lemos e António Cruz said...

Senhor(a)Anonymous que escreveu isto:

«Este blog, é a coisa mais suja que existe na nossa terra. Pior que isto só o noticías do sor da CDU.
Não digam mais nada do homem. Já disseram tanta coisa, tanta coisa, que daqui para a frente o melhor que têm a fazer é esperar, e sentados, que ele ganhe as eleições no próximo dia 9 e que continue a fazer um concelho para todos. Ganhem tino e não desesperem porque ainda agora a procissão vai no adro. E esperemos que o engenheiro das águas quando vir o resultado das eleições não vá chorar para a RTL ou Rádio Portalegre a dizer que se vai embora para Viseu, como o outro que por cá ainda anda. Tenham calma, ainda falta uma semana de baile corrido!...

Sexta-feira, Setembro 30, 2005 9:44:06 AM»

Você é uma farça igual à dama que está a defender.

Como já aqui muitas vezes foi escrito pelo "O PONTESSORENSE" a verdade doí muito...

Depois do debate de ontem ficámos a saber mais sobre as negociatas do sr. Dr. Pinto e da sua equipa.

A obra e os subsidios à Fundação António Prates são um escândalo e um caso de polícia.

As palmeiras junto ao estádio municipal, as obras nas ruas das avenidas novas, etc...

 
At 30 de setembro de 2005 às 10:26, Anonymous Anónimo said...

As sondagens publicadas hoje na imprensa dizem bem o que os portugueses pensam da gestão do partido socialista.

Não é necessário dizer mais nada.

 
At 30 de setembro de 2005 às 11:25, Anonymous Anónimo said...

Popularidade do PS em queda

De acordo com o Barómetro da Marktest para o DN e TSF, relativo ao mês de Setembro, o Partido Socialista cai nove pontos na intenção de voto dos portugueses, baixando dos 43 % de Julho para uns escassos 34 %. Em sentido inverso, o PSD de Luís Marques Mendes é quem mais "lucra" com o descontentamento em torno dos socialistas, subindo oito pontos, dos 31 % para os 39 % na intenção de voto dos portugueses.

A este facto não serão alheias as férias de Sócrates, enquanto o País ardia, e as constantes “trapalhadas” nas nomeações de boys. De igual modo, a crescente e, cada vez mais, acirrada contestação de diferentes sectores da sociedade à política governamental, tinge o pessimismo nacional de tons rosa escuro.

Mas como um mal nunca vem só, o referido barómetro também confirma o que aqui escrevemos no final de Agosto: “os portugueses, em geral, detestam ou estão fartos de Mário Soares e do que ele simboliza. Basta ouvi-los nas ruas, nos centros comerciais, nos cafés, nos mercados, por todo o lado. Alguém anda a enganar o candidato, garantindo-lhe um apoio popular que já não tem e que, muito provavelmente, já não conseguirá recuperar.”
A revelação do enorme rombo na popularidade de Mário Soares e a anunciada candidatura de Manuel Alegre, também não deixará de se reflectir no interior do PS, originado ondas de choque, ou quem sabe um tsunami, de resultados imprevisíveis.
Neste contexto, não nos admiraríamos muito que Mário Soares, perante uma previsível derrota humilhante, viesse a renunciar à sua candidatura por razões de saúde (mesmo que a próstata continue em óptimas condições), ou um outro qualquer motivo familiar ou pessoal.

A grande incógnita está em saber se o voto dos portugueses penalizará, ou não, os autarcas do PS, em 9 de Outubro, face ao descontentamento com o Governo. É que ainda está fresco na nossa memória o terramoto que aconteceu na noite de 16 de Dezembro de 2001, em condições idênticas.

 
At 30 de setembro de 2005 às 11:32, Anonymous Margarido said...

O grande vencedor do debate da Rádio Portalegre foi o Engº. Joaquim Lizardo, foi o candidat mais bem perparado que esteve no debate.
A prestação do Isidro Rosa esteve um pouco nervosa.
O candidato do CDS não é conhecido e não se deu a conhecer.

O grande derrotado foi o Pinto que por arrogância e má educação não compareceu.

 
At 30 de setembro de 2005 às 11:47, Anonymous Eu? Zé! said...

