quinta-feira, 15 de maio de 2008

ÚLTIMAS: PONTE DE SOR DELPHI ENCERRA: 500 TRABALHADORES PARA O DESEMPREGO [ XIX X]

Delphi/Ponte de Sor:
Trabalhadores mantêm greve de terça-feira 20 de Maio de 2008 e manifestação nas ruas de Ponte de Sor




Ponte de Sor, 15 Maio - Os trabalhadores da Delphi em Ponte de Sor, hoje em greve, decidiram manter o protesto previsto para terça-feira, seguido de uma manifestação pelas ruas da cidade, revelou à agência Lusa um dirigente sindical.

A decisão dos trabalhadores foi tomada em plenário realizado durante a tarde de hoje, no mesmo dia em que decorre uma greve de 24 horas em protesto contra o impasse negocial com a empresa em torno das indemnizações, devido ao fecho da fábrica no primeiro trimestre de 2009.

Vamos realizar a greve já marcada para terça-feira, durante 24 horas, e, associada ao protesto, vamos fazer uma manifestação pelas ruas de Ponte de Sor, disse à agência Lusa José Simões, secretário-geral do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas e Afins (SIMA).

A manifestação, segundo o mesmo dirigente sindical, deverá ter início por volta das 16:00, após um plenário de trabalhadores às 15:30, percorrendo várias artérias da localidade, até ao edifício da Câmara Municipal.

Queremos responsabilizar ainda mais a empresa, que não está a dar resposta para encontrar uma solução para toda esta situação, disse José Simões.

O SIMA já tinha garantido, durante a manhã, que a greve de hoje, nos dois primeiros turnos (noite e manhã), rondou os 90 por cento.

No terceiro turno, que deveria ter começado a trabalhar de tarde, a adesão foi mesmo total, segundo José Simões.

Todos os trabalhadores do terceiro turno estiveram em bloco à porta da empresa e não trabalharam, garantiu.

Já a administração da multinacional norte americana, em declarações à Lusa, refutou os números do sindicato, garantindo que a adesão ao protesto, no conjunto dos três turnos, só atingiu os 37 por cento.

Além disso, a administração da Delphi negou que a produção, ao contrário do que o secretário-geral do SIMA tinha avançado, tenha parado.

Confrontado pela Lusa sobre estas garantias, o responsável sindical manteve que a produção esteve completamente parada durante todo o dia devido à greve e exigiu à administração da empresa mais seriedade.

Ao dizerem isso [administração], estão a abandalhar toda a seriedade e credibilidade que deveriam ter. Uma administração que gere uma empresa tem que ter seriedade e honestidade, senão engana-se a si própria, argumentou.

A administração da Delphi, em comunicado enviado à Lusa, garantiu também que a proposta de indemnização apresentada aos trabalhadores [dois salários por cada ano de trabalho] é justa.

A Delphi confia que os trabalhadores, e todas as partes envolvidas, reconheçam isso e acredita que a mesma é do interesse de todas as partes de forma a chegar-se a um acordo o mais breve possível, acrescenta o comunicado.

Para José Simões, tais afirmações não passam de aldrabice.

Acredito que a proposta é justa para a administração, mas não é justa para os trabalhadores e seus representantes sindicais, afiançou.

Os mais de 400 operários da fábrica realizam hoje a segunda greve de 24 horas devido ao impasse no processo negocial com a empresa em torno das indemnizações e outras eventuais compensações.

A fábrica de Ponte de Sor, que emprega 439 operários efectivos, além de cerca de 80 a contrato, produz apoios, mecanismos para portas de correr automatizadas e sistemas de protecção de ocupantes para vários modelos de veículos automóveis.

Os operários defendem indemnizações de 2,8 salários, enquanto a administração propõe dois salários por cada ano de trabalho.


RRL.

Lusa

Etiquetas: , , , , ,

39 Comments:

At 15 de maio de 2008 às 23:27, Anonymous Anónimo said...

Todas as noticias que recentemente vão para a comunicação social sobre esta empresa e os seus empregados são desequilibradas.
Vou citar por pontos:

1-Porque não fizeram manifestações contra o encerramento da fabrica, quando já era sabido com 2 meses de antecedência em que dia iria ser decidida a data do encerramento da empresa. Fazem-nas agora a pedir indimenizações muito acima do previsto na lei..

2-Com a continuidade que demonstram a nível do seu desconhecimento das directrizes da micro e macro economia. Ao fazerem sistemáticas jornadas de luta.

3-Recordem-se de que sempre que existe uma multi-nacional que encerra e se vê inflexibilidade e inconsciência por parte dos trabalhadores como aqui, por muitas tentativas do poder nacional e local, nenhuma empresa nacional ou estrangeira demonstra o interesse de vir ocupar o lugar deixado em aberto.....
Exemplos( Rodhe, Bombardier, Opel, etc........)

Cada vez mais cavam a sua própria sepultura e a do nosso concelho.......

 
At 16 de maio de 2008 às 00:17, Anonymous Anónimo said...

Será?

Ou és mais um político "xuxa" a comer na majedora do poder local ou nacional?

