sábado, 8 de novembro de 2008

EM PONTE DE SOR O ELÉCTRICO FUTEBOL CLUBE VIVE À CUSTA DOS NOSSOS IMPOSTOS...


A questão é que o Eléctrico está em contra-ciclo com a realidade do desporto praticado nas cidades idênticas a Ponte de Sôr (parece que nesta terra ninguém vê a liga dos últimos), está em contra-ciclo com a própria cidade que não rejubila prosperidade e é uma instituição sustentada por dinheiros públicos (fora um ou outro patrocinador, e tenho a certeza que o patrocínio do CS é uma contrapartida aos investimentos que ele está a fazer no concelho e não parte da sua própria iniciativa, o que é ridículo).
Quanto é que a câmara municipal de Ponte de Sôr dá exactamente ao eléctrico por mês?
Fora o orçamento anual, o investimento das cadernetas foi todo de quem?
O investimento em festas a favor do Eléctrico foi pago por quem?
A compra dos equipamentos foi pago por quem?
Já se questionaram porque é que estão a perder sócios?
Já pensaram porque é que há cada vez menos gente a pagar as quotas ao Eléctrico?
Perguntem aos que deixaram de pagar as quotas, a razão que os levou a fazer isso.
Eu deixei de pagar.
Perguntem em quanto estão a ser chulados pela câmara municipal de Ponte de Sôr em impostos para serem revertidos a instituições cujas gerências sempre estiveram envoltos num sentimento de duvida e credibilidade (a FAP e o Eléctrico em particular).

Se me perguntarem se achava bem que a câmara deixasse de assumir a sua responsabilidade face à instituição eléctrico, claro que não achava bem.
É obrigação da câmara assegurar condições à prática desportiva e o número de praticantes que o Eléctrico tem é sinal disso mesmo.
Quanto a isso estou plenamente de acordo.

Não estou é de acordo que se aplique taxas IMI e IMT máximas (não me venham com a treta desta aplicação se dever ao facto de ser câmara socialista porque há muitas outras câmaras PS, que muito antes de entrarmos em época de eleições nunca aplicaram taxas máximas), com base em avaliações fantasma e destorcidas por excesso face à realidade do valor dos imóveis que, em tempos de crise (principalmente em Ponte de Sôr em que se vive um sentimento de angustia de muitas famílias com o encerramento da Delphi que, por efeito dominó, vai criar muitos outros encerramentos e despedimentos) para dar cerca de 150.000,00€/ano ao Eléctrico, fora despesas extraordinárias.

Aos fãs do Eléctrico que muito respeito, parece que andam vendados pois preferem que vos tirem o pão da boca em prol de gastos que em nada dignificam (os resultados assim o demonstram) e melhoram a qualidade de vida do concelho de Ponte de Sôr.
Mais, acho que não é por diminuírem o orçamento (a meu ver menos de metade seria o ideal) que os jovens deixariam de praticar desporto no eléctrico.
Não posso admitir que estes gastos sejam para importação de estrelas e para manterem equipas em campeonatos onde não fazem parte.
Se quiserem andar em bicos dos pés em ligas superiores façam-no, mas não é a custa do dinheiro dos outros, principalmente à custa daqueles que têm mais que fazer que adorar o Eléctrico.

Uma coisa é ter sensibilidade para o facto do desporto ser essencial, outra coisa é estar a alavancar uma instituição com dinheiro publico para se manter em ligas superiores.


Por isso mesmo é que achava muito pertinente, visto que a maior fatia do orçamento do Eléctrico deve-se a todos nós, que esta mesma instituição publicasse detalhadamente todas as aplicações que faz :
- contratações,
- salários,
- combustíveis,
- viagens para as ilhas,
- estadias dos jogadores importados,
- todos os outros custos.


Agora que este presidente de câmara municipal de Ponte de Sôr tem o seu concelho em crise, é que tenho a certeza que ele nunca soube como se deve gerir uma autarquia, ao contrario do que ele diz (acho que ele já disse uma vez que ninguém lhe dizia como era gerir bem um concelho mas esqueceu-se que passou a vida à mercê da maré e que a ele pouco ou nada de útil se deve).
Não tem conhecimento como se deve gerir uma câmara em termos financeiros.