Já repararam que consideram tudo o que o homem fez na Ponte de Sor um escandalo, uma vergonha, caso de policia, etc...

Por favor, ganham juizo, seus comunas!
Se querem voltar ao passado, em que não havia "escandalos", já que não se fazia nada em prol do desenvolvimento deste Conselho, vão-se embora para Cuba venerar o Fidel Castro!

É verdade que doi muito, doi, mas é a vossa dor de cotovelo, pelo trabalho feito nestes 12 anos, apesar do Homem ser mal educado e ter uma grande "pancada".
O Salazar era um grande gentleman e muito educado, mas meteu milhões de portugueses a passar fome e levar porrada.

Quanto às eleicões, tirem o cavalinho da chuva, porque o Homem que vocês tanto odeiam vai ganhar com mais vantagem que há 4 anos.
Este blog não é representativo da população do nosso Conselho, mas sim de meia duzia de oportunistas que o aproveitam para publicitar a oposição!

 
At 30 de setembro de 2005 às 11:48, Anonymous Francisco Oliveira said...

AS AUTARQUICAS PORTUGAL E AS ELEIÇÕES.

O povo, essa massa humana difusa e abrangente, para quem os políticos tanto gostam de trabalhar, tornou-se nos últimos anos particularmente mais atenta aos graves problemas de índole moral que ladeiam os partidos, os políticos e titulares de cargos públicos.
Por estranho que possa parecer o português é de facto atento e informado.
Entre muitas novelas, bigbrotheres e outros programas de fantasia, feitos para e a pensar no povo, este vai constatando e retirando discretamente as devidas ilações daquilo que se vai passando no mundo real.
É inquestionável que os media e opinião pública de hoje, ao contrário da justiça, não deixam passar em branco situações menos claras que envolvam titulares de cargos públicos ou políticos em geral. É por isso que um político de hoje, que seja de natureza menos recomendável, pensa e pondera muito antes de roubar ou prevaricar, coisa que há dez anos atrás não fazia.
Por isso é que nunca é demais lembrar e relembrar assuntos que envolvam histórias mal contadas, porque com isso, ganhe quem ganhar, terá sempre a certeza de uma fiscalização apertada e rigorosa por parte da opinião pública e, um dia sem dúvida, também dos tribunais.
Edite Estrela e Judas não foram para a prisão. Talvez daqui a vinte anos os seus processos sejam arquivados por falta de provas ou prescrevam. É claro que são considerados inocentes até prova em contrário e restante conversa fiada com sabor a feira.
Mas o que é facto é que o povo não pode esperar anos pela justiça. Quando há sinais claros de que o politico se portou de forma menos correcta o povo tem que fazer a justiça com as próprias mãos! Acalmem-se os mais susceptíveis de se ferirem na sua sensibilidade, que essa justiça é feita de punho bem fechado, em volta de uma caneta e colocando uma cruz num boletim de voto, nesse tribunal que é do povo por direito e que tem a forma de eleições.
Edite Estrela e Judas, ambos com obra feita, foram condenados nesse tribunal por corrupção.
Fátima Felgueiras, Valentim Loureiro, Avelino Torres,Isaltino Morais e Taveira Pinto são os que se seguem.
Em comum têm demasiadas histórias muito mal contadas.
Representam uma certa classe política que vai infligindo graves danos ao país em proveito próprio. O problema principal é que os mencionados são apenas os mais mediáticos. Isaltino tem razão quando diz que os jornalistas só falam do seu caso e se esquecem que há mais 70 candidatos arguidos.
Políticos ou detentores de cargos públicos desse estilo não se encontram só nas autarquias, há-os em todas as áreas de actuação do estado.
São essas pessoas, onde o quinteto de candidatos arguidos representa apenas a parte mediática do problema, que provocam os entraves ao desenvolvimento económico do país, que impedem que estejamos hoje muito mais à frente do que aquilo que alguns nem em sonhos conseguem imaginar.
Por isso estas eleições são tão importantes, já que permitem aos residentes de certos municípios darem o exemplo e a voz à indignação com que o país observa os acontecimentos nestes concelhos.
As populações de Ponte de Sor, Oeiras, Gondomar, de Felgueiras, e de Amarante, têm uma responsabilidade acrescida na altura de depositarem o seu voto. A decisão que tomarem pode ser um sinal de efectiva mudança para o país, indicando um novo rumo vincado pela responsabilidade onde a moralização e a boa prática de quem governa tem que ser um imperativo.
Discutir e debater ideias que se centrem à volta da obra feita ou da falta dela, da escola que se fez, de um jardim, de mais uma rotunda, estátua ou chafariz, são tudo assuntos da maior relevância mas que se tornam secundários quando a grande obra a fazer no país é a da moralização das instituições. É a mais difícil das obras, porque não se vê, não cresce à nossa frente.
Talvez nem seja possível sentir os seus efeitos nos próximos anos.
No entanto é a principal obra que é preciso fazer por Portugal e que pode começar já a ser feita no próximo dia 9 de Outubro de 2005.