Ou pura e simplesmente estás a dar tiros para o ar?

Mas vamos lá ao cerne da questão:
Para já dois dias de greves já fizemos fez com que a administração apresenta-se novas propostas.

Os operários da Delphi da Andaluzia, com greves, manifestações, cortes de estradas e outras formas de luta bem organizadas conseguíram ver resolvidas as suas reivindicações na totalidade, bem como emprego em outras empresas que se instalaram na cidade, as quais absorveram a totalidade dos trabalhadores da Delphi da cidade andaluza.

Caros colegas de trabalho, só unidos podemos conseguir as nossas justas reivindicações.

"Quem nos comeu a carne, que nos roa os ossos".

 
At 16 de maio de 2008 às 09:15, Anonymous Anónimo said...

o primeiro comentador é esperto!
o primeiro comentador é muito inteligente!
o primeiro comentador é um saco de sabedoria!
o primeiro comentador é do tipo ignorante que não quer dar parte de fraco nas suas apreciações!
o primeiro comentador é daqueles que um dia há-de acordar para o mundo e verificar que só quando o levarem a ele é que vai perceber. E aí, já será tarde para ele...

os trabalhadores da delphi deparam-se com uma situação irreversível: o encerramento da fábrica. Tudo o que procurarem garantir daí para a frente será sempre uma vitória, já que o desemprego é mais que garantido!

E a vitória só se garante com a luta. Pena que o resto da população de Ponte de Sor não se associe tambem a essa luta.

o primeiro comentador, anda de facto muito enganado sobre como as coisas se processam.
o primeiro comentador, pela posição que defende, eu sei quem é!

 
At 16 de maio de 2008 às 14:03, Anonymous JustDelphi said...

outra vez 2.8???? não é 2.8 é 2 (aceitamos a proposta da empresa) só queremos que as contas sejam feitas por um tecto salarial minimo de:(A negociar) só isso tudo o resto, seguro parece que não é possivel, Impostos logo se vê só queremos um valor que possa compensar isso. Sr. José Simões até agora tenho feito greve e confiado no senhor mas começo a ter algumas duvidas 2.8??? isso é irreal e em plenário onde estive acho que isso foi ultrapassado. A proposta que está na mesa é aceitar os 2 propostos pela empresa mas com um tecto salarial minimo de: (A negociar) acho eu que é assim não venha falar em 2.8 porque foge à verdade e todos se riem de nós por querermos a lua. Fikem.

 
At 16 de maio de 2008 às 14:05, Anonymous JustDelphi said...

Outra coisinha as contas da adezão à greve estão a ser feitas assim: os sindicatos contam e bem os operários efectivos. A empresa conta todos,indirectos directores mais os temporarios mais as senhoras da limpeza e possivelmente tambem os camionistas que vêm carregar daí as enormes diferenças.

 
At 16 de maio de 2008 às 14:17, Anonymous Anónimo said...

Sempre nos foi dito alto e bom som se fizerem greves para reinvindicar os aumentos a fábrica vai embora. Engolimos sapos rãs cobras lagartos e deixamos de reinvindicações asseitando sempre os acordos entre os patrões e os sindicatos.5 anos sem lutas laborais resultado FECHOU.O que foi ganho em aceitar 5 anos aumentos de merda?? FECHOU será que os américas não pensaram estes não chateiam muito se nós fecharmos???

 
At 16 de maio de 2008 às 16:31, Anonymous Anónimo said...

Aumentos de merda? Você é louco só pode. Você é criminoso chupista comunista. Então oh meu canalha porque é que dizes isso se dantes vinham gabar-se à boca cheia que tinham vida de reis, ganhavam sempre alguns pontos acima da inflação, tinham seguros de tudo e mais alguma coisa. Podiam ir ao dentista que a empresa pagava, tinham cursos e acções de formação em hotéis e jantares de luxo (lagosta imagine-se) pagos pela empresa, computadores para os trabalhadores aquando da substituição dos mesmos, em suma, privilégios que nenhuma outra empresa, cuja administração estivesse em perfeito juízo, concedesse. E agora vens falar disso? Tem mas é vergonha. Vocês na Delphi não têm conhecimento da verdadeira realidade do nosso país. Desculpe mas não é justo. Sejam bem vindos a realidade. Para o Sr. JustDelphi, se é trabalhador da Delphi permita-me subscrever o que disse. Certamente o Sr. conhece pessoas dentro e fora da Ponte de Sor para dizer que toda a gente se ri da situação da Delphi. Não é para menos. É mesmo situação para rizada e não é só fora da Ponte que são gozados. As pessoas de Ponte de Sor não se mostram porque têm medo de represálias como fizeram a quem não vos acompanhou nas reivindicações e seguiu com as suas vidas. Porto, Lisboa, Santarém, Leiria, Coimbra e muitos outros sítios que estive estes últimos tempos, não houve ninguém que, tendo conhecimento do sucedido, não se tenha rido. Mais uma vez digo que a resposta que dei a quem se riu de Ponte de Sor foi: "tenho vergonha dessa gente que só estão a afugentar investimento (haja ou não) e tenho pena que estejam a rebentar com o pouco que resta da nossa cidade. A pedirem o que pedem só podem estar loucos. Vão para casa com 1 salário por cada ano de trabalho não tarda muito”. Quanto a isso ouvi dizer, não interessa quem, que essa possibilidade esta perto de acontecer. Não se acautelem não.