Um tipo que teve o descaramento de dizer que o encerramento da maior empregadora do distrito não era um grande drama e ainda por cima quer continuar a aplicar taxas máximas, é porque desconhece as implicações económicas que isso pode gerar (ou estas taxas servem para pagar e manter baixos os juros da construção dos estádios e dos pavilhões para o Eléctrico?
Está mesmo a ver-se que é isso mas não convém que apareça nas actas das reuniões de câmara).
Tem uma cidade completamente paralisada e nem está a ver em que buraco se está a meter quando distribui verbas astronómicas a instituições com o Eléctrico à custa de receitas elevadas (Se este presidente tem na sua gestão uma situação financeira saudável ao ponto de estarmos no topo da lista, deverá ter vergonha na cara ao invés de gabar a sua parca capacidade de liderar).

C. 7.

Etiquetas: , , , , , , , , , ,

33 Comments:

At 8 de novembro de 2008 às 19:53, Anonymous Anónimo said...

A cidade de Ponte de Sôr está podre desde que os Pintos foram para a câmara.As vigarices, a corrupção e a ladroagem dos pintos e dos dos afilhados dominam.Eles são o polvo quelançam os seus tentáculos a tudo e assim se vão enchendo de dinheiro. Quem os viu e quem os vê.

 
At 8 de novembro de 2008 às 23:28, Anonymous Anónimo said...

Ponte de Sor tem algum documento deste genero?
http://www.cm-vendasnovas.pt/NR/rdonlyres/00003695/jfwdoeegejemcgrtyolwwbgdepvtimzo/relatorio06.pdf



Um documento deste genero ajudava a responder a muita coisa. Haveria muita gente a abrir os olhos. Desafio o Sr. Presidente a publicar um documento deste género e deixar de se restringir aos fluxos de tesouraria albardados das actas de reunião de camara. Saber quanto tem ou deixa de ter nos bancos não dá informação alguma. Posso estar enganado mas algo de muito grave se passa em Ponte de Sor.

Com tantas obras de betão em tão pouco tempo não me admira porque é que os impostos estão altos. Em termos de encargos de amortizaçoes e juros de divida quanto é que o municipio está a pagar? Face à actual lei das finanças locais, como é que o municipio tem mantido a sua autonomia financeira? Ando com muitas dúvidas sobre o que se passa em Ponte de Sor.

Vejo notícias nos jornais acerca das receitas da camara, vejo algumas actas da camara a falar sobre alienação de património e outros resultados extraordinários de montante muito elevado. Por isso não interessa aos munícipes saber quanto tem nas contas à ordem quando parte das receitas advém de resultados transitados e receitas extraordinárias que por si têm efeito limitado no tempo e a longo prazo acabam por deixar de produzir efeito. Para além de perderem o seu efeito, acabam por mostrar o verdadeiro lamaçal que é as contas desta gestão.

Apresente as continhas como deve ser. Não custa nada e assim esclarece-me se esses resultados extraordinários não estão a servir de camuflagem a uma situação financeira miserável. Pois quem acaba por sofrer as consequências destas medidas tributárias excessivas por parte deste município são os cidadãos (não tanto pelo IMI mas mais pelas avaliações que faz aos imóveis que supostamente deveriam estar em queda vertiginosa em ciclo com a situação que o concelho está a passar com o encerramento da Delphi e com o futuro encerramento de muitas outras empresas pelo efeito dominó que no outro post apresentei).

Algo não bate certo e se o que estou a dizer confirmar as minhas suspeitas, muito em breve, senão está a ser já, teremos muitos contribuintes, que pagam os seus impostos para serem aplicados no eléctrico, FAP e outras por incompetentes (não estou a chamar nomes feios ao Sr. Presidente, apenas estou a adjectiva-lo no âmbito daquele que tem vindo a ser o exercício das suas funções à frente da edilidade, não querendo de forma alguma faltar ao respeito. Este senhor é incompetente) que irão sofrer muito com o excesso de carga fiscal.

Senhor presidente aproveite que o final do ano está a chegar para começar a fazer as continhas do município. Fale a verdade, pois duvido que, como o senhor em tempos disse, haja em Ponte de Sor tanto dinheiro.