Francisco Oliveira.

 
At 30 de setembro de 2005 às 12:22, Anonymous Anónimo said...

Ó sr. Eu? Zé!
Esqueceu-se que o 25 de Abril foi há 31 anos?
O salazar já morreu.
Eu quero ter opinião, quero ser livre de exprimir as minhas ideias.
Os politicos são eleitos para zelarem pelo bem estar dos municipes e não pelo seu próprio bem-estar, mas pelos vistos é bem mais fácil prometer tudo e mais alguma coisa às pessoas e depois de estar no poleiro só se interessam pelo seu umbigo...

 
At 30 de setembro de 2005 às 12:36, Anonymous Maria João A. said...

Exmo.Senhor
Eu? Zé!
Afirma V.Exa.:
«Já repararam que consideram tudo o que o homem fez na Ponte de Sor um escandalo, uma vergonha, caso de policia, etc...»

-Pois é, não há transparência nas decisões.
Basta ver o processo da Fundação António Prates...

«Por favor, ganham juizo, seus comunas!
Se querem voltar ao passado, em que não havia "escandalos", já que não se fazia nada em prol do desenvolvimento deste Conselho, vão-se embora para Cuba venerar o Fidel Castro!»

- Ganhe juizo V.Exa. e não pense pela cabeça do seu chefe de fila, pense pela sua...

«É verdade que doi muito, doi, mas é a vossa dor de cotovelo, pelo trabalho feito nestes 12 anos, apesar do Homem ser mal educado e ter uma grande "pancada".
O Salazar era um grande gentleman e muito educado, mas meteu milhões de portugueses a passar fome e levar porrada.»

- As verdades aquí publicadas vão doendo cada vez mais, todos os dias que passam...
- Quanto ao António, eu nunca fui filha de legionário...

«Quanto às eleicões, tirem o cavalinho da chuva, porque o Homem que vocês tanto odeiam vai ganhar com mais vantagem que há 4 anos.»

- As eleições decidem-se pela vontade dos eleitores...

«Este blog não é representativo da população do nosso Conselho, mas sim de meia duzia de oportunistas que o aproveitam para publicitar a oposição!»

- Oportunista deve ser V.Exa....
Quanto à representatividade do blog, o mesmo não é candidato a nenhum cargo político, nunca o foi e nunca vai ser...
O número de leitores que o blog tem falam por isso.

 
At 30 de setembro de 2005 às 12:55, Anonymous Anónimo said...

Isto só falta é dizerem, que não chove por que o Taveira Pinto não deixa que chova!?

 
At 30 de setembro de 2005 às 13:06, Anonymous Joaquim Varela said...

Mas podia poupar a água...

Pois o município de Ponte de Sor, não faz uma gestão racional da mesma.

 
At 30 de setembro de 2005 às 13:33, Anonymous Anónimo said...

Sempre gostei do Dr. Taveira Pinto, mas depois de ontem a minha opinião mudou. Com a sua ausência, o PS foi o grande perdedor do debate de ontem.

O candidato do PSD estava nervoso. Sempre que devia fazer um discurso político (na declaração inicial e na declaração final) engasgava-se todo e perdia muito tempo com isso.
Atacou de forma baixa (e, ao que parece, caluniosa) o jovem candidato do CDS-PP. Não percebeu que aquele tipo de insinuações ficam mal e que só fazem perder votos. O rapaz é novo e nota-se que até é boa pessoa.