 
At 16 de maio de 2008 às 17:13, Anonymous Anónimo said...

Eu o anónimo de 15, Maio das 11:27, desprezo o tipo de comentários à minha pessoa, feitos pelo anónimos das 12:17 e 9.15 do dia 16. Pois o meu estado de ignorância não é tão degradante quanto o vosso, pois eu não vivo no mundo de pedidos ou de exigências utópicas. Onde nas reportagens dos canais televisivos todos os colaboradores que prestaram declarações fazendo referência a 2 meses por cada ano e agora o “senhor” Jaime Simões vem a falar novamente em 2,8!!!!
Só demonstra que a maior parte dos colaboradores faz, fez e vai fazer greve sem saber realmente o que se está a discutir......

Por último, caro anónimo das 4:31 de 16 Maio, partilho perfeitamente com o seu ponto de vista e palavras.

 
At 16 de maio de 2008 às 18:06, Anonymous Anónimo said...

O que é a realidade do pais então? sendo social democrata, tenho vergonha de reformas vitalicias e indemnizações vergonhosas a muitos que passaram por instituições, tipo Banco de Portugal ou BCP, dois ou três anos, e em alguns casos, com negocios ainda por explicar ou permitir-se que muitos politicos deste pais, de vários partidos, estejam na reforma e simultaneamente a exercer funções politicas? Pedir bom senso aos trabalhadores é recomendável, mas será assim tão imoral o que pedem? Não me parece. Qual é a amplitude dos salarios de uma multinacional como a GM? não foi a chanceler alemã que já se referiu a isso depois do escandalo dos altos gestores? não foi o nosso Presidente da Republica que já se referiu a isso?

 
At 16 de maio de 2008 às 18:46, Anonymous Anónimo said...

O camelo que diz que tiramos cursos hA custa da delphi ,primeiro nem todos tiveram cursos ,viagens ,lagosta ,hoteis de luxo ,como diz .Esses ESTAÕ caladinhos na esperança de ficarem para semente ,e ganham muito mais .Ate me envergonho de dizer ,e não tenho nada a ver com isso .Mas como sabe tanto do que se passa la dentro, se sabia das lagostas ou ja as comeste ou tens quem as comeu la dentro, ou es um grande ordinario ,deves e falar da tua vida , deves pensar que somos parvos, es mesmo paspalho ,nao devia estar nas suas funçoes a esta hora ,sais cedo do trabalho fascista ,agora e tudo comunista quem faz greve , ainda bem so sobras tu ,temos que te levar para o campo pequeno,ÓLÉ

 
At 16 de maio de 2008 às 19:11, Anonymous Anónimo said...

Sou de ponte de sor ,não trabalho na delphi e vou apoiar os trabalhdores que não tinham direito a comer as tais lagostas ,como esse imbecil diz .Deve ser um grande parvo .Pelo cumentario esta-se a ver quem ´és , VAMOS TODOS APOIAR EU VOU PASSAR A PALAVRA

 
At 16 de maio de 2008 às 22:11, Anonymous Francisco said...

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou em 15-5-2008, que o PIB em Portugal aponta para um crescimento de 0,9% em volume no 1º trimestre de 2008 face ao período homólogo, o que representa uma desaceleração relativamente ao trimestre anterior (1,8%).

O PIB no 1º trimestre de 2008 terá diminuído 0,2% face ao último trimestre de 2007.

O que mais me custa é NÃO PERCEBER PORQUÊ que andámos a fazer tantos sacrifícios nos últimos anos e chegarmos agora e estarmos praticamente na mesma ao que estávamos quando nos congelaram a carreira e os vencimentos, aumentaram tudo e mais alguma coisa que eram bens de necessidade excepto ... claro está ... as mordomias e benesses dos políticos, deputados, governantes, administradores e outros que tais que os mantiveram ou melhoraram.

Desconfio mas, não sou economista, não sei se será até alguma asneira o que estou a dizer mas, essa fobia esquizofrénica de fazer baixar o "deficit" o mais possível, sem olhar a mais nada, levou-nos a um empobrecimento maior e geral dos portugueses. O poder de compra é cada vez menor e estamos cada vez mais endividados.
O Estado CHULA-NOS com uma carga fiscal insustentável que enfraquece as empresas e nos empurra desumanizadamente para o desemprego e para a emigração. Os portugueses sentem-se cada vez mais abandonados por um governo cada vez menos “social”, mais arrogante, mais incompetente e, claramente, cada vez mais a "navegar" com um timoneiro MENTIROSO e impune às leis portuguesas que levaria muitos de nós à cadeia ou a coimas elevadíssimas.