 
At 9 de novembro de 2008 às 00:19, Anonymous Anónimo said...

faz-me confusao porque é que se gabam que temos o maior clube desportivo a sul do tejo quando temos um dos concelhos mais desgraçados de todo o pais

 
At 9 de novembro de 2008 às 00:42, Anonymous Anónimo said...

Ainda ha gente que se lembra quando os Dirigentes do Electico pagavam do seu bolso as viagens , agora nao ha Dirigentes mas sim CHULOS que alugam casas ao clube sem recibose claro os gajos das finanças ate saem tb comem, outros vendem refeiçoes.
Depois quanto custam basquetebolistas americanos so para os filhos od presidente brincarem? e a caterva de jofadores rascas importados?
Quanto gasta a Camara e a Junta?
Porque nao ajudam a nataçao, porque ai nao podem roubar.

 
At 9 de novembro de 2008 às 01:20, Anonymous Anónimo said...

pelo que sei 27.500€/mes o que faz 330.000€/ano. é isto que o electrico ganha (coisa menos coisa). Com verbas extraordinarias para fazerem viagens para os meninos do presidente irem passear mais 1000€/mes de um contrato leasing de uma carrinha (como é k um leasing custa 1000€/mes? gostava de saber esta). Chama-se roubar a descarada. Ja vi investigaçoes por "saco azul" por bem menos. A prisao pode muito bem ser o destino destes meninos que brincam com as pessoas que pagam os impostos

 
At 9 de novembro de 2008 às 09:02, Anonymous Anónimo said...

pois é amigos as eleições já vêm a caminho tem de começar a contar os cartuchos e quais são os tojos que se mechem para atirarem à descarada. penso que antes de publicarem uma coisa destas, pelo menos deviam saber que as deslocações às ilhas de qualquer clube para uma prova da fpf ou lp, são todas pagas pela fpf ou lp, sejam do efc, crato, estrela de portalegre, elvas, unidos da matola ou até os desbocados sem vergonha. deviam se informar antes de argumentar. Sendo é melhor defenderem a alianação de todo o futebol a nível nacional, pois todo ele vive às custas dos tugas, não de pontessorenses, mas de todo o contribuinte português. e num fim de semana de taça como este em que estamos ainda mais..........


M

 
At 9 de novembro de 2008 às 13:19, Anonymous Anónimo said...

Então e o Nelson Sindicalista, como é que vai?

 
At 9 de novembro de 2008 às 14:04, Anonymous Anónimo said...

Foi fazer turismo com o Bugalheira e com a de Poiares...

 
At 9 de novembro de 2008 às 15:18, Anonymous Anónimo said...

E como se costuma dizer, quando não se sabe o que dizer, fala-se do tempo ou de futebol. Seria muito mais útil a todos os conterraneos se o blog alertasse todos os pontessorenses para os que os espera com a entrada em vigor do novo código do trabalho. Não deviam ser só os professores a manifestarem-se e se o resto dos trabalhadores não o estão a fazer, é porque não lhes está a ser prestada a devida informação.
Informando correctamente os pontessorenses será matar dois coelhos com uma só cajadada e tirar-lhes dos olhos a miragem absurda da fantochada do Magalhães e afins.
O governo é PS, a Câmara é PS...então prestem um bom serviço e denunciem o que se pretende fazer à totalidade dos trabalhadores portugueses. Partam do maior para o menor, porque tudo isto é uma teia enorme de interesses e um polvo que abarca todos e ao mesmo tempo atira terra para os olhos dos que por qualquer motivo estão menos esclarecidos.
Não precisam falar da manif de ontem dos profs senão para dar o exempo de uma amostra do que se devia estar a passar com todos os portugueses. O novo código do trabalho não é um problema dos funcionários públicos, não é de A ou B mas sim de todos os portugueses que vivem do seu trabalho.
Que os blogs façam o que devia ser o dever de informação dos jornais, que esclareçam objectivamente e sirvam os grandes interesses dos cidadãos que os lêem.

 
At 9 de novembro de 2008 às 16:25, Anonymous Anónimo said...

Quarta - feira virá à escola das avenidas um ministro para entregar os Magalhães. É vê-los a colocar tomadas por todos os lados para que os computadores possam ser ligados.
As crianças não têm tido aquecimento, os alpendres têm estado a cair...e de repente como por magia, são feitas obras à pressa e tudo passa a ser possível.
A política gira em torno dos interesses de quem? Pensem... é incrível...mas o nosso país é isto, "a mentira da verdade", que me perdoe a ironia, o inspector Gonçalo Amaral.

