sábado, 15 de março de 2008

NEM SALAZAR FARIA MELHOR!


O engenheiro quer tudo afinadinho e a uma só voz, como nos tempos de antigamente.
É a atitude cobarde de uma seita de medrosos e merdosos:



Espera-se que a coisa corra bem e que os militantes, de tão entusiasmados, não desatem a gritar: salazar! salazar! salazar!


L.

Etiquetas: , ,

6 Comments:

At 15 de março de 2008 às 20:35, Anonymous Anónimo said...

Heill

 
At 15 de março de 2008 às 21:50, Anonymous Anónimo said...

Os 3 anos de governo do "engenheiro" visto por um fundador do Partido Socialista, Alfredo Barroso:

«O melhor deste governo, até agora, é certamente aquilo de que Sócrates não pára de ufanar-se: uma redução rápida e brutal do défice do Orçamento do Estado, a par de um aumento pouco significativo da taxa de crescimento do PIB.
Não sei se Sócrates também se regozija com o aumento vertiginoso das grandes fortunas, que se regista desde 2006.
Mas a direita dos interesses e das negociatas, essa sim, está satisfeita.
Não é por acaso que aplaude o Governo, embora nunca vote PS.

Comparativamente com os anteriores Governos de direita, chefiados por Durão Barroso e Pedro Santana Lopes, o actual Governo de direita, chefiado por José Sócrates, é seguramente muito mais eficaz.

Então em matéria de arrogância e autoritarismo, pede meças…

O pior destes três anos de Governo está bem à vista:
aumento do desemprego e da precariedade;
diminuição substancial do poder de compra dos trabalhadores e dos reformados;
subida vertiginosa das desigualdades sociais e alargamento do fosso salarial entre ricos e pobres;
diminuição pouco significativa da pobreza extrema e aumento brutal da pobreza relativa, com empobrecimento crescente da classe média.
Tudo isto, somado a enorme intransigência e a um profundo desprezo pelos sectores sociais e profissionais mais afectados pela crise, leva-me a concluir que, perante este balanço do Governo de Sócrates, o PS bem pode limpar as mãos à parede...

Não sou católico nem crente mas… Deus nos livre de mais maiorias absolutas, que com as maiorias relativas podemos nós bem.
O problema de Sócrates é o de conseguir convencer um país exangue de que os resultados positivos desta austeridade brutal e a redistribuição dos frutos deste crescimento pindérico estão para breve.
Sabemos bem que isso é falso, mas a mentira é hoje uma componente essencial do jogo político. E é bem provável que uma população em desespero ainda aceite iludir-se por mais algum tempo.
Até ao momento em que a indignação extravase e a revolta rebente...»

Depoimento prestado ao «Sol-online», em 11 de Março de 2008, por ocasião do 3.º aniversário do actual governo.

 
At 16 de março de 2008 às 19:35, Anonymous J.G. said...

O PS não quer "piercings" na boca dos jovens portugueses. O PS pretende lavar a pele daqueles que usam tatuagens. O PS, mesquinho e asséptico, obcecado com a saúde, quer à viva força "normalizar" o português desde pequenino. Para os mais crescidinhos, tem a ASAE. Se dependesse desta estranha "esquerda moderna", andávamos todos de calções ao sábado de manhã, logo às sete horas, a correr como desalmados. Só falta mesmo estender o bracinho.

 
At 16 de março de 2008 às 19:49, Anonymous José M. Martins said...

Vi hoje o noticiário das 13H00 na RTP1.
E vejo vários portugueses que estão a trabalhar em Espanha.
Aos montes .
Os portugueses, desde serventes de pedreiro a enfermeiros e médicos, debandam para Espanha... para trabalhar!
E lembrei-me do comício do Partido Socialista ontem no Porto, para comemorar 3 anos de Governo de José Sócrates.
De que País fala José Sócrates quando bate com a mão no peito?
De que Portugal fala José Sócrates quando se auto-elogia?
Só a grande propaganda , a sofistica pura , valem a José Sócrates.
Portugal está de rastos.
A crise é avassaladora.A emigração galopante é apenas uma parte da dura realidade que os portugueses sofrem.
Portugal está estagnado.
Não há optimismo porque a realidade do desemprego, da recessão económica ,da falta de visão estratégica no sector energético - a falta de coragem na aposta no nuclear - da falta de horizontes para os nossos jovens, passando pela crise na Justiça , na Segurança Interna, não nos deixa respirar.

Eu sou um optimista por natureza e nunca baixo os braços, por maior que seja a tempestade - talvez por marcação genética ou por ter sido militar, de cavalaria - mas não deixo de sublinhar uma realidade frustrante: Portugal não tem Governo e não tem Oposição.

Vive-se o dia a dia, cada vez mais precariamente.

Sei que há forças sempre prontas para matar à nascença qualquer arrojo governativo, para atacar alterações vitais ,para mudar Portugal.

Mas José Sócrates ,na ânsia de mudar ,esquece-se de que não se pode governar à martelada, sem alguns consensos.
Sem aceitação do Povo a mudança não é possível.

Qualquer Primeiro Ministro tem de governar dialogando, convencendo, arregimentando as forças vivas para as mudanças.
São necessárias rupturas, muitas de mentalidades e é necessário governar passando por cima de algumas famílias tradicionais, que estão apegadas a privilégios.

O Comício do Partido Socialista foi um fiasco.
O Governo e o PS tiveram receio de elevar a fasquia e apostar num mega-comício.

O resultado foi catastrófico: 6 ou 7 mil pessoas é ridículo.

Penso que o CDS ou o Bloco de Esquerda fariam comícios com mais pessoas.

Durante estes três anos de governo de José Sócrates terão emigrado mais de 300 mil portugueses.

O que mostra bem que Portugal está pior.
As coisas não funcionam e Portugal vai-se afundando, perdendo gente, perdendo capacidade para crescer.
José Sócrates só tem motivos para estar triste.

Os portugueses em vez de irem a Fátima vão passar a ir à bruxa para ver se descobrem a razão de ser desta incompetência e deste "fado".

 
At 17 de março de 2008 às 23:26, Blogger Ricardo Cardoso said...

sr ze da ponte, porque é que não publica o ultimo artigo do Miguel Sousa Tavares no Expresso como de costume?
ele escaldo-o muito?
ahahah;-)

 
At 18 de março de 2008 às 00:40, Anonymous Anónimo said...

Este Ricardo Cardoso e o mesmo que a falta d eargumentos, parate para o palavrao?.
Porque nao esta sossegado ja todos conhecem o seu nivel educacional.

 

Enviar um comentário

<< Home