Na minha enorme IGNORÂNCIA, comparada com a infinita e INQUESTIONÁVEL SAPIÊNCIA de sua excelência o senhor primeiro ministro e ex-engenheiro José Sócrates tenho receio, mas é que tenho mesmo muito receio, que esta seja a primeira de muitas QUEDAS IRREVERSÍVEIS com que nos vamos ter de confrontar muito em breve. O aumento da inflação, já verificado, são ... "trocos"
Mas, para ser sincero, o que mais me irrita no meio de toda a sua INCOMPETÊNCIA e NARCISISMO, são as desculpas esfarrapadas que sempre arranja para dizer que ELE (pois claro!!) NUNCA faz nem fez NADA mal.

Ainda há 2 semanas, o Ministro das Finanças dizia que não estava preocupado com a crise internacional que em nada afectaria Portugal. Quem HOJE ouviu , do alto do seu pedestal, o sr. primeiro ministro dizer com aquela ARROGÂNCIA que conhecemos e vomitamos com nojo, que afinal a tal crise é a ÚNICA responsável pelo descalabro económico para o qual atirou Portugal, sem que ninguém o pudesse prever, nem mesmo eles, os SABICHÕES. A culpa ainda vai cair na "pesada herança" do governo anterior do autista e tão incompetente como ele, Santana Lopes. Ao fim de 4 anos de governo ... pois claro!!

E diz aquilo com o mesmo à vontade com que diz que não sabia da existência de uma lei que não permite fumar dentro dos aviões, que aliás nem sequer é deste ano, TEM ANOS (e ele que viaja muito SABE MUITO BEM!), não leu os avisos luminosos de "proibido fumar" nem ouviu as normas de segurança lidas no inicio da viagem. Cego, surdo e mudo.
Bardamerda para isto tudo, é descaramento e incompetência a mais. Para já não falar na mentira constante.

 
At 17 de maio de 2008 às 10:38, Anonymous Anónimo said...

Para o anónimo das 4H31. eu sou operário sim trabalho com maquinas nunca comi nenhum almoço à conta nunca fui a lado nenhum pela fábrica como 99% dos meus colegas de produção por isso o senhor está completamente fora do contesto ou então é mesmo parvinho de todo. Só deve conhecer a classe superior da delphi quando digo aumentos de merda refiro-me aos meus e dos meus colegas de produção claro que o valor aumenta consoante o vencimento se só conhecer directores claro que os aumentos devem ser quase o meu vencimento capiche ou quer um desenho? ou um relatório dos meus aumentos. E não sou comunista aliás nem sou nada abomino a corja politica que só mama sejam eles da direita ou da esquerda.e já agora se não aparece a aceitação dos 2 "talvêz" seja porque ainda ninguem se sentou à mesa a conversar como gente civilizada

 
At 17 de maio de 2008 às 12:12, Anonymous Anónimo said...

Tendo em conta o que passa pelo país, também achei inicialmente que as exigências dos trabalhadores eram demasiadas. Mas vendo o pânico que se instalou nalgumas pessoas minhas conhecidas (quando decidiram fechar a fábrica e pensaram que seria falência) e vendo agora a sua tranquilidade por saberem a quantidade de dinheiro que vão receber(pessoas não operárias), acho muito bem que os operários lutem. Foi uma vida que ali entregaram e agora saem com muito pouco e não têm quase nada. Quanto a mim, deveria haver uma verba de "X" milhões que seriam divididos igualmente por "Todos" os que lá trabalham. Se assim fosse veriam os saltos que dariam muitos dos que agora criticam os operários.
E só mais um reparo, parece-me que pelo país, as pessoas têm bem mais com que se preocupar, e não me parece que andem todos a rir-se dos operários da Dephi. A subida das taxas de juro, a subida dos combustíveis, a subida de bens essenciais alimentares...isso sim, preocupa todos os portugueses. Vir para aqui pressionar os trabalhadores com essa das muitas viagens pelo país, não está com nada e apenas tem a intenção de destabilizar e pôr uns contra os outros.

PS: Não sou trabalhador da Delphi, não sou comuna, nem tenho lá ninguém da minha família directa.

 
At 17 de maio de 2008 às 12:15, Anonymous Zorro said...

Sou funcionário da Delphi há 27 anos e apesar de não trabalhar na produção apoio totalmente o que o anónimo das 10:38 h. diz.
Peço um favor aos leitores deste blog:
SE NÃO CONHECEM A REALIDADE DAS COISAS NA DELPHI, NÃO SE PRENUNCIEM.

O imbecil (dia 16 às 4:31 h.) que disse tanta barbariedade a nosso respeito, não deve saber que o fascismo acabou há mais de 34 anos.
Se as pessoas se riam quando te vêm em Coimbra, Porto, .... é porque és um granda PALHAÇO!!!
Aliás, com a "inteligencia" que mostras e consegues estar em tanto lado, ... penso que já sei quem és:
VEVES SER O "EMPLASTRO", TAMBÉM CONHECIDO POR "O ANIMAL" DO F.C.P.

 
At 17 de maio de 2008 às 12:25, Anonymous Anónimo said...

O anónimo das 12:12 h. escreveu qui um comentário exemplar, com seriedade e isenção.
Sem tratar mal ninguém, diz as coisas exactamente como a grande maioria das pessoas dentro e fora da Delphi neste momento pensam.
Tem toda a razão. Parabéns!!