 
At 9 de novembro de 2008 às 18:15, Anonymous João Lopes Martins said...

O Dinheiro que a Câmara Gasta com o Eléctrico num ano dava para:
- Arranjar o aquecimento de todas as escolas;
- Arranjar os recreios de todas as escolas;
-Oferecer computadores melhores que o Magalhães a todas as crianças;
- Etc, etc,...
Abram os olhos que já é tempo!

 
At 9 de novembro de 2008 às 18:37, Anonymous Anónimo said...

Façam o favor de ler este texto de 1896 (Mil Oitocentos e Noventa Seis)

"Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas; um povo em catalepsia ambulante, não se lembrando nem donde vem, nem onde está, nem para onde vai; um povo, enfim, que eu adoro, porque sofre e é bom, e guarda ainda na noite da sua inconsciência como que um lampejo misterioso da alma nacional, reflexo de astro em silêncio escuro de lagoa morta.

[…]
Uma burguesia, cívica e politicamente corrupta até à medula, não descriminando já o bem do mal, sem palavras, sem vergonha, sem carácter, havendo homens que, honrados na vida íntima, descambam na vida pública em pantomineiros e sevandijas, capazes de toda a veniaga e toda a infâmia, da mentira à falsificação, da violência ao roubo, donde provém que na política portuguesa sucedam, entre a indiferença geral, escândalos monstruosos, absolutamente inverosímeis no Limoeiro.

Um poder legislativo, esfregão de cozinha do executivo; este criado de quarto do moderador; e este, finalmente, tornado absoluto pela abdicação unânime do País.

A justiça ao arbítrio da Política, torcendo-lhe a vara ao ponto de fazer dela saca-rolhas.

Dois partidos sem ideias, sem planos, sem convicções, incapazes, vivendo ambos do mesmo utilitarismo céptico e pervertido, análogos nas palavras, idênticos nos actos, iguais um ao outro como duas metades do mesmo zero, e não se malgando e fundindo, apesar disso, pela razão que alguém deu no parlamento, de não caberem todos duma vez na mesma sala de jantar."

Guerra Junqueiro


Já leram?
Agora vejam o que acontece na vossa terra e no vosso país!

 
At 9 de novembro de 2008 às 22:02, Anonymous Anónimo said...

Não tenho nada contra o electrico,mas é uma vergonha com tantos apoios que a camara dá se queremos ver um jogo pagamos oito euros , socios cinco como se pode ir ver jogos só se tirar o pão dos meus filhos por isso não posso.Sobre o que se passa em ponte de sor não é so a delphi que fecha ,já a fabricas aqui ,que ontem ainda não tinham pago os salarios não é grave senhor presidente da camara ?aonde tem andado ?O desporto aqui em ponte de sor tem que se pagar como por exemplo nas pescinas acha bem ?porque pagamos os impostos mais altos ?Não temos beneficios nenhuns é a vergonha total, o senhor presidente pinto foi uma desilusão em ponte de sor não foi capaz de trazer trabalho para a nossa terra nem se importou com o que se passa ,sem trabalho não á pessoas, sem pessoas a ponte de sor morre ,já agora já viu o que os seus amigos da delphi estavam a fazer aos colegas, até lhes deu um carro para os marmanjos irem a lisboa ,e quando forem a flor da rosa atrás do mnistro era assim que o senhor trabalha a resolver os problemas da nossa terra porque não vai lá ver o que se passa e tenha a coragem de falar com quem lá está ainda a trabalhar e veja a verdade ,é uma tristeza ficou com raiva por aquelas pessoas irem em protesto para o pé da camara,não foi protesto foi um grito de ajuda que o senhor ignorou e está a ignorar .

 
At 9 de novembro de 2008 às 22:19, Anonymous Anónimo said...

Para quem pergunta pelo nelsom fugiu depois de fazer as tramoias aos colegas ajudado claro ´está na hungria por conta da delphi a ensinar os hungaros , ele e os outros que foram com ele estão a trair portugal se os amaricanos não querem aqui a delphi fossem eles ensinar se fossem portugueses quando lhes disseram para ir só bastava dizer uma simples palavra........NÃO........

