sexta-feira, 24 de março de 2006

POLÍTICA AGRÍCOLA... NO ALENTEJO

Os grandes beneficiados pelas ajudas da PAC foram precisamente os proprietários agrícolas que agora se manifestam nas ruas pedindo a cabeça do ministro da Agricultura. Foram os produtores de cerais os mais protegidos durante o período de transição, foram os cereais os produtos que beneficiaram de maior protecção e maiores ajudas comunitárias e nacionais. Foram alguns desses proprietários que enriqueceram com os negócios que fizeram graças ao desmantelamento da EPAC.


Os cereais foram mesmo prejudicados em prejuízo de outros sectores importantes como os da carne de bovino, de suíno e de aves de capoeira, já que a protecção excessiva de que beneficiaram resultaram em custos acrescidos das matérias primas desses sectores. Os produtores de cereais são uma minoria privilegiada que tem vivido à sobra do orçamento da PAC, enquanto muitos outros sectores, como a fruticultura ou a produção de hortícolas, quase não beneficiaram de ajudas, para não referir a imensidão de produtores florestais que foram marginalizados por uma PAC de uma Europa sem florestas.


Mais tarde ou mais cedo um ministro da Agricultura teria que ter a coragem de enfrentar este poderoso grupo de pressão, mais tarde ou ais cedo a PAC teria que sofrer uma inflexão, mais tarde ou mais cedo um ministro teria que descobrir que há muita agricultura para além da PAC.

Jaime Silva é um ministro competente e poderá representar uma mudança importante na política agrícola em Portugal, e essa mudança vai resultar em muitas manifestações iguais às que temos assistido. É a CAP e o que sobrou do latifúndio em luta pela sobrevivência de um modelo agrícola que tem gerado injustiça e que se tem saldado pelo fracasso da agricultura portuguesa.

J.E.R.

6 Comments:

At 24 de março de 2006 às 13:30, Anonymous CON said...

Concordo com a análise pois estes agricultores são os normalmente beneficiados pelos subsídios, só não trouxeram os automóveis topo de gama comprados com os valores recebidos porque em cima dos tractores sempre dão uma imagem de veracidade duma mentira da qual são protagonistas. Sim, porque tal como é aqui é referido os pequenos agricultores, aqueles que insistem em viver duma agricultura de subsistência, esses continuar a arcar com os prejuizos da seca ou da enxurrada e nunca conseguiram receber qualquer apoio estatal, até porque tão pouco sabem como se processam as candidaturas. De resto isto não é mais do que uma forma de aproveitamento político para atacar este membro do governo.

 
At 24 de março de 2006 às 13:31, Anonymous JOSÉ said...

Sempre que a CAP esperneia, é sinal que o Ministro, vai no bom caminho. Basta de latifundiários/parasitários que só subsistem na subsídio/dependência.
Querem piscinas aquecidas com electrecidade subsidiada? Também eu.

 
At 24 de março de 2006 às 13:32, Anonymous Anónimo said...

Então afinal o Ministro já é competente!

Cumpriu o contratualizado com os agricultores?

Não devolveu 53 Milhões de €, não permitindo que os agricultores portugueses pudessem usufruir dessa ajuda, mas os do norte, mais rico, viessem a ficar com tais verbas, pelo capricho do Ministro não querer comparticipar com os 20% de fonte nacional?

Não tem utilizado a mesma técnica que este miserável governo, de tentar pôr uns contra os outros?

Nivelando por baixo?

Tal como têm feito com os trabalhadores da Administração Pública?

Magistrados?

Médicos?

Enfermeiros?

Trabalhadares das Autarquias?

Militares?

Polícias?

PJ's?

Ferroviários?

Marítimos?

Etc..etc...

Ou o Ministro e este governo não estarão a servir outros interesses que não o interesse público, mas sim daqueles que todos sabemos, da camarilha que os lá mantém e deles beneficia...lucros e mais lucros, enquanto a economia se afunda eles enriquecem à custa do nosso trabalho, deixando-nos na penúria? Em nome das fraudulentas reformas estruturais, que só visam retirar à classe média/baixa e continuar a fazer enriquecer sempre os mesmos?

Então e as taxas moderadoras? Com 23% de aumento!

E a descomparticipação brutal dos medicamentos?

E a privatização dos serviços do HSM? Análises clínicas, etc. Lucro e mais lucro, para a Banca e seus apaniguados, cujos ramos do negócio, alastram que nem um polvo para lá do seu objecto do negócio?! Banca e mais Banca que não paga impostos e nos arruinam!

São todos burros e o Governo é iluminado e tem sempre razão?