 
At 17 de maio de 2008 às 13:41, Anonymous Anónimo said...

Só mais um reparo: não consigo entender outras divisões dentro da Delphi que não as do vencimento pois todos sabemos que "grande parte" das posições aí ocupadas são essenciais na dinâmica duma empresa e sabemos também que muitas dos funcionários que aí detêm cargos não têm habilitações que se destaquem das dos operários, tiveram apenas a sorte, ou houve quem para ela contribuiu, de puderem vir a ocupar cargos distintos, cargos esses que não significam mais competência nem responsabilidade, são apenas outras profissões.

PS: Não sou trabalhador da Delphi, não sou comuna, nem tenho lá ninguém da minha família directa.

 
At 17 de maio de 2008 às 15:28, Anonymous Anónimo said...

Sou trabalhador da delphi ,eu pessoalmente acho que as devisoes que estão são provocadas pelos « antigos sindicalista«não acho correto e ético o que estão a fazer se concordam devem ir para os seus postos de trabalho e trabalhar ,pois ja gozaram muitos dias ha´ nossa custa ,mais a esposa de um dos senhores antigos sindicalista e a maior destabilisadora ,se concorda pois esta no seu direito com a proposta não tem o direito de fazer o que anda a fazer ,com as atitudes e palavras que diz,eu propio tenho o direito de pensar para mim afinal o que se esta a passar ,ja há odios la dentro, e a responsabilidade são totalmente deles , sera que querem isso a fabrica vai embora e depois como vai ser ,sera que são capaz de olhar os seus ex. colegas de frente,Agora penssem que estão protegidos e podem fazer tudo ,e mais tarde .Estou a ficar preocupado com a situação,era bom que esses senhores não provocassem mais ,cada qual e livre de fazer o quer e não a vontade deles «ex, sindicalistas«

 
At 17 de maio de 2008 às 15:55, Anonymous Anónimo said...

MERDA e mais MERDA
será possível que a minha terra continue na mesma, inveja e mais inveja, calhandrismo, fofoca, diz que disse, tudo igual. agora que era para estar tudo unido por uma causa, é isto que eles querem, dividir para governar, será que não vêem isso, filhos da terra, a união faz a força, sejam sérios e competentes, que os resultados aparecem.
não é com medo e receio que se vai a algum lado.
O nosso concelho precisa de todos, mas de cabeça erguida.
Viva Ponte de Sôr, viva Portugal
um filho da terra

 
At 17 de maio de 2008 às 20:17, Anonymous Anónimo said...

Já se dissee aqui tanta coisa, mas não é disso que vou falar.
gostei de ver os vereadores do pcp junto de todos os colegas. e se chovia, mas eles ficaram ate ao fim do turno.
obrigado pelo apoio que foram dar à gente.

 
At 17 de maio de 2008 às 21:15, Anonymous Anónimo said...

eu estou de acordo contigo e agradeço ,tenho e pena e tristesa do nosso presidente da camara foi a cabo verde dar apoio ao povo de -la ,ate´acho bem não tenho nada contra , mas aos trabalhadores «da produçãõ« nem velo .Ele prefere gastar o dinheiro dos contribuintes com carro e choufer com aqueles que na hora da verdade espetaram uma faca nas costas dos colegas , ,mas não faz mal ,eu acredito que ha deus e o poder dele e forte ,OBRIGADO SENHORES VEREADORES DO P C P PELO APOIO .

 
At 18 de maio de 2008 às 00:04, Anonymous Anónimo said...

Ah sim esse gajos do PCP foram lá dar-vos uma grande ajuda, abram os olhos seus idiotas ainda não perceberam que estão a ser alvo de rivalidades politicas? porque é que não os levam de braço dado na excursão que querem fazer até à câmara no dia 20? e já agora levem também a bandeira do PCP, a foice e o martelo que é para se irem habituando a ir trabalhar para a estiva ...
Santa ignorância !!!!!!!!!!!!!

 
At 18 de maio de 2008 às 00:06, Anonymous Trabalhador de produção said...

Não sou comunista mas quero agradecer também aos Srs.vereadores do PCP que estiveram conosco á porta da fábrica a dar o seu apoio.
Quero também esclarecer que nós, operários de produção com vinte e tal anos de casa, temos um vencimento de 765 euros por mês e o que estamos a querer negociar é uma compensação de 2 meses por cada ano de serviço, vezes um valor mínimo de 1000 euros (em vez de 765). Aqueles que ganham mais não serão prejudicados apenas queremos mais um pouco para quem ganha menos.
Já agora quero informar todas as pessoas que não conhecem a realidade do trabalho nesta fábrica,
que nós trabalhamos no sector químico, há muitos anos que respiramos solventes de tintas, antigamente nem máscaras usavamos,
respiramos reagentes de cianetos para fazermos volantes, antigamente nem exaustão havia,
fazemos borracha misturando oleos a balde com enxofre á pazada e muitos outros produtos perigosos, sabemos agora que a maior parte é classificado como cancerígena e não lhes podemos tocar com as mãos ou respirar o seu vapor,
limpavamos perfis de portas com panos enxarcados em etanol, sabemos agora que aquele produto dilui o sangue e provoca vários tipos de leucemia,
para terminar lembro que faziamos 90% dos calços de travão utilizados na Europa, deixamos de os fazer porque o produto que utilizavamos (asbesto) era tão perigoso e cancerígena que foi proibido no mundo inteiro.
Em memória daqueles que já faleceram, em respeito daqueles que já combateram doenças e pela dignidade com que teremos de enfrentar os eventuais problemas de saúde que vão surgir daqui as uns anos,
DEVEMOS LUTAR POR UMA NEGOCIAÇÃO JUSTA.
Á POPULAÇÃO DE PONTE DE SOR QUERO DIZER: "NÃO JULGUEM QUE VAMOS FICAR RICOS COM 40 mil euros, pois isso desaparece num instante se tivermos o azar duma doença por causa dos produtos com que trabalhamos á mais de 2 décadas.
SEJAM SOLIDÁRIOS CONOSCO,
OBRIGADO