 
At 9 de novembro de 2008 às 22:51, Anonymous Anónimo said...

Para o/a M:

Entao diz que a fpf ou lp sao quem pagam as contas. Muito me diz. Diga mais coisas pagas pelas federaçoes que gosto de saber e o ministerio publico esta a adorar saber. Quanto mais disser mais enterra o electrico pois esta a destruir argumentos que fundamentam a atribuiçao da verba de 27.500€/mes. Entao os 27.500€ + 1000€ + receitas dos cromos + patrocinios + quotas + mensalidades dos atletas que pagam + receitas para assistir aos jogos vao para onde? Sendo municipais todas as instalaçoes ocupadas pelo electrico, certamente as depesas como luz, agua, equipamentos desportivos e outros sao pagas pela camara e nao estao inscritas nestes 27.500€. Estou enganado? Entao onde gastam o dinheiro se o electrico nao tem estas despesas correntes nem tem despesas de deslocaçao? Muito me contam. Ai o saco azul.

 
At 10 de novembro de 2008 às 17:11, Anonymous Anónimo said...

Claro que quem mama sao Directores que revcebem aluguers pelas casas arrebdadas SEN RECIBO e as FINANÇAS DE PONTE SOR ate sabem, outros vmaman na alimentaçao dos ditos etletas, e ver no Seca Pipas as jantaradas e almoçaradas, claro aquilo e do Vice presidente do clube, e o joao do pavilhao que alugou tb sem recibo o apartamento na Rua 1 maio, sao os filhos do presidente a passear a caminho d elX a custa etc etc.

 
At 10 de novembro de 2008 às 17:36, Anonymous Anónimo said...

150.000 euros por ano? Quem escreveu este post está muito mal informado. 330.000 mil euros é o que o Eléctrico recebe anualmente em dinheiro, sem contar com o subsídio da Junta de Freguesia, com os salários dos técnicos pagos directamente pela Câmara, os funcionários da Câmara que trabalham directamente para o Eléctrico no Pavilhão e no Estádio, a luz, a água, as carrinhas, as deslocações, os almoços e jantares, as festas do clube, etc. etc. etc..
Hoje os directores só servem para ir ver os jogos de graça, passearem-se nas carrinhas do clube, ganharem alguma coisa nas refeições que vendem ao jogadores, na gasolina que cobram ao Eléctrico, nos telemóveis que usam à conta do clube, nos almoços e jantares que comem à conta do Eléctrico e nas casas que arrendam ao clube. Uma vergonha! Tudo à conta dos contribuintes.

 
At 10 de novembro de 2008 às 18:25, Anonymous Anónimo said...

Mais valia acabar-se com as direcções do Eléctrico. Sempre eram menos esses que andavam a comer à nossa conta.

 
At 10 de novembro de 2008 às 18:27, Anonymous Anónimo said...

Quem nada no Eléctrico é o Pinto, quem paga tudo é a Câmara, os verdadeiros directores do Eléctrico são funcionários da Câmara ou são pagos por esta, as instalações são da Câmara... Para que servem os directores? Só para ajudar a gastar o dinheiro.

 
At 10 de novembro de 2008 às 19:41, Anonymous Anónimo said...

acho muito bem...afinal não existe nada onde gastar o dineiro de forma mais util e necessária á nossa cidade....dah

 
At 10 de novembro de 2008 às 19:58, Anonymous Anónimo said...

Caro anónimo ‘Domingo, Novembro 09, 2008 10:51:00 PM’, pelo que vejo, vós sois um perfeito conhecedor das contas do efc até ao mais ínfimo detalhe. Certamente tereis conhecimentos fiscais e contabilísticos suficientes para comprovar o que diz, só lhe resta tentar pedir uma auditoria às contas e tudo deverá ser claro como água. Pode ser que se descubra que o efc também tem uma offshore e os dirigentes do clube vão sair com um saco de dinheiro.
Só consigo retirar um certo discernimento lógico para este ‘texto’ postado no blog, ser uma candidatura à presidência do efc.
Visto que, a nível a nível politico só saberem dizer mal de tudo e de todos, sem acrescentar nada de novo. Pois os conhecimentos não são reciclados, porque para tal ninguém lança uma campanha de novas oportunidades na política.