Quanto ao candidato da CDU, não esteve, de maneira geral, muito mal. Notou-se que estava a ler tudo o que o partido o tinha mandado ler (o que já é típico no PCP), e chegou mesmo a engasgar-se... o que fica muito mal face ao eleitorado.

Quem me surpreendeu foi o candidato do CDS-PP. Falou muito rápido ao princípio... Devia estar um bocadinho nervoso, mas depois aguentou-se bem.
Esteve muito bem face às acusações do Eng. Lizardo. Disse o que tinha que dizer: que aquelas afirmações eram falsas, que tinha fortes relações familiares com a região, e que a assistência que estava no auditorio o demonstrava.
Mostrou conhecimento das matérias que promovem o desenvolvimento e o crescimento económico, e foi o que mais enfatizou esse aspecto. Ele sabia perfeitamente que as empresas não eram tributadas no concelho, e tentou arrancar o compromisso dos outros dois de que não o iam aumentar. O candidato da CDU foi o único que se comprometeu a não aumentar os impostos municipais. Foi nessa altura que se notou que o candidato do PSD não percebe nada do assunto. Do ponto de vista do crescimento económico, acho que o CDS-PP foi o que apresentou melhores medidas: aposta na educação, impostos municipais reduzidos, e prioridade ao inglês.

Para além disso, o candidato Rafael Graça do CDS foi o primeiro a denunciar a falta de comparência do Taveira Pinto, e foi o único que não se conformou com a situação. À primeira oportunidade, levantou uma série de questões ao Taveira Pinto como o facto de não haver nem sequer uma mulher na sua lista, de todos os candidatos serem os de sempre, e como o facto de o seu folheto eleitoral dedicar 16 parágrafos aos últimos 12 anos e apenas 4 (!!!) linhas a generalidades acerca do futuro.

Quando chegou a altura das perguntas do público, o PSD voltou a atacar estupidamente o coitado do rapaz do CDS. Parece que têm medo dele. Se andassem preocupados em apresentar as suas propostas, era capaz de ser melhor. Deixava o candidato em paz e sossego, que não estava ali para chatear ninguém.
Quanto ao Isidro Rosa, notou-se que a pergunta que lhe foi dirigida veio de um camarada seu. E notou-se que Isidro Rosa começou a ler a resposta.
Quem voltou a surpreender, foi o CDS. Perguntaram-lhe sobre pequenos empresários, e ele aproveitou para chamar essas pessoas ao seu partido.

Já no final, estava tudo a ver o Sporting, é que eu acho que tudo se definiu.
O PSD fez uma declaração final fraquinha, onde repetiu as (boas) ideias do candidato do CDS, onde se engasgou, deixou passar o tempo, e não apelou ao voto em sentido directo.
A CDU começou a ler, engasgou-se a ler palavras, e não disse nada de novo.
A melhor declaração final foi mesma a do CDS. Rafael Graça percebeu que as pessoas estavam fartas da política e dos políticos, apresentou-se como era (jovem, mas com vontade de aprender) e empenhado em estar do lado de todos os Pontessorenses.
É bom que apareça sangue novo, com vontade de fazer coisas...

Por isso é que eu, que ia votar no PS, decidi ontem que vou votar no CDS-PP.

 
At 30 de setembro de 2005 às 13:47, Anonymous Anónimo said...

O Rafael Graça quêm é?

 
At 30 de setembro de 2005 às 14:26, Anonymous UMA DEMOCRATA said...

GRANDE BRONCA NA CÂMARA MUNICIPAL DE PONTE DE SOR
Esta semana houve vereadores do Partido Socialista da Câmara Municpal de Ponte de Sor, que apresentaram a sua demissão do cargo.

 
At 30 de setembro de 2005 às 14:45, Anonymous Anónimo said...

Zangam-se as comadres descobre-se as verdades...

Isto vai ser lindo!!!

 
At 5 de outubro de 2005 às 19:44, Anonymous Chato said...

O politico que foge a um debate em plena campanha é ou cobarde (tem medo) ou arrogante (sente despreso pelos outros).

A pergunta ingénua de um desconhecido é:

O sr Taveira é a 1ª ou 2ª hipótese????

E vocês a votarem nele........

 

Enviar um comentário

<< Home