 
At 18 de maio de 2008 às 00:19, Anonymous Anónimo said...

Ao que isto chegou agora já não têm mais nada para alegar vêm para aqui armar-se em coitadinhos e o pior é que quem escreve estas coisas são aqueles meninos que nunca estiveram a trabalhar na produção e muito menos em contacto com seja que produtos forem. Ganhem juízo com o que escrevem e sejam homenzinhos e não chamem para aqui quem já lá descansa em paz e que vcs nem nunca sequer deram importância.
Vocês metem-me nojo cambada de hipócritas

 
At 18 de maio de 2008 às 11:38, Anonymous Luís Carlos said...

Tu é que metes nojo ó palhaço. Se pensas ue o que atrás foi dito é mentira é porque não tens sequer conhecimento do que é trabalhar numa fábrica de produtos químicos independentemente de se trabalhar com eles ou não. Estes produtos espalham-se no ar que respiramos e para haver contágio não é obrigatório o seu contacto. Ou também vais dizer que o fumo do tabaco só faz mal a quem fuma? Deves ser um menino mimado...
Não abras a boca para dizer asneiras.
Se não sabes como é (ou foi) a realidade do trabalho dentro desta e doutras empresas do género, está calado! Não sejas burro.

 
At 18 de maio de 2008 às 13:18, Anonymous Alberto Fernandes de Matos said...

Esta cidade sempre viveu à custa dos operários da delphi.
Eles sempre contribuíram para criar riqueza na mesma, com os seus impostos, com as suas aquisições, com os seus ordenados.
A todos eles e como filho desta terra quero manifestar a minha solidariedade com a sua luta.

 
At 18 de maio de 2008 às 18:24, Anonymous Anónimo said...

Se eu tiver que levar a bandeira de qualquer apoio seja la do que for ,mas que estejam do lado de todos os trabalhadores deste pais ,eu levo com o maior orgulho pois sou portugues mas não COBARDE , em ponte de sor vive-se de muitas ilusões de muitas mentiras e aparencias falo em ponte de sor porque moro ca´,e vejo o grande jet sete dos falidos ,leio sobre as pessoas da delphi ,ao menos teem coragem de lutar ,tudo o que eu li aqui de mau sobre essas pessoas so tem uma leitura estÃO afitos ,ate estão com sorte, fui pesquisar sobre espanha quando fecharem a delphi em cadiz ,não foi tão pacifico, mas lutaram , e se pensem que quarenta mil euros e muito, pois os espanhois conseguiram duzentos mil euros cada pessoa,e eram da delphi ,vão ver se e´mentira ,os trabalhadores da delphi de ponte de sor não são canalhas, canalhas são quem lhes esta a chamar so eles e que querem comer tudo são sempre os mesmo nos ca´ja os conhecemos todos , NÃO SOU DA DELPHI ,MAS VOU TER CONVOSCO SE TIVER AI,TENHO ORGULHO DE SER PORTUGUES NÃO VENDIDO.

 
At 18 de maio de 2008 às 21:55, Anonymous Anónimo said...

"Esta cidade sempre viveu a custa dos trabalhadores da Delphi...". O senhor Alberto deve estar a escrever de outra cidade qualquer que não Ponte de Sor para estar a dizer isso. Respeito a gente da Delphi mas os que não são da Delphi, como eu, não devem nada, ou muitíssimo pouco, fora raras excepções, aos trabalhadores da Delphi. Quanto aos impostos é mesmo só porque são obrigados a pagar em Ponte de sor, senão nem isso. Com enorme respeito aos visados, que não são obviamente todos, mas é a realidade. Se calhar por isso também, é que não conseguem obter grande feedback solidário com a causa pela generalidade dos habitantes de Ponte de Sor. Uma questão de humildade.

Um ex. habitante dessa terra que não guarda muitas saudades do tempo em que passou ai.

 
At 18 de maio de 2008 às 23:33, Anonymous Anónimo said...