Por fim, é muito engraçado criticarem o que os outros dizem e nem têm a dignidade de escreverem uma letra que os identifique, ficam-se pelo anonimato como se fossem uns ‘sem nome’, pois na realidade quem, não tem nome não é ninguém. Se bem que de ninguém está o planeta cheio.



M

 
At 10 de novembro de 2008 às 20:18, Anonymous Anónimo said...

Como é bom ser dono da Câmara, do Eléctrico, da Fundação,etc.......

 
At 10 de novembro de 2008 às 20:26, Anonymous Anónimo said...

Mas o senhor pinto não é dono só do que foi mencionado atrás....é de muito mais: bombeiros,todas as Juntas com excepção da terra de onde é oriundo(Marrocos),todos os outros clubes e colectividades de todo o Concelho, etc.etc.
Nunca os pintos pensaram vir a ser donos de TUDO o que há no Concelho...quando eram miudos eram uns Infeziados.....

 
At 10 de novembro de 2008 às 21:45, Anonymous Manuel P. said...

Oh caro anónimo Segunda-feira, 7:58:00 PM, eu por acaso gostava muito que os dirigentes do Eléctrico tivessem a coragem de pedir um auditoria às contas. (Mas a uma firma séria e honesta não ao TOC nem ao ROC do poder).
Mas como as contas do Eléctrico são piores que as da Fundação António Prates e iam todos os dirigentes parar à prisão.
É melhor não fazer nada e vir para aqui "botar postas de pescada", pode ficar descansado que para o peditório de ser dirigente do clube já dei e muito, durante muitos anos, nunca recebi um centavo, gastei foi muitos contos do meu bolso.
De vigaristas que se servem dos cargos em proveito próprio está Ponte de Sôr cheia.

 
At 10 de novembro de 2008 às 23:24, Anonymous Anónimo said...

Caro António P. primeiro que tudo se bem me lembro eu ñ sou anónimo, pois assinei com um ‘M’ em ambas as minhas opiniões presentes no blog.
Em segundo, lá voltam vós a falar de política ou assuntos sindicais, num texto que fala de um clube.
Terceiro, fiquei ainda mais curioso, pois não sei se vós sois o anónimo a quem respondi no texto anterior, mas se for, você é um perfeito expert das contas bancárias de clube, fundação, município e talvez outras mais. Pois se tudo estiver mesmo relacionado não se pode exigir que os dirigentes peçam uma auditoria à delloite ou outra empresa, a melhor solução é chamar-se uma P.J, e ainda vamos descobrir que o paraíso fiscal onde o BPN colocou o dinheiro foi na “offshore do concelho de Ponte de Sor”.
Quarto, quanto ao peditório que o senhor indica, fica-lhe principalmente a si muito mal e a todos aqueles que são de Ponte de Sôr ou residem na cidade, efectuarem comentários que excedem os limites do anti-patriotismo de uma das poucas coisas que possibilitam identificar Ponte de Sôr fora do distrito. Pois eu lembro-me, ainda dos tempos em que para se dizer onde era a cidade tinha-se de falar da Barragem de Montargil, ficando a ideia de a cidade ser a freguesia e a vila ser a sede de Concelho.
Quinto, e talvez o último, é fácil falar e nada fazer, mais fácil ainda é falar falando que nada vai fazer, mas o que custa menos hoje em dia é falar e nada dizer.

M

 
At 10 de novembro de 2008 às 23:47, Anonymous Anónimo said...

Grande patriota é o "M"?
Defendeu a pátria, contra os canhões nos piores cenários de guerra!

 
At 10 de novembro de 2008 às 23:49, Anonymous Anónimo said...

Viva o Sociedade Recreativa Pontessorense que é mais velha que o Eléctrico.

 
At 11 de novembro de 2008 às 00:32, Anonymous Anónimo said...