 
At 24 de março de 2006 às 14:13, Anonymous J.C. said...

Não há dúvida que é uma verdade insufismável que os subsídios práticamente têm sido devoradas pelos "chicos espertos" que agora andam a fazer manifestações para manter os seus privilégios,enquanto o pequeno agricultor que mais necessita tem imensas dificuldades no acesso aos fundos comunitários.
E mesmo quando esse acesso é conseguido recebe sempre uma insignificância porque,como não sabe e não está ligado às"mafias"
tem que lhes pagar e pouco recebe.

Esta é a verdade nua e crua.

Poderia apresentar aqui muitos exemplos porque falo muitas vezes com agricultores e procuro informar-se como as coisas se processam.

Não venham com histórias a defender estes agitadores dos tratores que,normalmente,são conduzidos por empregados de confiança ou pelos próprios porque deixaram na garagem o seu moderno "todo o terreno" que compraram,com fundos que deveriam ter sido aplicados na reconversão das suas actividades para as tornar competitivas.

Com tantos milhões desbaratados não temos mais do que 20% da Agricultura competiva segundo estudos.
Mas eu penso,baseado minha experiência agrícola que,neste momento, nem 10% das unidades agrícolas poderão sobreviver sem subsídos.

É muito importante que este Ministro esteja a ser exigente porque os anteriores foram uns bananas e deixaram desenvolver esta "boyada" que tem sugado o País.

As coisas não podem continuar e o Ministro terá que ser firme e terá o apoio da maioria da população que não é estúpida.

Quanto às reformas que Sócrates tem tentado e irá aplicar em relação a alguns privilegiados que têm vivido à custa dos mais pobres ou dos mais débeis elas terão que avançar.

E vão avançar,com certeza, porque foi para isso que o eleitorado lhe deu a Maioria.

Não há razão para haver tantos subsistemas de saúde.
E, muito bem, vamos unificá-los reduzindo as desigualdades, injustiças e os privilégios de alguns e vamos aproveitar as sinergias que uma unificação trará em benefício da Comunidade.

O "loby" das farmácias era escandaloso e nenhum governante tinha tido a coragem de acabar com ele.

Mesmo sabendo que era uma injustiça para os empresários que quisessem montar a sua farmácia em benefício dos doentes,nenhum governante anterior teve a Coragem de alterar a situação.
Assim como a liberalização de muitos medicamentos.

Os funcionários públicos honestos,competentes e trabalhadores deverão ser mais bem remunerados.
E poderão estar descansados porque não irão ser despedidos porque a Administração Pública tem que servir bem e esses são absolutamente indispensáveis.
Os outros será um problema a resolver,mas que dependerá sobretudo deles.

Os magistrados são funcionários do Estado e tinham 3 meses de férias?!
Porquê?
Porque os anteriores Governantes estavam mais interessados no Poder e os seus apoiantes directos no jogo mafioso do que servir bem a Saúde dos portugueses.

Poucas pessoas imaginam a "burrocracia" que existia e ainda existe.
Qualquer empresário que necessitasse de documentos e de
autorizações chegava a esperar anos e depois,se não entrasse no jodo das mafias,só tinha um caminho: desistir.

E em todo o País desbarataram-se milhares e milhares de iniciativas empresariais que hoje poderiam manter uma Economia mais sólida e não haveria Défice.

Esta é a situação que Sócrates está a enfrentar e tem que resolver,porque se o não fizer terá que fugir como o fez o "panhanhas" Guterres ou o antigo Primeiro Ministro que Governou Portugal durante dez anos e que a dada altura teve que abandonar o cargo e até o seu partido.(lembram-se do célebre "tabú "?)porque,certamente,era demasiado honesto para se responsabilizar pelo que estava a acontecer com os mafiosos que o rodiavam.

Quantos se aproveitaram ,cobardemente,da Liberdade da Democracia, para sem merecimento,alcançaram Poder,dinheiro e influências em muitos lugares da hieraquia Estatal e Privada?!

Amigos "boys" chegou a hora de começarem a arrumar as botas porque já não há muitas para lamber.

Trabalhem honestamente seus malandros!

 
At 28 de março de 2006 às 13:53, Anonymous agrifoca said...

A cap nao se compara com essa asociaçao comuna que anda aí...essa so existe pra dar tachos a esses supostos eng tecnicos q nem engenheiros sao...ms sim regentes agricolas....
Abaixo a comunagem....

 
At 4 de julho de 2008 às 01:15, Anonymous Anónimo said...

agrifoca...és mesmo uma foca ou um asno?

 

Enviar um comentário

<< Home