Para ja´não sou alberto nem conheço nenhum ,e pelas suas palavras não são desconhecidas essas feedback ja´as ouvi, não vale a pena fazeres papel de santo, ainda bem que não estas cá nem fazes cá falta tu sabes porque, é so olhares para dentro de ti e descobres,

 
At 18 de maio de 2008 às 23:44, Anonymous Anónimo said...

estava-me a referir ao comentario do senhor alberto fernando de matos, seja ele quem for. Até parece que sabes quem sou. gosto quando, so pelas palavras, dizem quem são as pessoas mesmo que estas sejam anonimas so para ver se conseguem assustar esses mesmos anónimos. SIm sim deves saber a que me refiro. Estao pouco mais que sozinhos nessa luta

 
At 18 de maio de 2008 às 23:50, Anonymous Anónimo said...

Oh sr. Luis Carlos por quem sois ... vossa excelência é conhecedor de tudo o que se passa naquela fábrica e ja que os sindicatos agora têm tantas vagas não quer por acaso candidatar-se a uma vagazita não? é que com o dom da palavra que tem ainda era capaz de tirar o lugar ao tal do Simões que tão bem fala, deviam fazer uma bela parelha, um diz mata e o outro diz esfola. Ora deixe-se mas é estar quietinho no seu canto e não diga atoardas que até lhe ficam mal, tenha-os no sitio e assuma que quer mais dinheirito porque está atolado até ao pescoço ... vidas tristes não é? quando se dá o passo mais comprido que a perna depois olhe apanham-se estas diarreias mentais ... está acagaçado tadinho !!!!!!!!

 
At 19 de maio de 2008 às 11:38, Anonymous Luís Carlos said...

Sabe, sr. Palhaço, porque é que há tantas vagas nos sindicatos? Foi porque aqueles a quem os trabalhadores estiveram anos a fio a pagar para os representarem, na hora da verdade, depois de se aprovar uma coisa em plenário, traíram os trabalhadores e fugiram "para o lado de lá". Quanto ao "dinheirito" é lógico que faz sempre falta embora eu não tenha nada a ver com isso pois não trabalho lá. O que tenho, chega-me perfeitamente e não tenho que agradecer a ninguém, mas sim ao meu trabalho. Tu é que certamente não poderás dizer o mesmo...
Portanto, palhaço, essas diarreias tu é que as estás a ter porque se não sabes do que se passa lá, cala-te porque isso já está a começar a cheirar mal.

 
At 19 de maio de 2008 às 23:04, Anonymous L. said...

o falso engenheiro é mais uma vez desmentido pela realidade e mais uma vez revela ser um mentiroso compulsivo. contrariamente ao que vinha apregoando, o Investimento directo estrangeiro em Portugal e no exterior baixou mais de 50 por cento.
não seria de esperar outra coisa. nem por parte do pouco sério sócrates, nem por parte dos investidores que não são burros...

e a choldra ainda não bateu no fundo!....

 
At 19 de maio de 2008 às 23:07, Anonymous Anónimo said...

E DEPOIS DOS NÚMEROS DIVULGADOS HOJE SOBRE O INVESTIMENTO DIRECTO ESTRANGEIRO O BASILIO HORTA ESTÁ À ESPERA DO QUE PARA SE DEMITIR?

PODE ENVIAR A DEMISSÃO POR FAX COMO JÁ FEZ QUANDO SE CANDIDATOU A PRESIDENTE DA REPÚBLICA.

 
At 20 de maio de 2008 às 00:31, Anonymous Anónimo said...

Tanta contenção, tanto rigor, isto é tanta tanga, tanta vigarice e ainda pior com muita prepotência e mentira à mistura. Metem simplesmente nojo.
Sentem-se reis a governar na idade média. Ainda querem que se acredite na classe política.
Portugal está realmente numa grande crise de valores e os políticos são os verdadeiros culpados. Cambada de incompetentes.
Já não há pano onde caia a nodoa, são a nodoa pegada.

 
At 20 de maio de 2008 às 02:33, Anonymous Anónimo said...

Politiquices...
que se lixe o nojo da politica TRABALHADORES da delphi logo em força para mais uma luta contra a prepotencia e o quero posso e mando e os outros que se F*** 2 vencimentos por ano, aceitamos é justo mas só se...(bela merda limpem o c* a isso )o que nós queremos é saber o que se vai passar e não estar até ao ultimo dia para saber o que vai acontecer deveria ser 2 e ponto final as produções nós fazemos é para isso que nos pagam se oferecerem um prémio melhor ainda mas dar 1 se não fizermos o que quiserem é injusto para quem durante mais de vinte anos cumpriu a sua parte e vai continuar a cumprir até ao final, de cabeça erguida ao contrario daqueles que querem ficar com o bolo todo para eles mil euros como minimo é demasiado??? para quem?? não prejudica absolutamente ninguem e beneficia aqueles que sempre ganharam menos e passaram noites a fio a trabalhar no duro ao segundo sempre fazendo o melhor possivel, que nunca chega, é sempre pouco.Corrijam-me se estiver errado 1000 euros é salvo poucas excepções o nivel seguinte do nosso vencimento. Estamos a pedir muito??? Por favor sentem-se a mesa e sejam Homens e resolvam este embroglio de uma vez por todas ninguem gosta do que se está a passar todos queremos páz e saber com o que podemos contar. Talvez por pensarem ter conseguido resolver tudo num dia (O pessoal não aceitou mesmo pressionado pelos ex del. Sindicais)seja dificil engolir um sapito e voltar um pouco atráz e resolver as coisas o mais rápido possivel como recomendou o comité internacional da delphi. Espero. ESPERO MESMO que a greve de hoje seja a ultima.Eu vou fazer agora não há mais volta a dar está na mão da administração pelo menos sentar a mesa e descutir honestamente (vai ser dificil)Nós somos pessoas e não bichos estamos completamente abertos ao dialogo

 
At 22 de maio de 2008 às 12:25, Anonymous Anónimo said...