Eu vi logo que eras tu M. Qual a missao para hoje, M? Se queres saber quem eu sou...My name is bond. James Bond.
Fora de brincadeiras, mas tive a curiosidade de ver como as coisas andam por aqui. A pessoa a quem se dirigiu inicialmente nao é o senhor Manuel P. Nao sei quem é esse senhor, digo-lhe ja. Também não me obriga a dizer quem eu sou, nem vou dizê-lo. Para sua informaçao, sou o autor do post (trata-se de um comentario que coloquei num outro post só que alguem responsavel pelo blog decidiu transcreve-lo). Também sou o responsavel pelo comentario Sábado, Novembro 08, 2008 11:28:00 PM, Domingo, Novembro 09, 2008 1:20:00 AM e Domingo, Novembro 09, 2008 10:51:00 PM. Também por isso peço desculpa pela incoerencia dos 150.000€/ano mas tentei corrigir com outro post onde falo dos 27.500€/mes. Na verdade, e contabilizando todas as despesas que o EFC cria fora do orçamento estabelecido, que está em http://www.cm-pontedesor.pt/publicacoes , a conta do EFC devem ser gastos cerca de 400.000€/ano só da parte da CMPS, isto é, a custa de todos nós. Os 150.000€ nao reporta à totalidade do EFC.
Desculpe este texto feito as 3 pancadas so que nao tenho muito tempo. Também aproveito para dizer que tem razao numa coisa. Tem razao ao dizer que Ponte de Sor só era conhecida através da Barragem de Montargil (Nas noticias aparecia muitas vezes "Barragem de Montargil - Avis"). Mas com EFC ou sem EFC, continua a ser igual. O EFC nao é a marca da cidade nem admito fazer-me representar por um clube de futebol. Gosto de Futebol, adoro futebol, e hoje estou bem disposto pela vitoria do Benfica. Eu e o Dr. Taveira Pinto temos uma coisa em comum que é gostar do benfica, mas nao partilho da ignorancia e incompetencia desse senhor, muito menos quero partilhar a cela com ele e com os dirigentes do EFC. Mas se acha que isso é dignificante para a cidade, entao guarde esse sentimento bem profundo consigo. Aqueles que nao conseguem fazer um esforço para relacionar o que já aqui foi dito (EFC, impostos, FAP, Delphi), só vos posso dizer para se preocuparem um bocadinho mais com o que está ai para vir. Mais lá para a frente gostaria de saber se muitos dos fãs que hoje fervem de paixao e nao se importam que lhes enfiem o dedo a favor do EFC continuam a pensar da mesma maneira. Para sua informação, nao estou dentro do EFC, nunca tive nem quero estar. Na CMPS também nao estou nem tive. Por isso é que pedi a publicaçao das contas do EFC e da CMPS. Só assim é que lhe posso responder ao que pediu. Sem esses elementos nao conseguirei comprovar. Mas também porque é que nao publicam?

 
At 11 de novembro de 2008 às 14:52, Anonymous Anónimo said...

Meus caros, acabo de descobrir o verdadeiro potencial do Concelho, a produção de programa televisivos, principalmente por causa deste este ultimo senhor. Se não vejamos, existe um sr. ‘M’, temos o ‘007’, quem sabe o próximo filme seja ‘quantun € exist in efc’, rodado nas antigas instalações da delphi agora estudios da ‘pontedosor.blogspot grup’ mega empresa nacional de comunicação social. Se transformarem o blog num programa de comédia na ‘tv tuga’, ainda conseguem derrotar os gatos fedorento da sic.

M

 
At 11 de novembro de 2008 às 14:53, Anonymous Anónimo said...

estão-se a esquecer de uma coisa, não são so estes directores que se estão a encher....então e os das direcções anteriorres? eram melhores? não só tinham menos que roubar, pois o electrico não passava da distrital, agora a CM dá muito mais dinheiro. os anteriores roubaram o que puderam!!! acreditem, sei do que estou a falar....

 
At 13 de novembro de 2008 às 20:10, Anonymous Anónimo said...

para esta gente é tudo roubar, é tudo corruptos, é tudo negociatas.
são todos muito sérios, construtivos e pedagógicos. Mas todos muito anónimos!, não vá alguém dizer que também são muito patifes!

 
At 13 de novembro de 2008 às 21:35, Anonymous João Lopes Martins said...

O meu grande ... criticas os outros e não assinas és igual aos que criticas.

 
At 21 de novembro de 2008 às 21:35, Blogger sssssssssmlp said...

Por todos os cantos deste pequenino pais e so corrupçao. Amanhe-se quem puder pois este pais esta a saque......

 

Enviar um comentário

<< Home