Atençao trabalhadores da Delphi e população de ponte de Sor. A Administração da emprensa não dá dois (2)meses de salario por cada ano de trabalho aos trabalhadores, a emprensa esta a engnar os trabalhadores porque lançou uma proposta virtual porque esta só se encontra na posse da empresa que é a seguinte.
1ª- A empresa dá um (1) mês de salário por ano a cada trabalhador (total de 2 meses) se os trabalhadores se compremeteram a comprir com a produção, produção essa que se desconhece, e se os trbalhores não faltarem ao serviço (ou seja se não houver absentismo) isto quer dizer que basta faltar um operário para que a empresa alegue que os trabalhadores não compriram a proposta, assim os trabalhadores correm o risco de ficarem só com um mês por cada ano e sem direito aos papeis assinados para terem direito ao desemprego. Esta proposta virtual foi a plenário de trabalhadores e foi rejeitada pelos mesmos, os EX. DIRIGENTES SIDICALISTAS Nelson Freitas, Joaquim Abelha, Armando, José Isidro, Francisco Basílio (mais conhecido pelo simplório) contactaram o Dr. Joaquim Garcia, Chefe dos Recursos Humanos, onde acrescentaram um cabeçalho á tal proposta da empresa em que no fim o cabeçalho dizia "Se houver um acordo mais VANTAJOSO este fica sem efeito".
Estes EX. DIRIGENTES SINDICAIS são uns grandes PAPÕES tem andado ao longo deste 27 anos a gozar á custa dos trabalhadores tirando os dias do sindicado PAGO pelos trabalhadores para tratar de assuntos dos Escuteiros, pesca, para ir buscar os filhos á universidade tendo tudo e mais alguma coisa menos tratar de assuntos sindicais, são uns golosos, deviam ter vergonha e a coragem de por uma corda ao pescoso, COBARDOLAS, já que trairam os trabalhadores.
Importante referir que alguns trabalhadores do escritório e alguns pidéricos da produção que julgam que são alguem não tem onde cair mortos, que não gozam com os trabalhadores que estão a lutar por eles. Informa-se que os que fazem greve são aqueles que trabalham no duro, os restantes que não aderirem á greve são esses que andam com os tin-tins a dar a dar, sem fazer nada, são uns gulosos que não sabem fazer nada, nem mandar, mas foram os primeiros a aproveitar as regalias que os grevistas conceguidas, não tem vergonha nem nunca a tiveram.
Queria salientar que esta é uma empresa multinacional, vai fechar e não é por falencia, vai deslocar o nosso trabalho para a Hungria e outros destinos, porque fecha simplesmente por capricho. Por isso meus amigos abrem a pestana, isto é uma grande armadilha que a administração está a preparar aos trabalhadores da Delphi, produção e não produção, unem-se todos pela mesma causa, a empresa vai fechar para todos, TODOS FICAM SEM TRABALHO.

 
At 22 de maio de 2008 às 12:39, Anonymous Anónimo said...

...............AVISO.................
A todos os trabahores da Delphi, informo para que não vão assinar o acordo que se encontra no departamento nos recursos humanos, isso é uma grande ratoeira.
Já agora aqueles que assinaram, vão lá pedir a fotocópia da mesma.
Lembrem-se trabalhadores que a administração da empresa são como o JUDAS, já enganaram os trabalhadores várias vezes com promesas onde chegaram a tirar regalias aos trabalhadores mesmo com acordo assinado. Esses senhores cairam cá de para-quedas, não os conhecemos de lado nenhum, querem levar metado do bolo só para eles, a outra metade fica para para os pequeninos, eles querem ficar estupidamente ricos, depois raspam-se daki pa foram e nós ficamos a chuchar no dedo e sem trabalho, e sem direito ao papel assinado do desemprego.

Cuidado com eles (DIRECÇÃO DA EMPRESA)são muitos perigosos e gananciosos.

ABRAM A PESTANA

Já agora a aderencia á greve foi a seguinte:

São 439 trabalhadores efectivos, 200 estão na produção, trabalhar no duro, são os grevistas, 239 são improdutivos, 120 são contratados a prazo, por isso quem não aderiu á greve são os tais dos tin-tins a dara a dar.

 
At 13 de outubro de 2010 às 19:09, Anonymous Anónimo said...

I apologise, but, in my opinion, you commit an error. I can prove it. Write to me in PM.

 

Enviar um comentário

<< Home